Descrição de chapéu Cinema
Cinema

'A Casa Sombria', filme de terror da Disney, é a aposta dos cinemas de SP nesta semana

Saiba quais lançamentos chegam às salas paulistanas, que terão 11 novas produções

São Paulo

Tudo indica que a temporada de lançamentos de filmes de terror está longe de acabar. “A Casa Sombria”, produção da Disney que chega às telas nesta quinta, dia 23, é mais um longa de horror psicológico que engorda a lista recente de estreias assustadoras nas salas de cinema.

Na trama, Beth, personagem vivida por Rebecca Hall, é uma viúva que descobre um passado de mentiras e abusos do seu marido. Após se deparar com entidades sobrenaturais na casa em que mora sozinha, ela começa a ver que não conhecia tão bem a pessoa com quem por anos ficou casada.

Outro filme de terror que entra em cartaz é o guatemalteco “A Chorona”, que fala sobre um general inocentado por crimes contra a humanidade, mas que decide não sair mais às ruas com medo de sofrer um linchamento. Enquanto está recluso em sua casa, ele é surpreendido com vozes e aparições.

Outro destaque é o filme “Aranha”. Gravado em três países da América Latina, traz a história de Justo e Gerardo, revolucionários que se envolvem romanticamente em meio a protestos contra o regime de Salvador Allende, ex-presidente do Chile, nos anos 1970.

Entre os documentários, "Nem Tudo se Desfaz", de Josias Teófilo, mostra a trajetória do presidente Jair Bolsonaro, da facada até a chegada ao Planalto. Já “Oasis Knebworth 1996” mostra o show histórico da banda inglesa que levou mais de 250 mil pessoas a uma pequena cidade no sul da Inglaterra.

Ao todo, 11 títulos estreiam nos cinemas nesta semana. Saiba mais sobre eles abaixo e lembre: caso decida ir às salas, sempre deixe a máscara no rosto, higienize as mãos e mantenha o distanciamento social.

Estreias

A Abelhinha Maya e o Ovo Dourado
No terceiro filme animado sobre a abelha Maya, a personagem e seus amigos, sem saber, acabam resgatando uma bebê formiga que é uma princesa.
Alemanha e Austrália, 2021. Direção: Noel Cleary. Livre


Aranha
Coprodução entre Argentina, Brasil e Chile, o longa mostra três revolucionários políticos dos anos 1970 enfrentando o governo de Salvador Allende, ex-presidente chileno. Entre os atores, Caio Blat surge representando o Brasil.
Argentina, Brasil e Chile, 2019. Direção: Andrés Wood. Com: Mercedes Morán, Felipe Armas e Marcelo Alonso. 16 anos
Leia a crítica


A Casa Sombria
O terror produzido pela Disney exibe Beth, uma viúva que decide morar sozinha. Um dia ela tem visões perturbadoras e descobre que as imagens estão ligadas à morte do marido.
EUA, 2020. Direção: David Bruckner. Com: Rebecca Hall, Sarah Goldberg e Stacy Martin. 12 anos


A Chorona
Filmado na Guatemala, o filme traz um general que, após ser inocentado de um genocídio pelo tribunal, começa a ouvir vozes misteriosas.
Guatemala e França, 2019. Direção: Jayro Bustamante. Com: María Mercedes Coroy, Margarita Kenéfic e Sabrina De La Hoz. 14 anos
Leia a crítica


A Dona do Barato
Comédia baseada na obra francesa de mesmo nome, o longa põe a premiada atriz Isabelle Huppert na pele de uma traficante árabe.
França, 2020. Direção: Jean-Paul Salomé. Com: Isabelle Huppert, Hippolyte Girardot e Farida Ouchani. 16 anos


Dora e Gabriel
Caso sofra de claustrofobia, este filme pode ser incômodo. A história é gravada no porta-malas de um carro, com duas pessoas que, durante um sequestro, ficam presas no bagageiro do veículo.
Brasil, 2020. Direção: Ugo Giorgetti. Com: Ary França, Natalia Gonsales e William Amaral. 14 anos


Garota da Moto
A história é uma continuação da série homônima do SBT que teve duas temporadas exibidas em 2016. O enredo traz a atriz Maria Casadevall na pele de uma mãe solteira que trabalha fazendo entregas de moto. Em uma de suas viagens, ela se depara com mulheres refugiadas sendo escravizadas e agredidas por homens em uma fábrica. A partir desse dia, buscando justiça, ela decide enfrentar os criminosos e acaba se tornando uma heroína. O filme foi gravado no ano passado, pouco antes do início da pandemia, e estreia agora
Brasil, 2020. Direção: Luis Pinheiro. Com: Maria Casadevall, Kevin Vechiatto e Naruna Costa. 14 anos


Nem Tudo se Desfaz
Documentário narra a trajetória do presidente Jair Bolsonaro desde a facada até a sua chegada à Presidência. Além do núcleo bolsonarista, o filme exibe momentos do impeachment da ex-presidente Dilma e da Lava Jato
Brasil, 2021. Direção: Josias Teófilo. 14 anos. Sessões apenas no cinema Petra Belas Artes
Leia a cítica

No Ritmo do Coração
Criada em uma família de deficientes auditivos, com exceção dela, Ruby vive entre o sonho de ser cantora e continuar ajudando seus familiares. “Coda”, título original do filme, faz referencia à sigla em inglês para crianças criadas por pais surdos-mudos.
EUA e França, 2021. Direção: Sian Heder. Com: Emilia Jones, Marlee Matlin e Troy Kotsur. 14 anos
Leia a crítica


Oasis Knebworth 1996
Documentário exibe o show histórico de 1996 da banda Oasis que levou 250 mil pessoas a uma vila no sul da Inglaterra para uma apresentação
Reino Unido, 2021. Direção: Jake Scott. 14 anos

Multidão a frente do guitarrista
O guitarrista Noel Gallagher em frente ao público durante show da banda Oasis em Knebworth, Inglaterra, em agosto de 1996. - Reprodução

O Silêncio da Chuva
Com Lázaro Ramos na pele do detetive Espinosa, personagem famoso de Luiz Alfredo Garcia-Roza, a trama é mais um thriller policial baseado no universo do escritor carioca, que morreu no ano passado —desta vez, com um assassinato na praia Vermelha, onde um homem foi encontrado morto dentro do carro. Os principais suspeitos do crime são a ex-mulher e o amante, um garoto de programa. O filme tem direção de Daniel Filho, que assinou “Se Eu Fosse Você”, e traz no elenco nomes como Cláudia Abreu.
Brasil, 2019. Direção: Daniel Filho. Com: Lázaro Ramos, Thalita Carauta e Cláudia Abreu. 16 anos
Leia a crítica

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais

Mais lidas