Crianças de férias podem ver peças digitais sobre Shakespeare e Da Vinci no Teatro Folha

Com ingressos a R$ 10, nova edição de festival infantil ocorre digitalmente por causa da pandemia

São Paulo

Apesar de teatros começarem a retomar atividades presenciais nos últimos meses em São Paulo, depois que o governo autorizou a reabertura de todo o setor cultural em abril, algumas casas decidiram permanecer de portas fechadas e com programação online ou híbrida. É o caso do Teatro Folha que inicia, a partir desta quinta (1º), a 34ª edição do Festival de Férias, evento feito pela casa desde 2004.

Durante a pandemia, o teatro só voltou a funcionar por uma semana, em janeiro deste ano. Desde então, as portas seguem fechadas, mas a programação online se manteve ativa.

Na mostra, o local apresenta digitalmente peças voltadas para o público infantil. Apesar de a Covid-19 ter impedido a realização do Festival de Férias no ano passado, em 2021 a casa retomou o festival —mas, seguindo os protocolos sanitários, a programação ocorre virtualmente pela segunda vez.

Para assistir às produções, é preciso desembolsar R$ 10 por cada uma— no total, são sete espetáculos disponíveis. Depois da compra do ingresso, que deve ser feita no site do Teatro Folha, a plateia recebe um link que leva o espectador até a peça escolhida. O festival termina no dia 1º de agosto —até lá, os espetáculos podem ser vistos e revistos, sem limite de plays.

O dinheiro arrecadado com a venda de ingressos será enviado para o Fundo Marlene Colé, que oferece apoio a funcionários técnicos e artistas do teatro que estejam passando por dificuldades financeiras devido ao fechamento dos espaços culturais em São Paulo na pandemia.

A seguir, veja uma lista com cinco peças que estarão disponíveis no festival.

Bichos do Brasil
Da premiada companhia Pia Fraus, peça mostra o cotidiano de animais que vivem em uma selva tropical. Quase não há uso de texto —a história é contada com a interação entre os personagens, que dançam forró, frevo, bossa nova, samba e maracatu e apresentam a fauna brasileira.
Cia. Pia Fraus, 2001. Direção: Beto Andreetta e Beto Lima. Com: Cristiano Bacelar, David Caldas e Patrícia Franco. 2 anos

"Bichos do Brasil", peça da Cia. Pia Fraus
"Bichos do Brasil", peça da Cia. Pia Fraus - Zeca Caldeira/Divulgação

Bruxas da Escócia
A peça leva às crianças a história de "Macbeth", clássico do poeta e dramaturgo inglês William Shakespeare. No enredo, Macbeth, um valente general do exército escocês, retorna de uma batalha e se depara com uma profecia que afirma que ele se tornará um rei.
Cia. Vagalum Tum Tum, 2014. Direção: Angelo Brandini. Com: Anderson Spada, Christiane Galvan e Val Pires. 5 anos


Lolo Barnabé
Nascido na pré-história, Lolo é casado com Brisa e é pai de Finfo Barnabé. Apesar de sempre procurarem a felicidade, morar em uma caverna traz complicações à família. Eles começam, então, a inventar coisas para encontrar o conforto e a tão sonhada felicidade. Inspirada em obra de Eva Furnari, a peça ganhou uma versão adaptada para exibições virtuais no ano passado.
Cia. Circo de Bonecos, 2003. Direção: Claudio Saltini. Com: Claudio Saltini, Nilton Marques e Sandro Gattone. 4 anos

Cena do espetáculo "Lolo Barnabé"
Cena do espetáculo "Lolo Barnabé" - Divulgação

O Inventor de Sonhos
A peça homenageia Leonardo da Vinci com uma história sobre personagens que, depois de se atrapalharem com uma máquina do tempo, voltam ao passado e encontram o próprio Da Vinci. Além de atores, o espetáculo também usa bonecos e música na condução do enredo.
A Peste - Cia. Urbana de Teatro, 2021. Direção: Pamela Duncan. Com: Paulo Arapuã, Ricardo Moraes e Sol Leão. 6 anos


Tico-Tico
O espetáculo conta a história da sonhadora costureira Aurora. Durante o trabalho, a jovem se distrai com músicas e a memória de sua infância. A trilha sonora é composta pelas canções de Zequinha de Abreu. Sua clássica composição “Tico-Tico no Fubá”, mais conhecida por ser cantada por Carmen Miranda, serviu de inspiração para a trama da peça.
Cia. das Cores, 2019. Direção: Edson Gon. Com: Alaissa Rodrigues, Artur Reis e Natalia Kesper. 5 anos

34º Festival de Férias do Teatro Folha

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais