Documentário sobre Chacrinha é destaque em semana fraca de estreias nos cinemas de SP

Apenas cinco filmes são lançados nesta primeira semana de endurecimento da quarentena na cidade

São Paulo

A quarentena mais rigorosa em São Paulo limitou os horários de funcionamento dos cinemas. Com as novas regras, salas não poderão funcionar aos fins de semana, quando os cinéfilos terão de se contentar com produções disponíveis no streaming. Sessões só estarão abertas de segunda a sexta-feira, até as 20h.

Muito por causa disso, esta semana tem poucas estreias no circuito —apenas cinco. O principal destaque é o documentário nacional sobre Chacrinha, que mostra bastidores dos programas do apresentador.

Outra novidade é o japonês “Perfil de uma Mulher”, sobre uma enfermeira que vê a relação com os patrões ameaçada após seu sobrinho sequestrar a filha deles.

Com o aumento dos casos de coronavírus no país, redobre a atenção se decidir sair de casa e ir ao cinema. Lembre-se de sempre usar máscara e respeitar os protocolos de segurança. Confira a seguir as estreias em São Paulo.

Chacrinha, Eu Vim para Confundir e Não para Explicar
Brasil, 2020. Direção: Cláudio Manoel e Micael Langer. 12 anos
Lembrado pelos cenários e fantasias espalhafatosas, chacretes em cima do palco e bordões como “quem não comunica se trumbica”, Chacrinha tem a trajetória resgatada neste documentário. O longa inclui trechos sobre a vida pessoal do apresentador por meio de depoimentos e imagens de arquivo sobre seu legado.
Leia a crítica.
Salas e horários.


Dente por Dente
Brasil, 2020. Direção: Julio Taubkin e Pedro Arantes. Com: Juliano Cazarré, Paolla Oliveira e Renata Sorrah. 16 anos
Tudo vai bem na vida de Ademar —pelo menos até o sumiço do seu sócio Teixeira. À medida que a investigação avança, ele descobre fatos obscuros sobre o colega. Exibido na 44ª Mostra de Cinema de São Paulo.
Salas e horários.


Minha Irmã
Suíça, 2020. Direção: Stéphanie Chuat e Véronique Reymond. Com: Nina Hoss, Lars Eidinger e Marthe Keller. 14 anos
Lisa é uma dramaturga que não escreve. Ela se muda para a Suíça com os filhos e deixa suas ambições em segundo plano. Mas volta para a capital alemã quando o seu irmão gêmeo, Sven, recebe um diagnóstico de leucemia. Sua prioridade passa a ser o irmão, e, por isso, ela negligencia tudo à sua volta, pondo em risco o próprio casamento. Exibido na 44ª Mostra de Cinema de São Paulo.
Salas e horários.

Cena do longa alemão 'Minha Irmã'
Cena do longa alemão 'Minha Irmã' - Divulgação

Perfil de uma Mulher
França, Japão, 2019. Direção: Kôji Fukada. Com: Mariko Tsutsui, Mikako Ichikawa e Sôsuke Ikematsu. 14 anos
Enfermeira e cuidadora, Ichiko é considerada quase parte da família para qual trabalha. Porém, a relação dela com os empregadores é ameaçada quando seu sobrinho é preso por sequestrar a filha deles.
Salas e horários.


A Ponte de Bambu
Brasil, 2019. Direção: Marcelo Machado. Livre
Os relatos do jornalista Jayme Martins, que morou por anos na China, sustentam o documentário de Marcelo Machado. Nele, o cineasta percorre a história do país, abordando momentos políticos importantes e transformações culturais. Exibido no É Tudo Verdade.
Salas e horários.

Cena do filme "A Ponte de Bambu", exibido no É Tudo Verdade de 2020
Cena do filme "A Ponte de Bambu", exibido no É Tudo Verdade de 2020 - Divulgação

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais

Mais lidas