Descrição de chapéu Cinema
Cinema

'O Farol' e 'Dois Papas' ganham nova exibição em repescagem da 43ª Mostra

29 filmes da programação do evento têm novas sessões no Cinesesc até quarta (6)

São Paulo

Quem não conseguiu ingresso para as concorridas sessões de "O Farol" e "Dois Papas" durante a 43ª Mostra, ganhou uma nova chance. Os filmes serão exibidos na repescagem, que começa nesta quinta (31) e vai até a próxima quarta (6), exclusivamente no Cinesesc.

Ao todo, 29 filmes da programação ganham novas projeções, como os documentários "Babenco" e "Honeyland". Também participam os títulos dos diretores homenageados, Olivier Assayas, Elia Suleiman e Amos Gitai.

Os ingressos só podem ser comprados no dia, no site do Cinesesc, ou na bilheteria.

Confira a programação completa da repescagem da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo:

 

Quinta, 31

14h: Irma Vep
Idem. França, 1996. Direção: Olivier Assayas. Com: Maggie Cheung, Jean-Pierre Léaud e Nathalie Richard. 99 min. 14 anos.
Nesta homenagem à história do cinema francês, uma atriz de Hong Kong é convidada a protagonizar um remake do clássico mudo “Les Vampires”.

16h: Horas de Verão
L’Heure D’Été. França, 2008. Direção: Olivier Assayas. Com: Juliette Binoche, Charles Berling e Jérémie Renier. 103 min. 10 anos.
Com a morte da mãe, três irmãos com vidas distantes têm de decidir o destino da coleção de arte que ela deixou.

18h: Vidas Duplas
Doubles Vies. França, 2018. Direção: Olivier Assayas. Com: Guillaume Canet, Juliette Binoche e Vincent Macaigne. 107 min. 14 anos.
Um escritor borra a linha entre ficção e realidade ao se inspirar em suas escapadas extraconjugais —uma delas com a mulher de seu editor— para escrever o novo livro.

20h10: Espionagem na Rede
Demonlover. França, 2002. Direção: Olivier Assayas. Com: Connie Nielsen, Gina Gershon e Chloë Sevigny. 129 min. 18 anos.
Neste suspense erótico, uma jovem executiva é recrutada como espiã para uma empresa que disputa a aquisição de uma tecnologia ilícita de pornografia. Com trilha sonora do Sonic Youth.

Sexta, 1º

14h: Cicatrizes
Savovi. Sérvia, 2019. Direção: Miroslav Terzic. 97 min. 16 anos.
Uma mulher não aceita a morte do filho recém-nascido e desconfia que ele foi roubado. Para descobrir a verdade, ela irá contra o hospital, a polícia e sua própria família.

16h: Viajante da Meia-Noite
Midnight Traveler. EUA/Reino Unido/Qatar/Canadá, 2019. Direção: Hassan Fazili. 87 min. 12 anos.
Refugiado afegão mostra os percalços que ele e sua família têm passado desde a fuga de sua terra natal por perseguição do Talibã.

18h: Babenco - Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou
Brasil, 2019. Direção: Bárbara Paz. 75 min. 12 anos.
Filmado nos últimos anos de vida de Héctor Babenco (1946-2016) por sua mulher, Bárbara Paz, este documentário traz reflexões e momentos marcantes da vida e da obra do diretor, conhecido por filmes como “Pixote - A Lei do Mais Fraco” (1980).

20h: O Farol
The Lighthouse. EUA, 2019. Direção: Robert Eggers. Com: Robert Pattinson e Willem Dafoe. 110 min. 16 anos.
Do diretor do terror ‘A Bruxa’ (39ª Mostra), o longa exibe, em preto e branco, a história de dois faroleiros de uma ilha remota, enfrentando a convivência forçada, a solidão e seus piores medos.

Cena do australiano 'Dente de Leite'
Cena do australiano 'Dente de Leite', de Shannon Murphy - Divulgação

Sábado, 2

14h: Tristeza e Alegria na Vida das Girafas
Idem. Portugal, 2019. Direção: Tiago Guedes. Com: Maria Abreu, Tonan Quito e Miguel Borges. 109 min. 12 anos.
No auge da crise econômica portuguesa, uma garota sai em uma aventura acompanhada de seu depressivo ursinho de pelúcia em busca de uma reunião com o primeiro-ministro —ela quer reivindicar uma televisão em que possa assistir o Discovery Channel.

16h15: Lara
Idem. Alemanha, 2018. Direção: Jan Ole Gerster. Com: Corinna Harfouch, Tom Schilling e Volkmar Kleinert. 98 min. 16 anos.
No mesmo dia de seu aniversário de 60 anos, acontece um importante concerto de piano de seu filho —com quem ela não tem uma boa relação. Ela, então, compra todos os ingressos disponíveis e sai para distribuí-los a pessoas importantes de sua vida.

18h20: Pacificado
Pacified. Brasil/EUA, 2019. Direção: Paxton Winters. Com: José Loreto, Débora Nascimento e Bukassa Kabengele. 120 min. 16 anos.
Uma moradora do Morro dos Prazeres sob ocupação policial tem dificuldade em se reconectar com o pai recém-libertado da prisão.

20h50: Dente de Leite
Babyteeth. Austrália, 2019. Direção: Shannon Murphy. Com: Eliza Scanlen, Toby Wallace e Ben Mendelsohn. 117 min. 14 anos.
O primeiro amor de uma adolescente em estado terminal é o menino dos piores pesadelos dos pais dela: um traficante sete anos mais velho.

Domingo, 3

14h: Os Olhos de Cabul
Les Hirondelles de Kaboul. França, 2018. Direção: Eléa Gobbé-Mévellec e Zabou Breitman. 81 min. 14 anos.
Adaptada do livro homônimo de Yasmina Khadra, esta animação conta a história de dois casais que vivem na capital do Afeganistão sob o controle do Talebã.

15h50: Chorão: Marginal Alado
Brasil, 2019. Direção: Felipe Novaes. 75 min. 14 anos.
Financiado coletivamente, o documentário conta a vida e o legado de Chorão, líder do Charlie Brown Jr., morto em 2013. Na mesma sessão, será exibido o média-metragem "Sete Anos em Maio", de Affonso Uchoa.

18h20: O Paraíso Deve Ser Aqui
It Must Be Heaven. França/Qatar/Alemanha/Canadá/Palestina/Turquia, 2019. Direção: Elia Suleiman. Com: Gael García Bernal, Elia Suleiman, Ali Suliman. 97 min. Livre.
O diretor interpreta a si mesmo, um palestino que foge de sua terra natal, mas encontra vestígios de seu país de origem aonde quer que vá. Recebeu menção especial do júri no Festival de Cannes.

20h30: Dois Papas 
The Two Popes. Reino Unido, 2019. Direção: Fernando Meirelles. Com: Jonathan Pryce, Anthony Hopkins e Juan Minujín. 125 min. 12 anos.
Produzido pela Netflix, mostra a amizade e os conflitos entre o papa Bento 16 e seu sucessor, o papa Francisco. Do mesmo diretor de “Ensaio Sobre a Guerra” (37ª Mostra).

Cena do filme "Berlim-Jerusalém", de Amos Gitai
Cena do filme "Berlim-Jerusalém" (1989), de Amos Gitai - Divulgação

Segunda, 4

14h: Viajantes de Guerra 
Musafiru Al Harb. Líbano/Síria, 2018. Direção: Joud Said. Com: Ayman Zeidan, Lina Hawarneh e Loujain Ismail. 108 min. Livre.
Grupo de viajantes tentando escapar de Alepo é forçado a parar por causa de conflitos à frente. Obrigados a conviver, esperam o fim da guerra na Síria.

16h15: Berlim-Jerusalém
Berlin-Yerushalaim. Israel, 1989. Direção: Amos Gitai. Com: Liza Kreuzer e Rivka Neumann. 89 min. 14 anos.
Em 1930, a história de duas mulheres se interconecta em Jerusalém em um cenário de poesia, ideologia e violência. Do mesmo diretor de “Um Trem em Jerusalém”, exibido na 42ª Mostra.

18h10: Aos Olhos de Ernesto 
Brasil, 2019. Direção: Ana Luiza Azevedo. Com: Jorge Bolani, Júlio Andrade e Jorge d’Elia. 100 min. Livre.
Um fotógrafo octogenário está perdendo a visão. A limitação também faz com que ele aprenda a aproveitar as delícias trazidas pelo tempo e descubra que nunca é tarde para encontrar amizades e um grande amor.

20h40: A Grande Muralha Verde 
The Great Green Wall. Reino Unido, 2019. Direção: Jared P. Scott. 90 min. Livre.
Produzido por Fernando Meirelles, o documentário esmiúça o plano de 11 nações africanas de plantarem uma faixa de 8.000 quilômetros de vegetação ao longo do Sahel— área semiárida logo abaixo do Saara.

Terça, 5

14h: Fotógrafo da Guerra
Krigsfotografen. Dinamarca/Finlândia, 2019. Direção: Boris Benjamin Bertram. 75 min. 14 anos.
Documentário sobre um famoso fotógrafo de guerra dinamarquês tentando encontrar o equilíbrio entre os campos de batalha e o cuidado de seus quatro filhos.

 15h45: Kadosh - Laços Sagrados
Kadosh. Israel, 1999. Direção: Amos Gitai. Com: Yaël Abecassis, Yoram Hattab e Meital Barda. 110 min. 16 anos.
Duas irmãs sofrem com a ultraortodoxia de uma comunidade judaica em Jerusalém, onde as mulheres têm de cuidar da casa e dos filhos para que os homens se dediquem totalmente ao estudo da Torá. Do mesmo diretor de “Uma Carta para um Amigo em Gaza”, exibido na 42ª Mostra.

18h: Partida
Brasil, 2019. Direção: Caco Ciocler. Com: Georgette Fadel, Léo Steinbruch e Paula Cesari. 94 min. 10 anos.
Na estreia do ator Caco Ciocler na direção, uma atriz aspirante à Presidência da República sai em um ônibus antigo em uma viagem para encontrar sua maior inspiração: o ex-presidente uruguaio Pepe Mujica.

20h10: Honeyland
Idem. Macedônia do Norte, 2019. Direção: Ljubomir Stefanov e Tamara Kotevska. 90 min. 12 anos.
O cotidiano da última apicultora nômade da região da Macedônia é o tema deste documentário. As dificuldades e a beleza de sua profissão são apresentadas enquanto ela tem que lidar com a chegada de uma família itinerante turca. Representante da Macedônia do Norte por uma vaga ao Oscar de filme internacional.

"System Crasher", de Nora Fingscheidt - Alemanha
Cena do filme alemão "System Crasher", de Nora Fingscheidt - Divulgação

Quarta, 6

14h: Fim de Estação
End of Season. Azerbaijão/Alemanha/Geórgia, 2019. Direção: Elmar Imanov. Com: Rasim Jafarov, Mir-Movsum Mirzazade e Zulfiyye Qurbanova. 92 min. 14 anos.
Família do Azerbaijão vive sob o mesmo teto sem realmente se conhecerem. Tudo muda quando, subitamente, a mãe desaparece.

16h: Mi Vida
Idem. Espanha/Holanda, 2019. Direção: Norbert ter Hall. Com: Loes Luca, Elvira Mínguez e Fermi Reixach. 90 min. 12 anos.
Uma cabeleireira holandesa sonhou a vida toda em morar na Espanha. Com a aposentadoria, ela finalmente reúne a coragem de correr atrás do que realmente quer.

17h50: Currais 
Brasil, 2019. Direção: David Aguiar e Sabina Colares. Com: Rômulo Braga, Zezita Matos e Vitor Colares. 104 min. Livre.
Misto de ficção e documentário, mostra a jornada de um homem no sertão cearense pelos locais que prestavam apoio às vítimas da seca entre as décadas de 1910 e 1930. Por conta da condição desumana a que os sertanejos eram submetidos, as áreas são chamadas de campos de concentração.

19h45: System Crasher 
Systemsprenger. Alemanha, 2019. Direção: Nora Fingscheidt. Com: Helena Zengel, Albrecht Schuch e Gabriela Maria Schmeide. 118 min. 18 anos.
Premiado no Festival de Berlim, acompanha uma menina sob a tutela do Estado que quebra todas as regras para retornar à guarda de sua mãe biológica.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais