6ª Feira Plana reúne 200 editoras e artistas independentes na Cinemateca

Evento de publicações começa nesta sexta (23) e vai até domingo (25)

Nathalia Durval
São Paulo

Maior evento de publicações independentes da cidade, a Feira Plana chega à sexta edição em nova sede, na Cinemateca Brasileira, desta sexta (23) até domingo (25).

Quinta edição da Feira Plana, em 2017, que recebeu cerca de 18 mil pessoas na Bienal do Ibirapuera
Edição de 2017, na Bienal do Ibirapuera, recebeu cerca de 18 mil pessoas - Francisco Costa/Divulgação

Sob o tema “Volta ao Nada”, a feira reúne 200 expositores brasileiros e de países como Argentina, Canadá e Suíça. Editoras e artistas vendem ali livros, revistas e zines autorais. A programação inclui ainda debates, filmes, oficinas e performances.

Curadora e idealizadora do evento, Bia Bittencourt convidou outros 20 editores, artistas e gestores culturais para contribuir na programação deste ano. “Cada um desenhou uma atividade de acordo com suas próprias culturas, com sua própria área. Por isso, a programação ficou diversa", diz.

Em 2017, a Plana recebeu cerca de 18 mil pessoas na Bienal do Ibirapuera. Ao todo, foram 250 expositores. Nas edições anteriores, o evento ocupou o MIS.

A mudança de local segue a ideia de itinerância do festival, segundo Bittencourt. O número de expositores diminuiu 20% para se adequar à capacidade da Cinemateca.

Como o evento costuma lotar, é bom chegar com antecedência. Veja a programação completa em feiraplana.org.

Feira Plana: Cinemateca Brasileira - Lgo. Sen. Raul Cardoso, 207, Vila Clementino, região sul, tel. 3512-6111. 1.500 pessoas. Sex. (23): 17h às 20h. Sáb. (24) e dom. (25): 11h às 20h. Livre. GRÁTIS

 

DESTAQUES

La Garçonnière
Para tentar recriar o clima dos saraus promovidos pelo escritor Oswald de Andrade entre 1916 e 1918, poetas e escritores, como Vanderley Mendonça e Marcelo Montenegro, declamam suas obras acompanhados por músicas ao vivo e performances de atores.
Sex. (23): 21h às 22h30. Livre. GRÁTIS 

 

Poetas Ambulantes
O coletivo de poetas vai declamar e entregar poesias dentro do ônibus 476G-10 (Jd. Elba/Ibirapuera), que leva o público da zona leste à Cinemateca. Entre os artistas, está Mel Duarte, do Slam das Minas (à esq. na foto).
Linha 476G-10 (Jd. Elba/Ibirapuera). Ponto de partida: Av. Custódio de Sá e Faria, 31, Jardim Aurora. Ponto de chegada: Lgo. Sen. Raul Cardoso, 207, Vila Clementino

Direct Message
Organizada pela Galeria Sancovsky, a feira de artes plásticas exibe produções de artistas brasileiros sem representação em galerias.
Sex. (23): 17h às 20h. S áb. (24) a dom. (25): 11h às 20h. Livre. GRÁTIS

Sarau do Binho
Espaço para doação de livros para o Sarau do Binho, grupo que promove encontros de leitura na zona sul da cidade.
Sáb. (24): 11h às 20h. Livre. GRÁTIS

Grafiqueta #4
O ateliê gráfico Libélula organiza oficina para crianças de todas as idades com o passo a passo para produzir um pequeno livro, criado a partir de uma foto dos pequenos tirada na hora e técnicas como serigrafia, gravura, colagens e carimbos. 
Sáb. (24): 14h às 17h. Livre. GRÁTIS 

Degênero: o grito do corpo
A travesti e doutora em Teoria e Crítica Literária Amara Moira e a professora doutora em Letras Cláudia Nigro conversam sobre as formas de exclusão de mulheres, lésbicas, gays e transexuais no mercado editorial brasileiro.
Sáb. (24): 14h30 às 16h. Livre. GRÁTIS

Declamação a favor da poesia
Misturando leitura, show e teatro, o poeta mineiro Ricardo Aleixo faz performance de seus textos.
Sáb. (24): 15h30 às 16h30. Livre. GRÁTIS

Abrindo caminhos
As escritoras Miriam Alves e Jarid Arraes fazem bate-papo sobre literatura negra e falam sobre a produção de obras de autoras mulheres.
Sáb. (24): 16h30 às 17h45. Livre. GRÁTIS

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais