Descrição de chapéu Cinema
Cinema

Will Smith em dose dupla e terror brasileiro estão entre as 12 estreias da semana

Confira trailers, críticas e sessões dos longas que entram em cartaz nesta quinta (10)

São Paulo

Amor Assombrado
Brasil, 2019. Direção: Wagner de Assis. Com: Vannessa Gerbelli, Carmo Dalla Vecchia e Guilherme Prates. 91 min. 12 anos.
Em um bloqueio criativo, uma escritora se perde entre pessoas da vida real e as personagens criadas em seus textos.
Salas e horários

Em Guerra
En Guerre. França, 2018. Direção: Stéphane Brizé. Com: Vincent Lindon, Mélanie Rover e Jacques Borderie. 113 min. 16 anos.
Desrespeitando acordos trabalhistas, uma empresa francesa decide fechar uma de suas fábricas. Revoltados, os funcionários se organizam em torno de seu porta-voz, que precisa se manter firme em meio à pressão do governo e de colegas descrentes no movimento. Do mesmo diretor de “O Valor de um Homem” (2015).
Salas e horários
Leia a crítica

Eu Sinto Muito
Brasil, 2019. Direção: Cristiano Vieira. Com: Juliana Schalch, Rocco Pitanga e Wellington de Abreu. 100 min. 14 anos.
Um diretor produz um documentário sobre transtorno de personalidade borderline, caracterizado por instabilidade emocional e impulsividade. Para isso, ele acompanha pessoas que apresentaram crises recentes. Mas lidar com tais personagens se mostra complexo.
Salas e horários
Leia a crítica

Frans Krajcberg: Manifesto
Brasil, 2018. Direção: Regina Jehá. 96 min. Livre.
O documentário mostra o lado engajado de Frans Krajcberg, polonês naturalizado brasileiro e expoente da arte ecológica, morto em 2017 aos 96 anos. Durante a vida, ele usou a arte para se manifestar por causas como a preservação da floresta amazônica.
Salas e horários
Leia a crítica

Greta
Brasil, 2019. Direção: Armando Praça. Com: Marco Nanini, Denise Weiberg e Démick Lopes. 97 min. 18 anos.
Um enfermeiro precisa liberar uma vaga para sua amiga no hospital onde trabalha. Para isso, ele ajuda um criminoso que foi internado a fugir e o esconde em sua casa. Exibido no Festival de Berlim de 2019.
Salas e horários
Leia a crítica

Jessica Forever
Idem. França, 2018. Direção: Caroline Poggi e Jonathan Vinel. Com: Aomi Muyock, Sebastian Urzendowsky e Augustin Raguenet. 97 min. 16 anos.
Em um futuro distópico, uma guerreira resgata jovens órfãos que vivem nas ruas, à margem da lei, e são caçados pela polícia. Selecionado para o Festival de Berlim de 2019.
Salas e horários
Leia a crítica

Luna
Brasil, 2018. Direção: Cris Azzi. Com: Eduarda Fernandes, Ana Clara Ligeiro e Inês Peixoto. 89 min. 14 anos.
Uma jovem da periferia se torna amiga de uma colega de sala no primeiro dia de aula. Na ausência dos pais, elas passam a frequentar salas de bate-papo em vídeo na internet, usando máscaras e codinomes. A relação de confiança, porém, é abalada quando fotos de uma delas vaza pela rede, gerando uma onda de cyberbullying.
Salas e horários

Morto Não Fala
Brasil, 2018. Direção: Dennison Ramalho. Com: Daniel de Oliveira, Fabiula Nascimento e Bianca Comparato. 110 min. 16 anos.
Um homem que trabalha em um necrotério possui o dom de se comunicar com os mortos. Quando as conversas são direcionadas a questões de sua vida pessoal, ele se torna alvo de uma maldição que ameaça sua família.
Salas e horários
Leia a crítica

A Noite Amarela
Brasil, 2019. Direção: Ramon Porto Mota. Com: Ana Rita Gurgel. Caio Richard e Clara de Oliveira. 102 min. 12 anos.
Um grupo de adolescentes faz uma viagem para celebrar o fim do último ano do ensino médio. Mas a euforia acaba logo na primeira noite após um estranho acontecimento, que eles não conseguem discernir se foi real ou uma alucinação.
Salas e horários
Leia a crítica

O Pintassilgo
The Goldfinch. EUA, 2019. Direção: John Crowley. Com: Sarah Paulson, Ansel Elgort e Aneurin Barnard. 149 min. 16 anos.
Um atentado terrorista no Metropolitan Museum of Art, em Nova York, tira a vida da mãe de um jovem de 13 anos. Ele sobrevive e guarda consigo o quadro de um pintassilgo que resistiu à explosão. Em meio aos traumas, a pintura se torna sua única conexão com a progenitora. Baseado no livro homônimo, vencedor do Pullizer, escrito por Donna Tartt.
Salas e horários
Leia a crítica

A Princesa de Elymia
Brasil, 2019. Direção: Silvio Toledo. 104 min. 12 anos.
Na Pedra da Gávea, na cidade do Rio de Janeiro, uma jovem encontra um portal que leva ao reino de Elymia, um mundo mágico. Ao chegar lá, descobre que possui poderes e que precisa combater bruxos, dragões e monstros.
Salas e horários
Leia a crítica

Projeto Gemini
Gemini Man. China/EUA, 2019. Direção: Ang Lee. Com: Will Smith, Mary Elizabeth Winstead e Clive Owen. 117 min. 14 anos.
Um assassino profissional que trabalha para o governo dos Estados Unidos decide se aposentar depois de uma missão de alto risco que o fez refletir sobre sua atividade. Após descobrir que mentiram a respeito deste último trabalho, ele passa a ser perseguido por um clone seu, mais jovem, que tenta matá-lo.
Salas e horários
Leia a crítica

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais