Arte casual se multiplica com nova onda de galerias em SP

Menos pretensiosas do que os museus e mais abertas a jovens artistas, as galerias de arte estão se multiplicando pela cidade. Com inauguração na terça-feira (6), a 600/Rojo ocupa um prédio histórico em Higienópolis. Confira outros três novos endereços.

Mostra de Daniel Escobar na galeria Mendes Wood, espaço criado por Mendes e Wood - Crédito: Divulgação

Mendes Wood
É um espaço multifuncional criado pelo brasileiro Pedro Mendes e o francês Matthew Wood. Aberta no final de 2009 com o nome da matriz americana, Rhys Mendes, a galeria foi rebatizada e inicia nova fase depois da saída de um dos sócios. Com cerca de 800 peças no acervo, destaque para artistas como o grupo argentino Mondongo, que deve ter mostra na galeria no segundo semestre.

Em cartaz
Na individual "Plano Diretor", o artista Daniel Escobar usa materiais como guias de viagem e mapas para recriar cidades e ruas. "Daniel fala sobre um urbanismo utópico", define Pedro Mendes.


Galeria Mendes Wood - r. da Consolação, 3.368, Cerqueira César, região oeste, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11/2528-6331. Seg. a sex.: 11h às 19h. Sáb.: 11h às 17h. Dias 2 e 3: fechado. Até 17/4. Classificação etária: livre.


Obras de diversos artistas ocupam o térreo do espaço criado pelo galerista Oscar Cruz - Crédito: Jefferson Coppola/Folha Imagem

Oscar Cruz
O galerista carioca Oscar Cruz abriu na terça (30/3) novo espaço expositivo. A missão é "enfatizar a produção contemporânea". Na lista de artistas despontam os argentinos Eduardo Basualdo, Hernán Salamanco, Julio Grinblatt, Mariana López e outros "hermanos". No térreo retangular e profundo estão expostas as obras do acervo; já o primeiro andar fica reservado às exposições de fora e aos projetos especiais.

Em cartaz
A galeria recebe duas mostras inaugurais: uma coletiva, composta por fotografias, esculturas e aquarelas de artistas da casa, e outra formada por artistas cariocas como Alessandro Sartori e Leo Ayres, entre outros.


Galeria Oscar Cruz - r. Clodomiro Amazonas, 562, Vila Nova Conceição, região sul, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11/3167-0833. Ter. a sex.: 11h às 19h. Sáb.: 11h às 17h. Dias 2 e 3: fechado. Até 8/6. Estac. grátis (2 vagas). Classificação etária: livre.


Fachada da galeria 600/Rojo, que ocupa prédio histórico onde funcionou ateliê de Di Cavalcanti - Crédito: Jefferson Coppola/Folha Imagem
<> Spiffy Imagem
Fachada da galeria 600/Rojo, que ocupa prédio histórico onde funcionou ateliê de Di Cavalcanti
Matéria importada do Spiffy News

600/ROJO
Com foco na juventude, Valéria Blay, 38, e o espanhol David Quiles Guilló, 37, abrem na terça (6), a partir das 19h, mais uma galeria na cidade. "A cena dos artistas jovens está crescendo muito em São Paulo e falta espaço de exposição", acredita Guilló, que é representante do grupo Rojo Artspace. Instalada num prédio de seis andares dos anos 1920 que já foi ateliê do modernista Di Cavalcanti, a casa tem janelas com adesivos coloridos. Dois contêineres pretos no térreo vão abrigar as obras mais casuais.

Em cartaz
O paulistano Yusk Imai, de origem japonesa, mostra 13 desenhos e 12 telas, além de ilustrar um muro, na primeira individual da galeria. As obras combinam uma estética mórbida com elementos mais lúdicos e coloridos.


Galeria 600/Rojo - r. Maranhão, 600, Higienópolis, região central, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11/3512-3909. Ter. a sáb.: 11h às 19h. Dias 2 e 3: fechado. Classificação etária: livre.


Fotografia de Rodrigo Ribeiro, que está em cartaz na galeria Nuvem - Crédito: Rodrigo Ribeiro/Divulgação

Nuvem
Aberta em novembro de 2009, a galeria de Pinheiros iniciou as atividades promovendo coletivas com artistas do acervo, mas resolveu mudar de rumo: vai apostar em individuais. "Nosso perfil é consolidar novos artistas e exibir arte contemporânea", diz Sang Won Sung, 44, dono do espaço. O acervo é formado por cerca de 40 artistas, entre eles, Flip e Beatriz Chachamovits.

Em cartaz
Na exposição "Ator-Mente", o fotógrafo Rodrigo Ribeiro apresenta 18 painéis que abordam a morte em retratos de corpos com as vísceras à vista. Nos fundos do espaço, há uma mostra coletiva com desenhos de Adriana Aranha e fotos de Claudio Edinger, entre outros.


Galeria Nuvem - r. Mateus Grou, 355, Pinheiros, região oeste, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11/3061-1237. Seg. a sex.: 11h às 19h. Sáb.: 11h às 17h. Dia 2: fechado. Até 17/4. Estac. grátis (2 vagas). Classificação etária: livre.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais