Descrição de chapéu Crítica
Criança

Peça infantil lança olhar feminista sobre a relação das mulheres com a ciência

'Mary e os Monstros Marinhos' conta a história da paleontóloga inglesa Mary Anning (1799-1847)

São Paulo

Mary e os Monstros Marinhos

  • Classificação Livre
  • Autor Rhena de Faria, Cecília Magalhães, Julia Ianina e Thaís Medeiros
  • Elenco Cecília Magalhães, Julia Ianina e Thaís Medeiros
  • Direção Rhena de Faria

Novo espetáculo da Companhia Delas de Teatro, “Mary e os Monstros Marinhos” lança um olhar feminista sobre a relação das mulheres com a ciência ao contar as (des)venturas da paleontóloga inglesa Mary Anning (1799-1847), que, aos 12 anos, remontou um esqueleto de um réptil marinho extinto.

Dirigido por Rhena de Faria, um trio de talentosas atrizes (Cecília Magalhães, Julia Ianina e Thaís Medeiros) relembra a saga da protagonista, que enfrenta dificuldades como fome, solidão e preconceito.

Espetáculo infantil "Mary e Os Monstros Marinhos", da Cia. Delas de Teatro
Espetáculo infantil "Mary e Os Monstros Marinhos", da Cia. Delas de Teatro - Camila Picolo/Divulgação

A primeira cena já instaura um tom sombrio na montagem, em que direção e dramaturgia, tecida pela diretora e pelo elenco, não temem falar da aridez da vida aos pequenos. Só um ou outro excesso de discurso feminista dispersa por vezes a plateia infantil na peça.

Os aspectos da realidade, no entanto, ganham em alguns momentos pinceladas fantásticas, levando o espectador a sonhar com novos tempos, embalados por uma trilha sonora (Arthur Decloedt) que permite voos internos, imaginários. O texto tem diálogos que tratam de ciência de forma poética, sem perder algum didatismo necessário.

​Sesc Pompeia - teatro - R. Clélia, 93, Água Branca, região oeste, tel. 3871-7700. 302 lugares. Sáb. e dom.: 12h. Até 29/7. Ingr.: R$ 5 a R$ 17. Menores 12 anos: grátis.  

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais