Descrição de chapéu Crítica
Criança

Habilidosas, palhaças são estrelas de peça sobre respeito às diferenças

Espetáculo está em cartaz no Sesc Bom Retiro

GABRIELA ROMEU
São Paulo

“Rinocerantas”, espetáculo da Cia. Lona de Retalhos, aborda relações de intolerância e poder a partir da obra do dramaturgo romeno Eugène Ionesco (1909-1994), expoente do teatro do absurdo.

São duas habilidosas palhaças, Carina Prestupa e Thaís Póvoa, dirigidas por Bete Dorgam, que traduzem em situações cotidianas, do acordar ao tomar chá, o perigo das relações assimétricas.

Carina Prestupa e Thaís Póvoa atuam no espetáculo da Cia. Lona de Retalhos - Diyo Coelho/Divulgação

Vestida de preto e cinza, uma só quer mandar, é obcecada por organização e perfeição. A outra, vermelha, transforma tudo em brinquedo e não liga se a saia está amarrotada. 

Pais e filhos logo se identificam com as situações. Adultos aplaudem os ensinamentos autoritários da palhaça cinza, a Branca. Já as crianças se divertem com as trapalhadas da vermelha, a Augusta, para burlar regras.

Figurinos, assim como cenário, demarcam com graça as personalidades da dupla, até que a intolerância pesa como um rinoceronte.

Pesam também na plateia as cenas um tanto dilatadas. O espetáculo, no entanto, dialoga bem com o público infantil, por meio do humor físico, e também com o adulto, a partir de diálogos em que transbordam questões contemporâneas, como imigração e gênero.

Indicação da crítica: a partir de 4 anos

Sesc Bom Retiro - Al. Nothmann, 185, Campos Elíseos, região central, tel. 3332-3600. 291 lugares. Dom.: 12h. Até 10/3. Ingr.: R$ 5 a R$ 17. Menores de 12 anos: grátis. Ingr. p/ sescsp.org.br. 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais