Argentino El Punto Gringo acerta na milanesa de ternera, mas peca na bisteca de boi

Um ar sombrio e atraente envolve o El Punto Gringo, restaurante argentino que abriu no último mês no largo do Arouche. O salão é escuro, as paredes idem e não há nenhuma janela —fica enclausurado pelos prédios da avenida Vieira de Carvalho.

Faz-se pouco aprazível, portanto, num dia de sol. Mas ganha sedutora atmosfera à noite, com sofá de couro caramelo e carpete verde. Cria, inclusive, clima para bebericar —quem sabe um gim-tônica com Cynar, grapefruit e hortelã, a exibir o amargor recorrente nos drinques portenhos?

O cardápio tem o mérito de ser enxuto, bem-resolvido, e de trazer boas ideias a preços médios. Ao passear pelos itens, colhidos com consultoria de Ana Soares, da rotisseria Mesa III, vê-se sabores de uma cozinha caseira da Argentina. A referência é do proprietário, Juan Troccoli, de Buenos Aires.

São Paulo, SP, Brasil, 31-05-2017: El Gringo (foto Roberto Seba/Folhapress) ***EXCLUSIVO REVISTA***
Pratos servidos no El Punto Gringo, restaurante no centro de São Paulo - Roberto Seba/Folhapress

Para começar, são gostosos os bolinhos de rabada (R$ 24), cremosos, com a carne a desfiar, embalados em farinha de pão, de fritura bem-feita. A empanada de cebola e queijo, típica de lá, aqui ganha uma versão potente, na qual o leve adocicado da cebola faz contraponto à picânciado roquefort.

Nos pratos, um erro básico e imperdoável: a bisteca de boi foi pedida duas vezes, em dois pontos diferentes, mas chegou à mesa "bleu" —abaixo do malpassado, de textura macia, sem graça de cravar os dentes.

Paga-se R$ 47 na carne com um acompanhamento. Pode ser, por exemplo, um mix de batata e batata-doce fritas —e meio chochas—, com alho e alecrim, em corte gorducho, ou vegetais na frigideira. Estes, um acerto: alho-poró, cogumelo-de-paris, espinafre e radicchio com rastros de alho e uma leve acidez do vinagre que o finaliza.

A milanesa de ternera (R$ 32) é correta e acolhedora. O filé-mignon de vitelo, bem batidinho, como um escalope, é envolto em farinha de pão, crocante, e servido em pedacinhos.

Ainda não provei, mas recebi boas recomendações do choripán ("linguiça suculenta e pão crocante"), para comprar no caixa e comer pelas ruas do centro.

Avaliação: regular

Av. Vieira de Carvalho, 179, República, região central{central}, tel. 3222-8674. Seg.: 12h às 15h. Ter. a sáb.: 12h às 22h.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais