Espetáculo sobre a história do país diverte e amplia visão crítica das crianças

Canções, que vão do samba ao rap, imprimem o tom irônico da peça

História do Brasil

  • Quando Sáb.: 16h. Dom.: 15h e 17h. Até 28/4
  • Onde Teatro Viradalata, r. Apinajés, 1.387, Sumaré, região central, tel. 3868-2535
  • Preço R$ 20. Ingr. p/ ingressorapido.com.br
  • Classificação Indicação da crítica: a partir de 7 anos

“História do Brasil” representa em forma de comédia o modo de exploração da população brasileira, herdado da colonização portuguesa e que se mantém até a primeira década do século 21. O enredo parte de uma sala de aula, onde os professores brincam de máquina do tempo e fazem os alunos assumirem os papéis dos governantes.

Em ritmo veloz e com o domínio da plateia, os atores descrevem o genocídio indígena e o período imperial; a exploração de riquezas pelos europeus e a proclamação da República. Nenhuma criança quer fazer o papel de dom Manuel ou de presidentes que impuseram a ditadura.

Dá força ao espetáculo, concebido e dirigido por Alexandra Golik (Cia. Le Plat du Jour), a qualidade de interpretação do elenco.

As canções têm ritmos que vão do samba e do frevo ao rap e imprimem o tom irônico da peça. Impossível não rir do “Frevo de Getúlio” ou do “Rock do Collor”. O enredo do espetáculo pode ser difícil para crianças menores, que entendem as piadas mas não sua origem. Para os maiores, é uma chance de ampliar a visão crítica sobre a nação.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais