Descrição de chapéu Cinema
Cinema

Plataforma de streaming disponibiliza gratuitamente dez filmes da 43ª Mostra

Entre os títulos estão filmes premiados e roteiro escrito por Valter Hugo Mãe

São Paulo

Com o início da 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, entram no streaming, de graça, dez filmes da programação deste ano. Do português “Surdina” (2019), roteirizado pelo escritor Valter Hugo Mãe, ao policial iraniano “Apenas 6.5” (2019), os títulos ficarão disponíveis na plataforma Spcine Play nos próximos 30 dias, até 17 de novembro.

Cena do filme "Cartas para Paul Morrissey" (2018), de Armand Rovira
Cena do filme "Cartas para Paul Morrissey" (2018), de Armand Rovira, disponível na Spcine Play - Divulgação

É a segunda vez que o serviço de streaming de vídeo sob demanda ligado à Secretaria Municipal de Cultura inclui filmes em exibição na Mostra em seu cardápio. Na seleção, também se destacam os documentários “Rua do Deserto, 143” (2019), sobre um café no meio do Saara argelino, e “Cartas para Paul Morrissey” (2018). Há, ainda, o canadense “Uma Colônia” (2019), vencedor do Urso de Cristal do Festival de Berlim, com júri formado por crianças e pré-adolescentes.

Para vê-los, é preciso fazer um cadastro no site. A plataforma tem outros 14 títulos antigos da Mostra para aluguel, a R$ 3,99 cada um.

Filmes da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo na Spcine Play

Apenas 6.5
Metri Shesh-O Nim. Irã, 2019. Direção: Saeed Roustayi. Com: Payman Maadi, Navid Mohammadzadeh e Parinaz Izadyar. 131 min. 14 anos.
Um jogo de gato e rato entre um policial e um poderoso traficante, explorando temas como vício e guerra às drogas nas ruas iranianas.

Veja salas e horários

O Carcereiro
Sorkhpoust. Irã, 2019. Direção: Nima Javidi. Com: Navid Mohammadzadeh, Parinaz Izadyar e Setareh Pesyani. 100 min. 14 anos.
Com o anúncio de que a prisão onde trabalham dará espaço à expansão de um aeroporto, carcereiros transferem todos os detentos —exceto um, que some misteriosamente.

Veja salas e horários

Cartas para Paul Morrissey
Letters to Paul Morrissey. Espanha, 2018. Direção: Armand Rovira. Com: Xavi Sáez, Almar G. Sato e María Fajula. 80 min. 14 anos.
Três pessoas cuja única característica comum é a admiração pelo diretor Paul Morrissey escrevem cartas a ele, contando de suas vidas e problemas pessoais.

Veja salas e horários

Uma Colônia
Une Colonie. Canadá, 2019. Direção: Geneviève Dulude-De Celles. Com: Émile Bierre, Irlande Côté e Jacob Whiteduck-Lavoie. 102 min. 10 anos.
Uma adolescente com dificuldades de adaptação tem a rotina balançada ao conhecer um jovem indígena, morador de uma reserva ambiental próxima. Vencedor do Urso de Cristal na seção infantil do Festival de Berlim.

Veja salas e horários

Hálito Azul
Idem. Portugal/Finlândia/França, 2018. Direção: Rodrigo Areias. 79 min. 12 anos.
Documentário acompanha o cotidiano de uma vila na ilha portuguesa de São Miguel, onde a pesca é o principal meio de sobrevivência e os peixes ficam cada vez mais escassos.

Veja salas e horários

Oleg
Idem. Letônia/Bélgica/Lituânia/França, 2019. Direção: Juris Kursietis. Com: Valentin Novopolskij, Dawid Ogrodnik e Anna Próchniak. 108 min. 16 anos.
Um suspense sobre a vida de um jovem imigrante letão que, perdido em Bruxelas e cheio de dívidas, fica à mercê da máfia polonesa local.

Veja salas e horários

Rua do Deserto, 143
143 Sahara Street. Argélia/França, 2019. Direção: Hassen Ferhani. 100 min. Livre. 
O documentário mostra um café de uma só mesa no meio do Saara argelino, sua dona e os viajantes que por ali passam.

Veja salas e horários

Surdina
Idem. Portugal, 2019. Direção: Rodrigo Areias. Com: António Durães, Emília Silvestre e Adelaide Teixeira. 75 min. 12 anos.
Escrito por Valter Hugo Mãe, o longa narra os desafios de um idoso de uma pequena vila portuguesa ao descobrir que a esposa —que ele acreditava estar morta— foi vista fazendo compras pela cidade.

Veja salas e horários

Viúva do Silêncio
Widow of Silence. Índia, 2018. Direção: Praveen Morchhale. Com: Ajay Chourey, Shilpi Marwaha e Bilal Ahmad. 85 min. 16 anos.
Uma crise se instala quando uma mulher tenta obter o atestado de óbito do marido que, como outros na conflituosa região da Caxemira, foi preso e desapareceu. Do diretor de “Caminhando com o Vento”, exibido na 41ª Mostra.

Veja salas e horários

Você tem a Noite
Ti Imas Noc. Montenegro/Sérvia/Qatar, 2018. Direção: Ivan Salatic. Com: Jasna Djuricic, Boris Isakovic e Nikola Manojlovic. 82 min. 16 anos.
Ao voltar para sua cidade natal, uma ex-funcionária de um navio descobre a falência do porto —local de trabalho de grande parte da população. Uma noite tempestuosa pode mudar tudo.

Veja salas e horários

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais