'Parasita' e filme brasileiro com ator de 'Stranger Things' no Municipal são destaques do dia na Mostra

'Abe' e 'Três Verões' serão exibidos gratuitamente no Theatro Municipal; confira

São Paulo

Os maiores destaques deste sábado (19) da 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo são três sessões que devem ser bem concorridas: "Abe" e "Três Verões" de graça no Theatro Municipal e a primeira apresentação na Mostra de "Parasita", vencedor da Palma de Ouro.

Seu Jorge e Noah Schnapp em cena de "Abe" (2019), de Fernando Grostein
Seu Jorge e Noah Schnapp em cena de "Abe" (2019), de Fernando Grostein - Divulgação

"Abe", dirigido pelo brasileiro Fernando Grostein, conta a história de um garoto nova-iorquino (Noah Schnapp, o Will de 'Stranger Things') que tenta usar seus dotes culinários para unir sua família, metade israelense e metade palestina. Para isso, terá a ajuda de um chef brasileiro, interpretado por Seu Jorge.

Em "Três Verões", Regina Casé interpreta uma caseira humilde que se vê implicada na Lava Jato.

Os dois filmes serão exibidos em sequência, à partir das 16h no Theatro Municipal. Os ingressos podem ser retirados com uma hora de antecedência na bilheteria.

Outra dica para hoje é "Parasita", do sul-coreano Bong Joon-ho. O filme venceu o maior prêmio do Festival de Cannes e é um forte concorrente ao Oscar 2020. A projeção acontece no Petra Belas Artes, às 21h10 (confira outras datas e sessões) com preço diferenciado: a inteira sai por R$20.

Outros destaques do dia na Mostra

Family Romance, LTDA
Family Romance, LLC. EUA, 2019. Direção: Werner Herzog. 89 min. 14 anos.
Híbrido entre ficção e documentário, o filme acompanha o cotidiano do fundador da empresa japonesa real Family Romance, que aluga famílias —ou pessoas contratadas para interpretar pais, filhos, avôs e namorados.

Veja salas e horários

Rua do Deserto, 143
143 Sahara Street. Argélia/França, 2019. Direção: Hassen Ferhani. 100 min. Livre. 
O documentário mostra um café de uma só mesa no meio do Saara argelino, sua dona e os viajantes que por ali passam.

Veja salas e horários

Honeyland
Idem. Macedônia do Norte, 2019. Direção: Ljubomir Stefanov e Tamara Kotevska. 90 min. 12 anos.
O cotidiano da última apicultora nômade da região da Macedônia é o tema deste documentário. As dificuldades e a beleza de sua profissão são apresentadas enquanto ela tem que lidar com a chegada de uma família itinerante turca. Representante da Macedônia do Norte por uma vaga ao Oscar de filme internacional.

Veja salas e horários

522. Um Gato, um Chinês e Meu Pai
522. Un Gato, un Chino y Mi Padre. Espanha/Portugal, 2019. Direção: Paco R. Baños. Com: Natalia de Molina, Alberto Jo Lee e Manolo Solo. 94 min. 14 anos.
Uma agorafóbica se limita a lugares que estejam a, no máximo, 522 passos de sua casa. Quando seu único companheiro, um gatinho malhado, foge, isso pode estar prestes a mudar.

Veja salas e horários

Mr. Jones
Idem. Polônia/Ucrânia/Reino Unido, 2019. Direção: Agnieszka Holland. Com: James Norton, Vanessa Kirby e Peter Sarsgaard. 120 min. 16 anos.
O filme é baseado na história real de Gareth Jones, um jornalista galês que, em 1933, viajou para União Soviética e expôs a fome dos camponeses ucranianos sob o regime stalinista.

Veja salas e horários

Carcereiros - O Filme
Brasil, 2019. Direção: José Eduardo Belmonte. Com: Rodrigo Lombardi, Kaysar Daddour e Dan Stulbach. 110 min. 16 anos.
Um agente penitenciário tem de lidar com o aumento na tensão dentro da cadeia com a chegada de um terrorista internacional. Baseado na minissérie homônima exibida pela Rede Globo.

Veja salas e horários

Amazing Grace
Idem. EUA, 2019. Direção: Alan Elliott. 89 min. Livre.
Documentário revisita a gravação do álbum “Amazing Grace”, de 1972, de Aretha Franklin. Gravado ao vivo em uma igreja em Los Angeles, ainda é o disco gospel mais bem-sucedido de todos os tempos.

Veja salas e horários

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais