Com entrada grátis, Capão Redondo recebe a primeira Comic Con da quebrada

Iniciativa partiu de amantes de quadrinhos e cultura pop que cresceram em periferias

THALITA MONTE SANTO
São Paulo

No domingo (24), a Fábrica de Cultura do Capão Redondo, na zona sul, recebe a PerifaCon™, a primeira Comic Con da favela, a partir das 10h. A ideia do evento, que tem entrada gratuita, é fomentar a cultura pop, nerd e geek nas periferias de São Paulo.

A programação segue com sala de games, concurso de cosplay, uma feira de ilustrações e quadrinhos com artistas independentes, mesas de debates e sessões de autógrafos.

No evento, a dupla Load & Loud também apresenta a exposição “Rap em Quadrinhos”, na qual rappers brasileiros, como Emicida, Sabotage e Drik Barbosa são caracterizados como super-heróis.

Já a quadrinista Marília Marz, a artista Lya Nazura e o quadrinista Marcelo d'Salete, vencedor do prêmio Eisner, participam de uma discussão sobre produção e representatividade negra nos quadrinhos.

Para falar sobre arte e resistência, o DJ KL Jay, integrante do grupo de rap Racionais MC’s, e Clarice França do HQ de Menininha, sobem ao palco do evento.

Além disso, editoras, como Draco e Companhia das Letras, vão vender títulos a preços populares.

R. de São Francisco, s/no - Conj. Hab. Jardim São Bento, região sul. Dom. (24): 10h às 19h. Grátis

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem