José Rufino leva esculturas e miniaturas inéditas à galeria Millan

A obra Deditio, de José Rufino, exposta junto a seis mesas-vitrines, pequenas narrativas que remetem à infância do artista na Paraíba - Crédito: Divulgação

O artista paraibano José Rufino traz sua experiência limite entre literatura e artes plásticas à galeria Millan, até o dia 19 de dezembro. O conjunto de trabalhos inéditos intitulado "AENIGMA" tem relação com seu primeiro romance, Desviver.

Na exposição, estão expostos objetos, esculturas e seis mesas-vitrines, seis pequenas narrativas criadas no interior de mesas-vitrines com o uso de miniaturas de mesas, tripés, cadeiras, lixeiras, caixas e ferramentas, que podem ser vistas por todos os lados e de cima.

A inspiração do artista veio, em parte, dos maquinários e oficinas que o artista conheceu em sua infância no Engenho Vaca-Brava, no interior do estado da Paraíba.

Galeria Millan - r. Fradique Coutinho, 1.360, zona oeste, São Paulo, SP. Tel.: 0/xx/11/3031-6007. Seg. a sex.: 10h às 19h. Sáb.: 11h às 17h. Abertura: 18/11, 20h às 23h. Até 19/12. Grátis.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais