Pagode da 27 participa de homenagem ao maestro Ivan Paulo neste sábado

Pagode da 27
Roda de samba do Pagode da 27 no Grajaú, zona sul da cidade - Priscila Camazano / Folhapress
Pagode da 27

Roda de samba do Pagode da 27 no Grajaú, zona sul da cidade

Priscila Camazano / Folhapress

 

Prestes a completar 12 anos, o Pagode da 27 se reúne todos os domingos para uma roda de samba, a partir das 16h, na rua Manoel Guilherme dos Reis, mais conhecida como rua 27, no Grajaú, zona sul da cidade.

Neste sábado (5), o projeto irá participar, junto com outros grupos, de uma roda em homenagem ao maestro Ivan Paulo, arranjador e produtor musical de MPB que está passando por um tratamento de câncer. O evento será no clube Tapetão Quadras, também na zona sul da cidade.

O Pagode da 27 começou como uma brincadeira entre amigos do bairro e ganhou visibilidade em toda a cidade. Em suas rodas, os integrantes tocam clássicos do samba e composições próprias.

Para quem vai ao samba, o grupo pede a doação de um quilo de alimento não perecível –os mantimentos são distribuídos às famílias carentes do bairro. "Já recebemos pedidos de pessoas que souberam da campanha e solicitaram para entrar na lista. Há muita gente carente aqui", completa Ricardo Rabelo, integrante do Pagode.

Em breve, o grupo irá lançar seu terceiro disco, "É o Povo na Cabeça". O primeiro, intitulado "A Comunidade Chegou", foi lançado em 2010, e o segundo, "Filhos da Favela", em 2013.

Tapetão Quadras - R. Augusto Ferreira de Moraes, 259, Largo do Socorro, região sul, s/ tel. 700 pessoas. Sáb. (5): 18h. Livre. Ingresso: R$ 10.

Pagode da 27 - R. Manuel Guilherme dos Reis, s/ nº, Parque Grajaú, região sul, s/ tel. Dom.: 16h. Ingresso: um quilo de alimento não perecível.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais