Cultura afro inspira vários shows na semana; confira a programação

Shows vão do bloco afro baiano Bloco Ilê Aiyê ao do rapper Crespo

Laura Lewer
São Paulo

Em conjunto com a ocupação no Itaú Cultural que resgata fotos, vídeos, documentos e registros históricos que ajudam a contar a história do primeiro bloco de Carnaval afro-brasileiro do país, o Bloco Ilê Aiyê se apresenta na sexta (5) e no sábado (6) no Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer. No primeiro show, convida os blocos Ilu Inã e Ilú Obá de Min, e, no sábado, tem a companhia de Xenia França e Luedji Luna no palco.

O bloco canta canções como "Negras Perfumadas", "Mais Belo dos Belos" e "Pérola Negra" nas noites que celebram a riqueza da memória afro-brasileira em consonância com outros shows da semana, como os de Mbeji e Mariama Camara e Nina Oliveira e Josyara. Veja abaixo um roteiro de apresentações de artistas que têm a matriz afro como ponto importante de suas obras.

Auditório Ibirapuera Oscar Niemeyer - Av. Pedro Álvares Cabral, portões 2 e 3, Pq. Ibirapuera, tel. 3629-1075. Sex. (5) e sáb. (6): 21h. 90 min. Livre. Ingr.: R$ 30  p/ ingressorapido.com.br. 

Canta Canta Minha Gente
Os sambistas Dandara e Raoni Ventapane, netos de Martinho da Vila, convidam outros membros da família e o cantor pernambucano Otto para homenagem aos 80 anos do avô. A dupla apresenta o EP “Canta Forte, Canta Alto”, com releitura de sucessos do sambista, como “Disritmia”, “Bamba”, “Madalena” e “Ex-amor”.
Casa Natura Musical - R. Artur de Azevedo, 2.134, Pinheiros, região oeste, tel. 4003-6860. 480 lugares. Qui. (11): 21h30. 90 min. 12 anos. Valet a partir de R$ 25. Ingr.: R$ 50 a R$ 120. Ingr. p/ eventim.com.br. 

Crespo
Criado no samba, o rapper da zona norte paulistana mostra sua mistura de referências, que passam pelo trap e jazz, no pré-lançamento do segundo disco “Estética da Dúvida”.
Bona - R. Álvaro Anes, 43, Pinheiros, região oeste, tel. 3812-8400. 85 lugares. Sáb. (6): 20h30. 60 min. Livre. Valet a partir de R$ 15. Ingr.: R$ 30 a R$ 35. Ingr. p/ sympla.com.br.


Fabriccio
O músico capixaba de R&B que tem Djavan e Marvin Gaye entre suas referências faz show do álbum “Jungle” (2017) em noite com participação especial de Luedji Luna e Tássia Reis. Canções como “Teu Pretin” e “Amor e Som” formam o repertório.
Mundo Pensante - R. Treze de Maio, 830, Bela Vista, região central, tel. 5082-2657. 420 pessoas. Qui. (11): 20h. 180 min. 18 anos. Ingr.: R$ 20 a R$ 30. Ingr. p/ eventbrite.com.br.

Mbeji e Mariama Camara
Formada por pesquisadoras da cultura afro-brasileira, a banda Mbeji (foto) mostra canções regionais e de ritos conduzidos por mulheres. A artista da Guiné Mariama Camara apresenta movimentos e cantos ancestrais.
Sesc Pompeia  - R. Clélia, 93, Água Branca, tel. 3871-7700. 35 pessoas. Qua. (10): 21h30. 90 min. 12 anos. Ingr.: R$ 9 a R$ 30. Ingr. p/ sescsp.org.br. 

Nina Oliveira e Josyara
A cantora e multi-instrumentista paulista Nina Oliveira (foto) apresenta sua mistura de elementos brasileiros e poesia dedicada à força da mulher negra. A baiana Josyara, que lançou este ano o disco “Mansa Fúria”, canta sobre seu cotidiano e história.
Sesc Pompeia - R. Clélia, 93, Água Branca, tel. 3871-7700. 35 pessoas. Qui. (11): 21h30. 90 min. 12 anos. Ingr.: R$ 9 a R$ 30. Ingr. p/ sescsp.org.br. 

Sarabudja
O duo formado por Hélio Ramalho (Cabo Verde) e Ricardo Mingardi (Brasil) apresenta sua mistura 
de batidas eletrônicas, macumba, violão e voz com releituras e composições próprias cantadas em crioulo.
Sesc Avenida Paulista - terraço - Av. Paulista, 119, Bela Vista, região central, tel. 3170-0800. Qua. (10): 17h. 90 min. Livre. GRÁTIS 

Yzalú
Com um trabalho voltado para a cultura hip-hop, a cantora apresenta o repertório de seu álbum de estreia, “Minha Bossa É Treta” (2016), que traz referências do rap, do samba jazz, do afrobeat e da MPB e discute questões sociais em músicas como “Alma Negra” e “Arrumei o Barraco”. 
Sesc Santana - deque do jardim - Av. Luiz Dumont Villares, 579, Jardim São Paulo(Zona Norte), região norte, tel. 2971-8700. Sáb. (6): 19h. 60 min. Livre. Estac. a partir de R$ 5,50. GRÁTIS
 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais