Virada Cultural tem shows no centro e em bairros da cidade

Com perímetro reduzido nesta edição —da Luz ao Anhangabaú—, região concentra maior parte da programação. Veja destaques.


Palco Júlio Prestes
Considerado o principal palco do evento, por motivos de segurança, neste ano sua programação não vai virar a madrugada. O veterano Ney Matogrosso dá a largada com show de sua turnê "Atento ao Sinais", e é seguido por grandes nomes da cena nacional, como Alcione -que faz sua estreia na Virada, cantando temas como "Não Deixe o Samba Morrer" e "Meu Ébano"- e Baby do Brasil, que se apresenta ao lado do cantor Armandinho. Reabrindo o palco no domingo, a Osesp, sob regência de Isaac Karabtchevsky, interpreta temas de Villa-Lobos, Stravinsky e Ravel. Em seguida, o rapper Criolo sobe ao palco com sua turnê "Ainda Há Tempo", baseada em seu primeiro disco, homônimo, lançado há dez anos. Para encerrar, o Nação Zumbi toca ao lado da banda suíça The Young Gods.

R. Mauá, s/nº, região central, s/tel. Ney Matogrosso, sáb.: 18h. Alcione, sáb.: 21h. Baby do Brasil e Armandinho, sáb.: 23h. OSESP toca Villa-Lobos, Stravinsky e Ravel com regência de Isaac Karabtchevsky, dom.: 12h. Criolo, dom.: 15h. Nação Zumbi e The Young Gods (Suíça), dom.: 18h.

Palco São João
Trata-se de um palco dedicado exclusivamente às mulheres cantoras. Nele, serão interpretadas diferentes sonoridades, que vão do funk de Valesca -com a turnê "Sou Dessas"- ao samba de
Maria Rita e Teresa Cristina. A cubana Yusa abre o palco e é seguida de Ellen Oléria, que canta junto com Sandra Belê e Khrystal. Depois, é a vez da veterana Elza Soares, que faz apresentação à meia-noite com repertório baseado em seu disco mais recente, "A Mulher do Fim do Mundo" (2014), que mescla samba rock, rap e música eletrônica e que aborda em suas composições temas como a violência doméstica e a transexualidade. Em seguida, a cantora Céu interpreta faixas de seu disco "Tropix", lançado em março deste ano. Também passam por lá a ex-Porta dos Fundos, Clarice Falcão, que entoa faixas de seu álbum mais novo, "Problema Meu", Elba Ramalho e Lei Di Dai.

Praça Júlio Mesquita - av. São João, alt. do nº 1.100, s/tel. Valesca, sáb.: 22h. Elza Soares, sáb.: 24h. Céu, sáb.: 2h. Clarice Falcão, dom.: 8h. Elba Ramalho, dom.: 11h.

Largo do Paissandu
Definido como "território da cultura popular" do evento, o espaço vai receber diversas atrações de regiões da capital paulista e de cidades próximas. Destaque para a Congada de Santa Efigênia, o Grupo Bongar, o Maracatu Carcaxá e o samba de roda Garoa do Recôncavo.

Lgo. do Paissandu, região central. Sáb.: 18h até as 18h de dom.

Palco Alfredo Issa
Com apostas em sonoridades experimentais com elementos da música eletrônica, sobem ao palco artistas como Jaloo, a compositora Marina Lima ao lado de Strobo, o conjunto Bike, com seu som psicodélico, e o The Loop Lab -projeto que reúne quatro músicos australianos que criam multifonias. Além disso, no domingo, a partir das 12h30, haverá programação com curadoria da Matilha Cultural, com nomes como Sombra (14h) e Black Alien (17h).

R. Beneficência Portuguesa, 29, The Loop Lab (Austrália), sáb.: 18h. Marina Lima e Strobo, sáb.: 22h.

Palco Arouche
A segunda edição do concurso Rainha da Virada, campeonato de "lipsync" (dublagem musical) entre artistas performáticas da noite LGBT, terá como jurada a convidada especial Yara Sofia, que participou do reality show norte-americano "RuPaul's Drag Race". Ela também fará performances durante as batalhas. Outro destaque do palco é o conjunto Fat Family, que revê marcos da trajetória e mostra nova música, intitulada "Mexe o Pescocinho". Também passampor ali nomes como Genival Lacerda e Roberta Miranda.

Lgo. do Arouche, República, Concurso Rainha da Virada + Yara Sofia, sáb.: 18h. Fat Family, sáb.: 22h. Genival Lacerda, dom.: 13h.

Palco Barão de Limeira
Ritmos como calipso, tecnobrega, forró, cumbia, salsa, carimbó e lambada dão o tom deste palco. Nomes como a paraense Gaby Amarantos, Saulo Duarte e a veterana Fafá de Belém marcam presença nos dias. A programação é encerrada com o conjunto do Peru, Cumbia All Star (17h).

Al. Br. de Limeira esq. c/ av. Dq. de Caxias, Campos Elíseos, região central, s/tel. Gaby Amarantos, sáb.: 23h. Fafá de Belém convida Mestre Solano, dom.: 9h. Livre.

Palco Copan
Montado em frente ao Edifício Copan, o palco é voltado para a música instrumental. Gêneros como o choro e a MPB tomarão forma com a sonoridade dos nomes que se apresentam, entre eles Carlos Malta Quarteto e Adylson Godoy. Abre o palco, às 19h, uma apresentação organizada pelo Clube do Choro, com participação de artistas como Henrique Araújo e Makiko Yoneda.

R. Araújo, 200, República, região central, s/tel. Clube do Choro, sáb.: 19h.

Palco Dom José Gaspar
Também estão presentes no megaevento importantes saraus da periferia da capital paulista, em espaço dedicado aos poetas, escritores, músicos e atores. Com mais de quinze apresentações, destaque para
os já conhecidos saraus do Binho e o da Cooperifa.

Pça. D. José Gaspar, s/nº, República,, s/tel. Sarau do Binho, sáb.: 22h. Sarau da Cooperifa, sáb.: 24h.

Palco Patriarca
Para os amantes do forró, este será o lugar para curtir diversas atrações do ritmo. Com repertórios autorais combinados a clássicos do gênero, passam por ali nomes como Caju e Castanha, Forroçacana e Trio Dona Zefa.

Pça. do Patriarca, Sé, Forroçacana, dom.: 2h. Trio Dona Zefa, dom.: 4h Caju e Castanha, dom.: 10h.

Palco Princesa Isabel
O samba será o carro-chefe do palco, cuja programação inclui nomes como Arlindo Cruz e Leci Brandão, que canta com o grupo Sampagode. Haverá ainda uma homenagem à veterana Dona Ivone Lara, comandada por Monarco, Fabiana Cozza e Graça Braga. No entorno, o público vai poder encontrar barracas com comida de boteco e rodas de samba formada só por mulheres, como a Sambada e a Samba de Rainha.

Pça. Princ. Isabel, s/nº, Campos Elíseos, região central, s/tel. Sampagode convida Leci Brandão, dom.: 13h. Arlindo Cruz, dom.: 15h. Dona Ivone Lara convida Monarco, Fabiana Cozza, Graça Braga, Tobias da Vai Vai e Elizeth Rosa, dom.: 18h.

Palco Rio Branco
A vida e a obra de Flávio Basso, conhecido como Júpiter Maçã -artista gaúcho morto no fim de 2015, cuja marca registrada era o experimentalismo musical- serão celebradas em show tributo com nomes como Rogério Skylab, Wander Wildner e Plato Divorak, entre outros. Também marcam presença no palco conjuntos como os Detonautas, Matanza e Cidadão Instigado, e artistas como a gaúcha radicada no Rio de Janeiro, Duda Brack, e Cícero.

Av. Rio Branco c/ r. Aurora, Campos Elíseos, região central, s/tel. Tributo a Júpiter Maçã com Rogério Skylab, Wander Wildner, Plato Divorak, entre outros, sáb.: 24h. Cidadão Instigado, dom.: 5h. Detonautas, dom.: 15h.

Palco República
Ritmos como o afrobeat, o reggae e o funk ditam a sonoridade do local. Tocam nomes que vão de Bixiga 70 e Rashid ao funkeiro MC Bin Laden -conhecido pelo hit "Tá Tranquilo, Tá Favorável"- e atrações internacionais, a exemplo de Diane Reeves, dos Estados Unidos, de Violentango, da Argentina, e de Edmond Mondesir, da Martinica. No domingo (22), às 18h, haverá um show tributo à Cauby Peixoto, morto no último dia 15. Participam dele nomes como Ângela Maria, Agnaldo Timóteo, Ayrton Montarroyos, Fafá de Belém e Vânia Bastos.

Pça. da República, s/nº, República, região central, s/tel. Bixiga 70, dom.: 1h. MC Bin Laden, dom.: 10h.

Theatro Municipal
Grandes nomes da música popular brasileira revisitam, no Theatro Municipal, discos marcantes de suas respectivas trajetórias, lançados na década de 1970. O baiano Hyldon canta "Na Rua, na Chuva, na Fazenda" (1975), Erasmo Carlos entoa faixas de "Carlos, Erasmo" (1971), e Geraldo Azevedo interpreta "Bicho de 7 Cabeças" (1979). Representando a ala feminina, a veterana Wanderléa revê canções de "Feito Gente" (1975), e Amelinha, de "Frevo Mulher" (1979).

Pça. Ramos de Azevedo, s/nº, República, tel. 3053-2090. Hyldon - Na rua, na Chuva, na Fazenda, sáb.: 19h. Concerto Orquestra Experimental de Repertório, dom.: 11h. Erasmo Carlos - Carlos, Erasmo, dom.: 15h. Geraldo Azevedo - Bicho de 7 Cabeças, dom.: 18h.

Ocupação Anhangabaú
O espaço recebe intervenções do festival Australia Now -evento de cultura australiana no Brasil-, sendo elas o Pyrophone Juggernaut, um instrumento musical de grandes proporções que produz sons a partir de chamas saindo de tubos metálicos, e o grupo Snuff Puppets, que traz um boneco de 26 m de altura com o qual explora a fisiologia humana. Além disso, haverá também um palco dedicado a musicais, a exemplo de "Gilberto Gil - Aquele Abraço, O Musical" e de "Elis, A Musical".

Vale do Anhangabaú, s/nº, região central, s/tel. Gilberto Gil - Aquele Abraço, O Musical, sáb.: 18h. Elis, A Musical, sáb.: 21h30. SamBRA, sáb.: 1h. Dzi Croquettes, sáb.: 3h30. Raia 30 - O Musical, dom.: 13h. Meu Amigo Charlie Brown, Um Musical da Broadway, dom.: 17h.

Pyrophone Juggernaut, sex.: 18h30 e 20h30. Sáb.: 20h, 24h, 3h30 e 4h30. Snuff Puppets, sex.: 18h. The Loop Lab, sáb.: 20h30 e 0h30. 12h e 16h, dom.: 12h e 16h.

Festas na rua
A região da praça Alfredo Issa recebe festas idealizadas por coletivos. A noite de sábado é comandada pela Voodoohop, com música eletrônica a partir das 18h, e o grupo Calefação Tropicaos, que organiza 24h de som com intervenções artísticas na rua dos Gusmões. Já o largo Santa Ifigênia recebe a Freebeats a partir das 20h do sábado e a Rabo de Galo no domingo. Neste mesmo dia, rola hip-hop e rap com a Discopédia e a São Paulo Capital.

R. dos Gusmões, s/nº, Santa Efigênia, s/tel. Calefação Tropicaos, sáb.: 18h até as 18h de dom.

Pça. Alfredo Issa, s/nº, s/tel. Voodoohop, sáb.: a partir das 20h. Discopédia, dom.: a partir das 12h. Kl Jay e dj Will, dom.: a partir das 14h.

Lgo. Sta. Ifigênia, região central, s/tel. Freebeats, sáb.: 20h às 8h de dom. Rabo de Galo, dom.: a partir das 12h.


Boas atrações, como Mano Brown e NX Zero, também estão distribuídas em palcos pela cidade; veja destaques.

Casa de Cultura da Brasilândia
Mesmo com programação resumida a duas atrações neste sábado, o local tem nomes interessantes. A banda Aláfia, que mistura música de terreiro, funk e MPB, toca às 18h, e é seguida pelo projeto Corpos Sonoros, que combina jazz experimental e dança contemporânea.

Pça. Benedita Cavalheiro, s/nº, Jd. Maristela, região norte, tel. 3922-9123. sáb.: a partir das 18h.

Centro Cultural Tendal da Lapa
O punk rock é o ritmo que toca neste sábado no local. Os shows começam às 19h, com a banda Rota 54, e continuam com os grupos Lixomania (às 21h) e Invasores de Cérebro (às 23h).

R. Constança, 72, Água Branca, região oeste, tel. 3862-1837. sáb.: a partir das 19h.

Jardim Helena
O palco reúne muitos nomes do rap, mas também dá espaço para outros ritmos, como samba, com show da Família Amizade Verdadeira (dia 21, às 16h), e MPB, com Chico César (dia 21, às 22h). O músico Mano Brown, do Racionais MC's, fecha a programação às 17h do domingo.

Pça. Craveiro do Campo, s/nº, Jardim Helena, região leste, s/tel. sáb.: a partir das 15h, dom.: a partir das 10h.

Palco M'boi Mirim
O palco traz atrações para adultos e pequenos (veja mais na pág. 61). A programação tem o Sarau Preto no Branco, que mistura músicas e poesia (dia 21, às 17h), a banda Nação Zumbi (dia 21, às 22h) e a cantora Gaby Amarantos (dia 22, às 17h).

Av. Inácio Dias da Silva, Piraporinha, região sul, s/tel. Sarau Preto no Branco, sáb.: 17h. Nação Zumbi, sáb.: 22h. Gaby Amarantos, dom.: 17h.

Palco Parelheiros
O outro palco da região sul da cidade está na rua Terezinha do Prado Oliveira. A programação contempla, principalmente, o samba e o pagode, com atrações como Fabiano do Gueto (dia 21, às 16h), Pagode da 27 (dia 21, às 18h) e Reinaldo, O Príncipe do Pagode (dia 21, às 22h). O rapper Emicida interpreta canções de Cartola no último show de domingo (às 17h).

R. Terezinha Prado de Oliveira, 300, Jardim Novo Parelheiros, região central, s/tel. Emicida, dom.: 17h.

Palco Parque do Carmo
A programação do espaço começa um pouco mais cedo no sábado, quando concentra atrações para todos os gostos. A partir das 11h30, os grupos de rap Odisseia das Flores e De Menos Crime tomam o palco, no qual também sobem a cantora Clarice Falcão e os roqueiros do NX Zero. No domingo, quem se apresenta é a cantora paraibana Elba Ramalho.

Pq. do Carmo - av. Afonso de Sampaio e Souza, 951, Jardim Nossa Senhora do Carmo, região leste, tel. 2748-0010. De Menos Crime, sáb.: 13h, Clarice Falcão, sáb.: 15h. NX Zero, sáb.: 17h. Elba Ramalho, dom.: 17h. Estac. grátis.

Palco Pirituba
Ritmos como samba e rap dominam a programação do palco. Entre os destaque de sábado, estão Osvaldinho da Cuíca (às 13h), o cantor de samba rock Bebeto (às 15h) e o grupo Sampagode, que recebe como convidada a sambista Leci Brandão (às 17h). No domingo, rinha de MCs com Ogi (às 17h) finaliza a programação.

Av. Miguel de Castro, 321, Vila Pereira Barreto, região norte, s/tel. Sampagode convida Leci Brandão, sáb.: 17h. Rinha de MCs com Ogi, dom.: 17h.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais