'Guia' indica 52 atividades gratuitas para se divertir em São Paulo

Nem só de Oscar Freire, Kobe beef e baladas de R$ 300 a maior cidade do Brasil é feita. Ainda que, para alguns, carregue a imagem de riqueza, disputando com o Rio o título de cidade mais cara para viver no país, São Paulo também oferece opções para quem tem que enxugar o orçamento da diversão em tempos de crise ou simplesmente não gosta de gastar fortunas em um ingresso.



Para todos esses, o Guia garimpou um roteiro com 52 atrações de graça, entre exposições, espetáculos, festas e passeios. São, afinal, atividades importantes para que "pessoas de todas as classes sociais possam se apropriar de um lugar que é delas", diz a jornalista Patricia Ribeiro, criadora do site Passeios Baratos em SP.

"Quando fiquei desempregada, comecei a procurar coisas baratas para fazer e não achava muitas opções", conta. "Percebi, então, que as pessoas estão carentes de informações desse tipo." Dois anos depois de fundada, a página tem 52 mil fãs no Facebook.

Para o produtor Bruno Bataglioto, um dos organizadores da clássica festa de música eletrônica Cio, que promove edições de graça esporadicamente no Paribar, as festas que não cobram ingresso têm o papel de democratizar a música. "É na rua que temos um contato mais intenso com o público e com a cidade."

Ainda assim, ele acredita que opções baratas andam em falta em São Paulo. "Com a ajuda de movimentos independentes, isso felizmente está mudando. Dançarinos, pintores, músicos, DJs, atores e o povo entenderam que a cidade pertence a eles."

Veja abaixo o que fazer na cidade na faixa todos os dias da semana.


Segunda-feira


Terça-feira


Quarta-feira


Quinta-feira


Sexta-feira


Sábado


Domingo


Fique de olho: 

- Com até R$ 10, dá para garantir a entrada de um adulto (R$ 6) ou de três estudantes (R$ 3) no Jardim Botânico (jardimbotanico.sp.gov.br). No Instituto Butantan (butantan.gov.br) adultos também pagam R$ 6 e estudantes R$ 2,50. 

- Com até R$ 20, é possível assistir a peças em um dos dez teatros da Prefeitura. No Cacilda Becker (na Lapa), dá para ver "Andorra" gratuitamente e "Blink" por R$ 20. Veja a agenda em prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura/teatros.

- Aos domingos, ao meio-dia, a Orquestra Experimental de Repertório e o Coral Paulistano Mário de Andrade apresentam-se no Theatro Municipal por apenas R$ 4. A venda começa uma semana antes do espetáculo na bilheteria e no compreingressos.com

- Redes de cinema como o Espaço Itaú (itaucinemas.com.br), a Caixa Belas Artes (caixabelasartes.com.br) e a Cinemark (cinemark.com.br) concedem meia-entrada aos clientes de alguns bancos. Vale checar nos sites das redes.

- O Circuito Municipal de Cultura, uma agenda cultural organizada pela Prefeitura, deve ser liberado ainda neste mês. As últimas edições contaram com a maioria das atrações gratuitas. A programação será publicada em prefeitura.sp.gov.br/cidade/secretarias/cultura.


Tem dicas de lugares bacanas, gratuitos ou baratos na cidade? Mande para guia@grupofolha.com.br.


Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem