Fique em casa: confira dicas para se divertir com os personagens da Turma da Mônica

Mônica Sousa, filha de Mauricio, conta como tem passado a quarentena

São Paulo

Presente na infância de crianças e de muitas gerações de adultos de todo o Brasil, a Turma da Mônica está sempre ligada aos principais temas da atualidade, o que inclui discutir nos quadrinhos assuntos como bullying e consciência ambiental.

Em meio à pandemia do coronavírus, os personagens criados pelo cartunista e escritor paulista Mauricio de Sousa voltaram a se mobilizar

Até mesmo Cascão, conhecido por não ser muito fã de higiene, tem aparecido em ilustrações lavando as mãos, uma das principais recomendações para evitar a contaminação pelo vírus.

“Cascão só consegue superar seu medo de água quando é pela solidariedade”, afirma Mauricio.

Cascão lava as mãos como prevenção contra o coronavírus
Cascão lava as mãos como prevenção contra o coronavírus - Divulgação

Assim como Cascão, Mônica também está engajada na prevenção contra o coronavírus. E não é só a personagem dos quadrinhos.

A empresária Mônica Sousa, filha do criador da turma e inspiração para as aventuras dos gibis, conta como tem lidado com o isolamento.

“Estou me mantendo em quarentena. Tenho contato com meu neto todos os dias, usando a tecnologia, que ajuda muito nesse momento de distanciamento. Estamos longe fisicamente, mas juntos no carinho”, afirma Mônica, 59, que tem dois filhos e um neto. Ela é diretora executiva da Mauricio de Sousa Produções (MSP)

Mônica Sousa
Mônica Sousa - Divulgação

Além de ensinar para as crianças práticas de prevenção, a produtora tem apostado em iniciativas que possam manter os pequenos ativos.

Marcos Saraiva, diretor de desenvolvimento comercial da MSP, conta que os três pilares que a empresa procura desenvolver durante o período de isolamento social são atividades físicas, educação e entretenimento.

Entre os destaques da campanha, está o Movimento Brincadeira, que estimula as crianças a saírem do sofá para brincar com jogos tradicionais, como amarelinha, cabra-cega, estátua, esconde-esconde e jacaré.

Fruto de uma parceria com a editora Senac, a iniciativa tem o apoio do Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância) e divulga brincadeiras todas as sextas-feiras nas redes sociais da Turma da Mônica.

As postagens apresentam as regras e mostram as variações e curiosidades de cada uma das atividades.

Para estimular a leitura e o contato com material educativo, o aplicativo de streaming Banca da Mônica reúne 188 gibis históricos.

Outra opção para quem gosta dos personagens do bairro do Limoeiro é uma websérie divulgada no Instagram e no Twitter. Tem como protagonista Denise, indicada pela Mônica para ser a nova dona da rua.

Também é possível fazer uma maratona pelos episódios com as aventuras da turminha em especiais que são divulgados às quartas e sextas nas redes sociais.

No YouTube, os pequenos podem se divertir com versões animadas de suas principais aventuras.

Com 14 milhões de inscritos, o canal reúne de temporadas recentes de “Mônica Toy” a filmes completos, como “Cine Gibi” (2004).

Em um vídeo lançado em 8 de abril, Mauricio se dirige às crianças para alertar sobre os cuidados para prevenção.

“Sem abraço, sem beijinho, sem aperto de mão. Não é desprezo, é apenas proteção”, ensina a animação com os personagens, que surge logo após a fala de seu idealizador.

Conheça os canais oficiais da Turma da Mônica:

​- Twitter @TurmadaMonica
- Facebook @TurmadaMonica
- Facebook @MauriciodeSousaProducoes
​- Instagram @TurmadaMonica
- Instagram @MauriciodeSousaProducoes
​- YouTube Turma da Mônica
- YouTube Mauricio de Sousa Produções

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais

Mais lidas