Lady Gaga protagoniza remake de 'Nasce uma Estrela'; conheça as outras versões do filme

Longa marca a estreia de Bradley Cooper na direção

-
Leonardo Sanchez
São Paulo

Nasce uma nova versão da clássica história de amor estrelada originalmente por Janet Gaynor e Fredric March.

Dirigido por William A. Wellman e Jack Conway em 1937, “Nasce uma Estrela” sobreviveu ao teste do tempo ao retratar a história de uma estrela decadente da música que se apaixona por uma em ascensão. Tanto que ganhou três remakes em diferentes épocas e contextos.

O primeiro foi em 1954, no que muitos consideram o melhor trabalho de Judy Garland. Já o segundo foi em 1976, com Barbra Streisand.

Agora, é a vez de Lady Gaga assumir o papel principal da trama, sua primeira protagonista no cinema. Seu par romântico nas telas, Bradley Cooper, comanda o longa —sua estreia na cadeira de diretor.

Na trama, Gaga interpreta Ally, jovem que sonha em ser cantora. Quando entoa uma versão poderosa de “La Vie en Rose” em um bar de drag queens, é descoberta por Jackson Maine (Cooper), nome conhecido do country rock com problemas de alcoolismo. Os dois se apaixonam enquanto suas carreiras tomam 
rumos opostos.

Exibido nos festivais de Veneza e Toronto, o filme é embalado por parcerias musicais entre Gaga, Cooper e artistas da cena country e pop, e tem tudo para chegar com força ao próximo Oscar.

Se no filme a autora de hits como “Bad​ Romance” encanta com sua atuação, Cooper surpreende a todos com sua voz, em músicas cantadas ao vivo durante as gravações.

Leia a crítica do filme. 
Veja as salas e horários de exibição.

 

Antecessores

1937
Janet Gaynor e Fredric March formavam o casal do primeiro longa, dirigido por William A. Wellman e Jack Conway. O filme venceu o Oscar de melhor roteiro original e foi indicado a outras seis estatuetas.

Janet Gaynor e Fredric March em 'Nasce uma Estrela' (1937)
Janet Gaynor e Fredric March em 'Nasce uma Estrela' (1937) - Divulgação

1954
George Cukor comandou a segunda versão da história, estrelada por Judy Garland e James Mason, marcada por problemas de edição devido à duração do filme.

Judy Garland em 'Nasce uma Estrela' (1954)
Judy Garland em 'Nasce uma Estrela' (1954) - Divulgação

1976
Primeira releitura a transpor a trama do mundo do cinema para o da música, tem Barbra Streisand e Kris Kristofferson —que assim como Gaga veio da indústria musical— como protagonistas. A direção é de Frank Pierson e o longa arrematou o Oscar de canção original por “Evergreen”.

Kris Kristofferson e Barbra Streisand em 'Nasce uma Estrela' (1976)
Kris Kristofferson e Barbra Streisand em 'Nasce uma Estrela' (1976) - Divulgação
 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais