Descrição de chapéu Cinema
Cinema

Fique em casa: Sesc estreia streaming gratuito com 4 títulos, incluindo clássico de Pasolini

Com curadoria do Cinesesc, canal sob demanda terá novidades a cada semana

São Paulo

Com curadoria da equipe do Cinesesc, o Sesc é mais um a lançar um canal sob demanda para exibir filmes durante o isolamento social, que provocou o fechamento de todas as salas de cinema da capital há quase três meses, em março. O Cinema em Casa, que pode ser acessado a partir desta quinta (4), no link sescsp.org.br/cinemaemcasa, vai trazer quatro filmes a cada semana, todos gratuitos.

Fãs da programação do grande cinema de rua de São Paulo devem se agradar da seleção, com títulos que normalmente estariam em cartaz no Cinesesc. Nesta primeira semana, o principal destaque é "Mamma Roma" (1962), clássico do diretor italiano Pier Paolo Pasolini. No filme, Anna Magnani é uma prostituta de meia-idade que faz de tudo para tentar dar um futuro digno ao filho adolescente rebelde.

Também estão na programação o chileno "O Pacto de Adriana" (2017), de Lissette Orozco, que revê o período da ditadura do Chile; e o brasileiro, também documentário, "O Homem da Cabine" (2008), que registra o cotidiano de projecionistas de cinema, profissão em extinção.​​

Cena de "Mamma Roma" (1962), de Pier Paolo Pasolini
Cena de "Mamma Roma" (1962), de Pier Paolo Pasolini - Divulgação

Para fechar o quarteto da semana, frequentadores da sessão Cine Clubinho podem ver ao lado dos pequenos "Historietas Assombradas - O Filme" (2017), animação inspirada no programa de TV homônimo. Na próxima quinta, dia normalmente reservado às estreias, o Cinema em Casa terá outros quatro filmes.

Como outras inciativas que também surgiram durante a quarentena, como o Festival Varilux em Casa e o Cinema Virtual, a plataforma do Sesc é mais uma que aparece para acalentar os ânimos dos cinéfilos carentes. Confira a programação completa abaixo.

Mamma Roma
Idem, Itália, 1962. DIreção: Pier Paolo Pasolini. Com: Anna Magnani e Ettore Garofolo. 116 min. 14 anos.
Prostituta de meia-idade faz de tudo para poder voltar a viver com o filho, um adolescente rebelde que não quer estudar ou trabalhar. Mas seu passado volta para assombrá-la, tornando seu sonho ainda mais distante. Premiado no Festival de Veneza.

O Homem da Cabine
Brasil, 2008. Direção: Cristiano Burlan. 90 min. Livre.
O documentário acompanha a rotina dos projecionistas de cinema, profissional em extinção que sempre se habituou a trabalhar no isolamento.​

O Pacto de Adriana
El Pacto de Adriana, Chile/Colômbia, 2017. Direção: Lissette Orozco. 96 min. 12 anos.
A diretora revê seu próprio passado ao resgatar a história de sua tia Adriana, que era seu grande exemplo na infância. No entanto, ela descobre que a tia trabalhava para a polícia secreta do ditador Augusto Pinochet, e decide confrontá-la. Premiado na 41ª Mostra e no Festival de Berlim.

Historietas Assombradas - O Filme
Brasil, 2017. Direção: Victor-Hugo Borges. 90 min. Livre.
Nesta animação, um menino de 12 anos que mora com a avó-bruxa descobre que seus pais estão vivos e resolve ir atrás deles. Porém, ele precisa tomar cuidado com um vilão que pretende pegar a energia do garoto para se tornar imortal. Baseado na série de TV homônima.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais