Junior Lima realiza sua primeira exposição fotográfica; leia a entrevista

Acostumado a mostrar seus cliques no Instagram, Junior Lima (@Junior_Lima), músico e apresentador do programa online Vevo Sessions, realiza sua primeira exposição. Em cartaz até 12/7 na Matilha Cultural, "Faces" chega nesta sexta (17) à Luis Maluf Art Gallery.

A mostra é composta por cerca de 40 imagens, sendo a maior parte delas capturadas por Junior em viagens a lugares como Fernando de Noronha, Utah, Camboja e Indonésia.


Algumas das fotografias recebem intervenções em tinta acrílica e spray do artista plástico e grafiteiro mineiro Dalata.

"Procuro encontrar fotografia em tudo e gosto de gerar curiosidade na pessoa que vai ver a fotografia. Fazer ela pensar que momento é esse ou o que é isso. É uma maneira de conectar", diz Junior.

Confira abaixo entrevista com Junior Lima:


GUIA - Como começou seu interesse por fotografia?
Junior Lima - Faz uns onze anos. Minha mãe iniciou um curso de fotografia porque queria fotografar a gente [ele e Sandy]. Eu já estava flertando com o tema e pedi para ela me ensinar. Ela comprou uma câmera analógica antiga, mas não se adaptou muito e me deu a máquina.

E foi no Instragam que seu lado fotógrafo se tornou conhecido...
Comecei a fotografar pelo celular e fui desenvolvendo bastante meu olhar. Logo comecei a namorar a Monica [Benini, sua mulher] e a fotografia foi nossa primeira conexão. No Instagram eu só postava fotos mais artísticas. Isso foi ficando evidente e as pessoas começaram a cobrar uma exposição e eu fui prometendo. Conheci o Dalata e comentei que gostaria de expor meu trabalho. Ele tem um projeto que chama "Eu Vejo Coisas" -em que ele intervém [com grafiti] em vários lugares- e quando viu minhas fotos pensou em fazer algo nelas.

Tem alguma das fotos da mostra que te agrada mais?
O retrato de uma senhora sorrindo sem nenhum dente. Tirei a fotografia no Camboja dentro de um templo e me marcou muito. Ela estava sentada com a perna toda torta, com umas fitinhas coloridas que amarrava no pulso das pessoas. Ela me transmitiu uma coisa incrível, eu pedi uma foto e ela abriu um sorriso que desacreditei.

Como você encara o papel do fotógrafo dentro e fora das redes sociais?
O cuidado com uma exposição, por exemplo, é muito maior. Não que o Instagram não seja importante, há fotógrafos que fazem um trabalho incrível ali. Eu levo menos a sério porque para mim é dia a dia. É como ouvir uma música no MP3 e ter uma coleção de vinis, que você pode escutar em sua casa na companhia de um vinho. Você está sempre ouvindo música, mas de maneiras diferentes.

Luis Maluf Art Gallery - r. Peixoto Gomide, 1.887, Jardim Paulista, região oeste, tel. 99344-4238. Ter. a sáb.: 11h às 18h. Até 16/8. Livre. GRÁTIS

O musico e apresentador Junior Lima
O musico e apresentador Junior Lima - Crédito: Zanone Fraissat - 5.jun.13/Folhapress

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais