Ricardo Darín e atriz de 'Azul É a Cor Mais Quente' estão nos filmes em destaque da 43ª Mostra

Entre as indicações para esta segunda figuram 'A Odisseia dos Tontos' e 'Sibyl'

São Paulo

Novo filme estrelado por Ricardo Darín, "A Odisseia dos Tontos" passa na 43ª Mostra antes de entrar em cartaz no circuito (já na próxima quinta, dia 31).

Dirigido por Sebastián Borensztein, essa coprodução entre Argentina e Espanha foi escolhida como representante do país sul-americano para tentar uma vaga no Oscar de filme internacional.

Na trama, um grupo de pessoas comuns perde todas as economias com a quebra dos bancos argentinos. Pior, descobrem que um empresário local teve informações privilegiadas e ficou com os dólares da turma. Agora, eles resolvem tomar ações drásticas para recuperar o dinheiro. Filho de Ricardo, Chino Darín também está no elenco. 

O dia tem outros dois longas que tentam a indicação para o Oscar de filme internacional: "Monos", pela Colômbia, e "O Pássaro Pintado", pela República Tcheca. 

Para completar, tem ainda "Sibyl", novo filme com a atriz Adèle Exarchopoulos (conhecida pelo papel em "Azul É a Cor Mais Quente"). 

Adèle Exarchopoulos em cena de 'Sibyl'
Adèle Exarchopoulos em cena de 'Sibyl' - Divulgação

Confira os destaques:

Corações e Ossos
Hearts and Bones. Austrália, 2019. Direção: Ben Lawrence. Com: Hugo Weaving, Andrew Luri e Hayley McElhinney. 111 min. 14 anos.
Ao organizar uma retrospectiva de sua trajetória para uma exibição, um fotógrafo de guerra encontra um registro que pode ameaçar sua carreira e a vida de um refugiado. Os dois formam uma improvável amizade.

Veja salas e horários

O Invasor
Brasil, 2001. Direção: Beto Brant. Com: Marco Ricca, Alexandre Borges e Paulo Miklos. 97 min. 18 anos.
Dois dos três sócios de uma construtora contratam um matador de aluguel para eliminar o terceiro, de quem discordam em relação a um projeto. No entanto, nada corre conforme o planejado quando o assassino entra em suas vidas.

Veja salas e horários

Uma Lua para Meu Pai
A Moon for My Father. Irã/Reino Unido, 2019. Direção: Mania Akbari e Douglas White. 75 min. 14 anos.
Documentário acompanha uma troca de cartas entre a diretora e seu marido, um escultor, conectando o corpo dela —que retirou as mamas e os ovários por um câncer— a ideais de beleza e a história política do Irã. Da mesma diretora de “A Vida Pode Ser”, exibido na 38ª Mostra.

Veja salas e horários

Monos
Idem. Colômbia/Argentina/Holanda/Alemanha/Suécia, 2019. Direção: Alejandro Landes. Com: Sofia Buenaventura, Moisés Arias e Julianne Nicholson. 102 min. 16 anos.
Nas montanhas colombianas, um grupo de adolescentes armados é encarregado de manter uma engenheira americana como refém. Após um incidente, as coisas fogem do controle e eles são obrigados a fugir para a floresta. O filme é o representante da Colômbia por uma indicação ao Oscar de filme internacional.

Veja salas e horários

A Odisseia dos Tontos
La Odisea de los Giles. Argentina/Espanha, 2019. Direção: Sebastián Borensztein. Com: Ricardo Darín, Chino Darín e Luis Brandoni. 120 min.  Class. não informada.
Arruinados pelo congelamento bancário no auge da crise financeira argentina, um grupo resolve pegar de volta o dinheiro confiscado —onde quer que esteja. Representante da Argentina ao Oscar de filme internacional.

Veja salas e horários

Pacificado
Pacified. Brasil/EUA, 2019. Direção: Paxton Winters. Com: José Loreto, Débora Nascimento e Bukassa Kabengele. 120 min. 16 anos.
Uma moradora do Morro dos Prazeres sob ocupação policial tem dificuldade em se reconectar com o pai recém-libertado da prisão.

Veja salas e horários

O Pássaro Pintado
The Painted Bird. República Tcheca/Ucrânia/Eslováquia, 2019. Direção: Václav Marhoul. Com: Stellan Skarsgard, Harvey Keitel e Udo Kier. 169 min. 18 anos.
Durante a Segunda Guerra Mundial, um garoto judeu foge para o leste europeu. Quando sua última parente morre, ele tem de enfrentar a perseguição antissemita sozinho.

Veja salas e horários

O que Arde
Idem. França/Luxemburgo/Espanha, 2019. Direção: Oliver Laxe. Com: Benedicta Sánchez, Amador Arias e Inazio Abrao. 85 min. 14 anos.
Num vilarejo rural nas montanhas da Galícia, um incendiário volta para casa depois de sair da cadeia. Tudo corre placidamente até que um incêndio devasta a região. Vencedor do prêmio do júri na mostra Um Certo Olhar em Cannes.

Veja salas e horários

Sybil
Idem. França/Bélgica, 2019. Direção: Justine Triet. Com: Adèle Exarchopoulos, Gaspard Ulliel e Virginie Efira. 100 min. 16 anos.
A verdadeira paixão de uma psicóloga é a escrita, mas falta inspiração. Quando uma atriz começa a frequentar seu consultório, seus relatos despertam a criatividade da terapeuta.

Veja salas e horários

Todos os Outros
Alle Anderen. Alemanha, 2009. Direção: Maren Ade. Com: Lars Eidinger, Birgit Minichmayr e Hans-Jochen Wagner. 85 min. 16 anos.
Durante férias no Mediterrâneo, um casamento é testado ao toparem com outro casal que é uma versão deles, só que melhores. Da mesma diretora de “Toni Erdmann” (2016).

Veja salas e horários

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais