14/03/2010 - 14h15

"O Despertar da Primavera" reúne sexo, drogas e rock and roll

Duração: 120 minutos. Não recomendado para menores de 14 anos.
As informações estão atualizadas até a data acima. Sugerimos contatar o local para confirmar as informações

MILENA EMILIÃO
do Guia da Folha

O musical "O Despertar da Primavera" está no teatro Sérgio Cardoso (região central de São Paulo), desde sexta-feira (12), após temporada de sucesso no Rio, onde atraiu 40 mil espectadores, principalmente adolescentes, e recebeu cinco indicações ao prêmio Shell.

Jefferson Coppola/Folha Imagem
expressão do pensamento dos personagens
Elenco feminino ensaia número de "O Despertar da Primavera", em cartaz na capital paulista

A montagem é mais uma da dupla Charles Möeller e Claudio Botelho (de "7 - O Musical" e "Avenida Q"). Escrita pelo alemão Frank Wedekind, no século 19, a peça trata dos questionamentos de um grupo de jovens e aborda temas como abuso sexual, suicídio e homossexualismo.

O elenco, formado por 19 atores com idades entre 16 e 25 anos, se expressa por meio de músicas modernas e transgressoras. Möeller confessa que o espetáculo é um sonho realizado. "Quando jovem, ia aos musicais e desejava trazer esse público para o teatro também", diz. "Hoje, vejo que 'Despertar' virou o hino dos adolescentes."

A saga de "Despertar"
Antes mesmo de chegar aos palcos, em 1891, "O Despertar da Primavera" --"Frühlings Erwachen", no original em alemão, escrito por Frank Wedekind-- foi proibido, acusado de incitar os jovens ao suicídio. A primeira montagem, com cortes, ocorreu em Berlim, em 1906. Em 1974, o texto estreou em Londres; sua versão musical surgiu na Broadway, em 2006.

Cariocas lotaram teatro
Nos seis meses em cartaz no Rio, "O Despertar da Primavera" conquistou fãs fiéis. Na sessão que o Guia acompanhou, em janeiro, jovens contavam as vezes que tinham ido ao musical (alguns assistiram a mais de dez performances). Durante o intervalo, os audaciosos sentavam-se no chão, mais perto dos atores, para entoar aos brados a última canção. A atriz Malu Rodrigues, 16, afirma que há identificação por causa da idade do elenco. "Somos tão novos quanto o público. É quase como se não estivesse interpretando, falamos de questões atuais ainda hoje."

Jefferson Coppola/Folha Imagem
"O Despertar da Primavera"
"O Despertar da Primavera" fica em cartaz até 2 de maio no teatro Sérgio Cardoso, em SP

Sem papas na língua
As músicas do espetáculo são a "expressão do pensamento dos personagens", segundo o diretor Charles Möeller. É por meio delas que os temas polêmicos são tratados. Confira exemplos:

>> Relações sexuais: "Venha me tocar onde eu gosto, eu te peço e eu quero mais e de novo e outra vez" ("Venha").

>> Incesto: "Na hora que eu vou dormir, minha mãe sorri. Será que ela não sabe? (...) Então você chega e boa noite, amor, e me abraça e me sussurra sob o cobertor: 'Somos só nós dois, nós e um segredo'" ("Um Escuro Sem Fim").

>> Opressão: "O que faz você arrepiar é que essa merda ainda vai cheirar. E você pergunta 'hey, que é que eu fiz?'. Você é um cão que os caras gostam de chutar" ("Se Fodeu!").

* A repórter Milena Emilião viajou ao Rio de Janeiro a convite da produção do musical.

Informe-se sobre o evento

Avaliações de cinema, teatro e exposições
ótimoruim
bompéssimo
regular
Publicidade
A Noviça Rebelde (Blu-ray)

A Noviça Rebelde (Blu-ray)

Vários

Comprar

Chaplin - A Obra Completa (20 DVDs)

Chaplin - A Obra Completa (20 DVDs)

Charlie Chaplin

Comprar

Melodia da Broadway (DVD)

Melodia da Broadway (DVD)

Vários

Comprar

Dom Quixote (2 Vols.)

Dom Quixote (2 Vols.)

Miguel de Cervantes

Comprar

12 Homens e uma Sentença (DVD)

12 Homens e uma Sentença (DVD)

Vários

Comprar