Passeios Museus

Museu do Relógio

Ícone de marcador no mapa Dimep - Museu do Relógio Ver mapa

Ao entrar no museu —que fica dentro do prédio da Dimep, empresa fabricante de relógios de ponto—, é possível ouvir o tic-tac quase sincronizado de cerca de 700 peças. O espaço não é muito grande, mas a variedade de modelos prende a atenção. Os relógios são antigos, e todos funcionam: para integrar o rico acervo, cada item passa por um processo de restauração. O Museu do Relógio foi criado pelo fundador da empresa, Dimas de Melo Pimenta, em 1975. Desde então, a coleção se estendeu para além das peças particulares e tem centenas de modelos, dos quais muitos foram doados. Entre os exemplares, há um de ouro, pérolas e brilhantes, datado da segunda metade do século 19, que pertenceu à segunda imperatriz brasileira, Amélia de Leuchtemberg —esposa de dom Pedro 1°. Outro item curioso é um despertador que faz café. Relógios de bolso, de ponto e de vela também compõem a seleção. Duas dicas são importantes: agende a visita, pois, desta forma, ela será guiada por um historiador. E, se puder, aguarde dar hora cheia para escutar os sinos batendo: é encantador.

Preço Grátis
Horários Abre sex. às 10h Ícone de seta para baixo
Telefone 3646-4000

As informações foram checadas em 12/09/2017.

Sugerimos contatar o local para confirmar as informações.

Ícone de marcador no mapa Avenida Mofarrej, 840 - Vila Leopoldina - São Paulo

Características

  • Capacidade 60 pessoas
  • Ar condicionado Tem ar condicionado
  • Ícone visita monitorada Faz visita monitorada
  • Ícone acesso a pessoa com deficiência Acesso a pessoa com deficiência

Próximo a Museu do Relógio

Restaurantes
Noite
Restaurantes

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Você também pode se interessar por

  • Passeios

    Museu da Bíblia

    Museus
    Abre sex. às 9h | Grátis

    Diferentes formatos e traduções da Bíblia podem ser conhecidos nesse museu. Entre os destaques, está a versão de King James que, a olho nu, pode ser confundida com uma simples folha de papel cinza mas, com o auxílio de uma lupa, descobre-se que é a Bíblia inteira...

  • Passeios

    Museu dos Transportes Públicos Gaetano Ferolla

    Museus
    Abre sex. às 9h | Grátis

    Um bonde paulistano de 1872 é o mais antigo dos veículos expostos neste espaço que conta a história do transporte público na capital. Outro destaque é um exemplar do ônibus de dois andares que circulou em São Paulo no fim da década de 1980.

  • Passeios

    Museu Xingú

    Museus
    Abre sex. às 10h | R$ 20

    O espaço traz uma exposição permanente de artefatos indígenas. A coleção é resultado do legado dos irmãos Villas Bôas na expedição Roncador-Xingu.

  • Final do conteúdo