Na dúvida do que fazer? Veja as cinco melhores estreias de teatro da semana

Na dúvida do que assistir em meio às estreias teatrais? O "Guia" fez uma seleção das cinco melhores peças que chegam aos palcos da cidade nesta semana. Há desde o musical Alô, Dolly, com Marília Pêra e Miguel Falabella, à montagem interativa Incubadora - Versão Final.


Agonistas
Dividido em três atos, o thriller psicológico de Raphael Ramos, dirigido por Rodrigo Pavon, mostra histórias marcadas pela tensão e pela contínua supressão de angústia.

Guilherme Mazzei, Norma Gabriel e João Carlos Gomes em cena da peça "Agonistas", de Raphael Ramos
- Crédito: Eliana Souza/Divulgação


Alô, Dolly
Sucesso da Broadway baseado na peça "A Casamenteira", de Thornton Wilder, o musical se passa no fim do século 19, em Nova Iorque. Dolly Levi (Marília Pêra), célebre viúva casamenteira, é contratada por Horácio Vandergelder (Miguel Falabella), viúvo mal-humorado e avarento.



Biografia Não Autorizada
Amargurado, o ator Modesto Valadares (Marcos Oliveira) quer, por meio de sua autobiografia, mostrar ao público sua revolta com os bastidores da televisão e aqueles que o prejudicaram em sua carreira. Então, o personagem trava um debate com sua própria consciência (Tiago Robert). O texto de Daniel Torrieri Baldi e Maristela Bueno tem direção de Jair Assumpção.

Marcos Oliveira vive um ator atormentado na peça "Biografia Não Autorizada"
- Crédito: Francisco Júnior/Divulgação


Incubadora - Versão Final
No espetáculo de Ivan Andrade, inspirado em jogos de simulação, os espectadores interagem com a peça por meio de seus celulares e uma rede de internet wi-fi. A peça reflete sobre modos de convivência na contemporaneidade.

Cena da peça "A Incubadora Versão Final", de Ivan Andrade, que mistura teatro e games
- Crédito: João Caldas/Divulgação


Morro como um País
Com referências ao texto homônimo escrito em 1978 pelo grego Dimitris Dimitriadis, a peça da Kiwi Companhia de Teatro discute situações em que a ilegalidade tem aparência legal.

A atriz Fernanda Azevedo em cena de "Morro Como Um País", espetáculo escrito e dirigido por Fernando Kinas
- Crédito: Divulgação


Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais