Zeca Pagodinho começa nova turnê mais sossegado e família

"Eu adoro São Paulo. Lá é onde eu cheguei e arrebentei, é como se eu estivesse aqui no Rio", disse Zeca Pagodinho por telefone à Folha Online, há três dias do início da turnê de seu novo CD "Uma Prova de Amor", na capital paulista.

- Crédito: Divulgação

O carioca começa sua turnê brasileira em São Paulo, onde faz dois shows nesta sexta (21) e sábado (22), no Credicard Hall, às 22h. Ainda na próxima sexta (28), o cantor deve se apresentar no clube Paulistano. Depois, a turnê segue para o Estado onde nasceu.

Lançado em setembro, o CD do mais bem-sucedido sambista brasileiro "Uma Prova de Amor" chega recheado de inéditas e novos compositores.

"O CD está ótimo, o repertório maravilhoso, está tudo uma beleza. É uma prova de amor à música, à mulher, aos amigos, às festas e à minha vida", disse Zeca.

O CD, produzido por Túlio Feliciano, é composto de 24 canções, algumas inéditas e outras que marcaram a carreira do artista. Entre as novas estão "Uma Prova de Amor", (Nelson Rufino/Toninho Geraes), "Ogum" (Claudemir/Marquinhos PQD), que no disco contou com a participação especial de Jorge Benjor, e "Eta Povo Pra Lutar" (Brasil/Badú/Magaça/Berrine), entre outras. É a primeira vez que Zeca trabalha com os compositores Claudemir, Badú e Magaça, todos cariocas.

Com direção musical de Paulão 7 Cordas, o repertório do show também traz antigos sucessos como "Lama nas Ruas" (Almir Guineto/Zeca Pagodinho) e "Não Sou Mais Disso" (Zeca Pagodinho/Jorge Aragão), entre outros. Zeca divide o palco com a banda Muleke.

- Crédito: Divulgação

Zeca demonstrou tranquilidade ao falar do novo trabalho e negou grandes mudanças. "Estou do mesmo jeito, continuo o mesmo Zeca, falando das coisas do dia-a-dia, do cotidiano".

Com o mesmo estilo despojado de sempre, disse não se preocupar em manter o sucesso dos álbuns "Acústico MTV (2003)" e "Acústico MTV 2: Gafieira (2006)", que venderam centenas de milhares de cópias.

Paizão

Se não há grandes mudanças no estilo musical do sambista, há de se notá-las no comportamento de Jessé Gomes da Silva Filho [nome verdadeiro de Zeca]. A antiga fama de freqüentador assíduo de pagodes regados a cerveja pode ter diminuído ao longo de seus 49 anos.

"Depois dos shows eu durmo, tenho que me preparar para o outro dia. Não tenho mais 20 anos e viajo com a família", disse. Mas como quem ainda "não perdeu a ternura", logo engata: "Tempo para uma cervejinha com os amigos, isso a gente sempre tem".

Uma das responsáveis por essa mudança é a filha caçula Maria Eduarda, de 4 anos. "Acho que estou mais sossegado, estou com uma nenezinha de 4 anos em casa, curtindo uma fase de pai, com idade de avô e pai", disse em tom de voz manso. Zeca tem outros três filhos: Eduardo (21), Luis (18) e Elisa (17).

Informe-se sobre o evento

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais

Mais lidas