Em "Toni Erdmann", pai cria alter ego para se aproximar da filha

Em "Toni Erdmann", filme alemão que estreia esta semana, Winfried (Peter Simonischek) é um professor divorciado que adora fazer piadas e pregar peças. Praticamente o oposto de sua única filha, Ines (Sandra Hüller), uma sisuda executiva.

Sandra Hüller e Peter Simonischek em cena do filme "Toni Erdmann"
Sandra Hüller e Peter Simonischek em cena do longa alemão "Toni Erdmann" - Divulgação

Quando seu cachorro morre, Winfried decide que é hora de estreitar os laços com a filha. Após um primeiro contato apático, ele adota peruca, terno e dentes falsos para encarnar Toni Erdmann, que ora aparece como consultor, ora como embaixador seja quem for, só quer se infiltrar na vida de Ines.

Vencedora do prêmio da crítica em Cannes (2016), a produção foi indicada ao Oscar de melhor filme estrangeiro.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais