José Padilha dirige produção internacional '7 Dias em Entebbe'

Rosamund Pike e Daniel Brühl protagonizam longa

Guilherme Genestreti
São Paulo

Em meio ao fuzuê da série “O Mecanismo”, chega aos cinemas brasileiros outra obra do diretor carioca José Padilha, o filme “7 Dias em Entebbe”.

Produção internacional, o longa recria um episódio real ocorrido em 1976: o sequestro de um avião cheio de passageiros israelenses por guerrilheiros alemães pró-Palestina.

Daniel Brühl (“Adeus, Lenin”, 2003) e Rosamund Pike (“Garota Exemplar”, 2014) fazem a dupla de sequestradores, cheios de idealismo, mas com pouquíssimo sangue frio para a empreitada.

Ao dar espaço para as nuances dos terroristas, Padilha constrói uma obra bem menos maniqueísta do que “Tropa de Elite” (2007) ou mesmo “O Mecanismo”.

Leia a crítica do filme.
Veja salas e horários de exibição.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais