Descrição de chapéu teatro
Passeios

Festival de Artes Performáticas ocupa Burle Marx com música, gastronomia e performances

Evento reúne atrações como o espetáculo 'Vertebral'

William Magalhães
São Paulo

Com a proposta de promover um fim de semana ao ar livre com atividades gratuitas, o F.A.M. —Festival de Artes Performáticas— chega neste sábado (29) e domingo (30) à sua terceira edição reunindo 60 atrações.
Jazz, black music e soul se destacam na programação, que concentra nomes como a cantora Jesuton, o violinista francês Nicolas Krassik e o bandolinista Hamilton de Holanda.

Manifestações artísticas coletivas ganham protagonismo por meio das apresentações dos jovens bailarinos do Ballet de Paraisópolis e dos espetáculos “Bolha Humana” e “Vertebral”, do grupo Ares. 

Já o artista circense Gustavo Ollitta se apresenta ao longo do festival com malabarismo e  ilusão de ótica.

A quase cinco meses do Carnaval, o clima da festa de rua começa a se fazer presente na cidade. Membros do Unidos do Swing devem agitar o público em uma espécie de parada com elementos do circo e da dança.

O tradicional cortejo do Ilú Obá de Min também integra o evento, que ainda tem feira de artesanato com expositores de moda, cosméticos, design e decoração. 

No campo visual, os artistas Ricardo Akn, Jerry Batista, GG, Guiga, Ciro Schu, Fefe Talavera e Atsuo Nakagawa se revezam em sessões de “live painting”, pintando mais de uma tela simultaneamente. No domingo, Roberta Carvalho encerra as atividades com projeções de video mapping nas árvores do parque.

Pq. Burle Marx - Av. Da. Helena Pereira de Moraes, 200, Morumbi, tel. 94585-7227. Sáb. (29) e dom. (30): 10h às 21h. GRÁTIS


Fique ligado!

Chegue cedo
As atividades começam a partir das 10h, com sessão de ioga para o público

Dimensões
A área utilizada no parque pelo festival é de 20 mil m², divididos em três espaços 

Dança vertical
Bailarinos da performance “Vertebral” ficam suspensos por cordas em uma parede de 10 m de altura erguida especialmente para o espetáculo

Tempo
Como o espaço é aberto, é recomendável levar agasalho e guarda-chuva


Área kids

Quem pensou que artes performáticas eram apenas para gente grande se enganou. Na área kids, as crianças a partir de 3 anos podem se divertir e aprender enquanto os pais conferem as atrações do festival. A programação infantil inclui, no sábado (29), sessão de ioga, show do Grupo Triii e oficina de bolhas gigantes, além da peça “É Nóis na Xita” (foto), que mistura teatro, música e circo para contar a história de um trio de artistas. Já no domingo (30), há oficinas de terrários e de malabares, além de 
apresentação da banda Strombólica, que conta a história de animais da fauna brasileira por meio de canções e de bonecos. Os espetáculos “O Besouro Mutante” e “Histórias de Brincar” também estão na agenda.


Sábado

12h
Ondina
A harpista Sole Yaya e a DJ K_ri (Karine Rossi) promovem experimentações musicais misturando o som da harpa com diferentes bases da música eletrônica e da black music.
Jardim das Artes

13h30
Circo e Dance Parade

Reunindo elementos da cultura circense e da dança, membros do bloco Unidos do Swing, conhecidos por inserir o jazz no circuito do carnaval paulistano, contagiam o público ao som do ritmo.
Gramado Central

14h
Quarteto Mondjaz
O grupo manipula timbres, ritmos, texturas e melodias, a partir da sonoridade das músicas orientais (sobretudo da Índia e do Oriente médio) e das possíveis intersecções com a música brasileira.
Jardim das Artes

15h
Ballet Paraisópolis
Alunos do projeto social participam do festival com coreografias clássicas e contemporâneas de seu repertório, como  “O Lago dos Cisnes”, “LAC”, “Sóror” e “Longe dos Olhos Perto do Coração”.
Gramado Central

16h15
O Bardo e o Banjo

Mesclando bluegrass —estilo do sul dos Estados Unidos— com música irlandesa, caipira e rock, o quarteto apresenta destaques de seu novo disco, “O Tempo e a Memória”.
Jardim das Artes

17h
Bloco de Pedra

Formado por cerca de cem integrantes, entre percussionistas e corpo de dança, o grupo de maracatu da cidade de São Paulo traz toadas autorais e tradicionais de valorização da cultura africana.
Jardim das Artes

17h15
Espiral

Na performance do grupo Ares,  bailarinos se entrelaçam em movimentos circulares dando a sensação de infinitude.
Jardim das Artes

Gustavo Ollitta
O artista circense brasileiro graduado em Turim, na Itália,  apresenta-se quatro vezes ao longo do evento com show de malabarismo e ilusão de ótica. No domingo, ganha a companhia da artista peruana Lucero Ponce nas performances.
Jardim das Artes.

18h
Nicolas Krassik

Conhecido por dedicar-se à música brasileira, o violinista e compositor francês Nicolas Krassik traz repertório homenageando ritmos nordestinos, com obras de Dominguinhos, Lenine e Gilberto Gil, além de trabalhos autorais.
Gramado Central.

Vertebral
Nove artistas do grupo Ares apresentam performances nas alturas, pendurados por cabos a cerca de 10 m do chão.
Gramado Central

19h
Jesuton

A cantora inglesa radicada no Brasil apresenta sucessos dos álbuns “Encontros”, “Show Me Your Soul” e “Home”.
Gramado Central

20h
Blackalbino

A banda paulistana toca clássicos do soul e  do funk, além de composições autorais.
Gramado Central

Gustavo Ollitta
O artista circense brasileiro graduado em Turim, na Itália,  apresenta-se quatro vezes ao longo do evento com show de malabarismo e ilusão de ótica. No domingo, ganha a companhia da artista peruana Lucero Ponce nas performances.
Gramado Central


Domingo, 30

11h15
Capoeira Rabo de Arraia

O grupo Rabo de Arraia traz um espetáculo dividido em três partes, com maculelê —dança afro-brasileira com bastões de madeira—, capoeira e samba de roda.
Gramado Central

13h15
Taubkin e Bahule

Com repertório autoral, o baixista brasileiro João Taubkin e a cantora Lenna Bahule constroem uma ponte imaginária entre Brasil e Moçambique, revelando afinidades e influências musicais entre os países.
Gramado Central

13h30
Mestrinho

O sanfoneiro, que já dividiu o palco com nomes como Dominguinhos, Gilberto Gil, Hermeto Pascoal, Elba Ramalho, Rosa Passos e Elza Soares, apresenta faixas de seu primeiro disco solo, “Opinião”.
Jardim das Artes

14h
Lavagem do Espaço

Na performance encabeçada por Leonardo Aiko, um grupo utilizando extintores de incêndio abastecidos com água de cheiro promove um festejo para lavar o espaço.
Gramado Central

14h45
Ilú Obá de Min

Formado exclusivamente por mulheres, o bloco Ilú Obá De Min leva ao Festival seu tradicional cortejo, que reverencia os orixás e sua ancestralidade africana ao som de percussão e vozes femininas.
Gramado Central


15h45
Marcelo Coelho & Mclav-in
O saxofonista e compositor Marcelo Coelho se apresenta acompanhado por Saulo Martins (piano), Glécio 
Nascimento (contrabaixo) e Abner Paul (bateria).
Jardim das Artes

16h15
Gustavo Ollitta & Lucero Ponce

O artista circense brasileiro graduado em Turim, na Itália,  apresenta-se quatro vezes ao longo do evento com show de malabarismo e ilusão de ótica. No domingo, ganha a companhia da artista peruana Lucero Ponce nas performances.
Jardim das Artes

17h
Höröyá

Formado por brasileiros, o grupo de música instrumental tem como influência as culturas tradicionais de países do oeste africano, como Guiné e Mali. Com participação de músicos do Senegal, o show traz muitos timbres nas composições e utiliza instrumentos tradicionais africanos.
Gramado Central

Bolha Humana
Na performance do grupo Ares, os bailarinos ficam dentro de uma bolha plástica, de onde interagem com o público de maneira inusitada. Haverá ainda oficinas de bolhas gigantes para os pequenos, na área kids.
Gramado Central

18h
Mark Lambert Quartet

O cantor e guitarrista americano Mark Lambert lidera a banda de músicos paulistas. No set, clássicos de Cole Porter e George Gershwin e pérolas de classic blues e samba jazz.
Jardim das Artes

19h
Hamilton de Holanda & Amigos

Jazz, samba, rock, pop, lundu e choro se alternam e se misturam na apresentação do bandolinista e compositor, que divide o palco com os instrumentistas Daniel Santiago (guitarra), Thiago Espirito Santo (baixo) e Edu Ribeiro (bateria).
Gramado Central

Vertebral
Nove artistas do grupo Ares apresentam performances nas alturas, pendurados por cabos a cerca de 10 m do chão.
Gramado Central

Gustavo Ollitta & Lucero Ponce
O artista circense brasileiro graduado em Turim, na Itália,  apresenta-se quatro vezes ao longo do evento com show de malabarismo e ilusão de ótica. No domingo, ganha a companhia da artista peruana Lucero Ponce nas performances.
Jardim das Artes


Gastronomia

Aguzzo
O restaurante de Pinheiros marca presença no festival servindo pratos como nhoque de espinafre (R$ 19) e ravióli recheado de mozarela de búfala (R$ 22).

Aragon
Com menu ibérico, o restaurante serve pratos como arroz de pato (R$ 35) e bolinho de jamón (R$ 30).

Arepas Urbanika
Em um carrinho metálico são preparados quitutes latino-americanos, como arepas (R$ 20) e chips de banana-da-terra (R$ 5).

Brigaderô
Uma bicicleta abriga releituras do clássico brigadeiro, que aparece em versões como o brigalé 
(R$ 15), em que o doce é servido em um palito.

Cinemark
A rede de cinemas marca presença no evento não para exibir filmes, mas para vender pipoca salgada e doce (de R$ 12 a R$ 18).

Fresh & Co
A casa de comidinhas saudáveis participa do festival servindo saladas (R$ 25), sanduíches (R$ 15) e açaí (R$ 18).

Lillidee Brigaderia 
e Delicatessen
A doceria leva ao evento guloseimas como brownie, churros e sorvetes (de R$ 8 a R$ 20).

Marcos Baldassari    
O ex-Masterchef prepara costela com barbecue (R$ 25), sanduíche de pernil (R$ 20) e tulipa de frango com mostarda (R$ 20).

Oop
Waffles recheados com sorvete (R$ 12) são a especialidade da doceria e aparecem em sabores como avelã, laranja, baunilha e chocolate belga.

Picanheria
Os amantes de carne podem se esbaldar com o menu do food truck, que inclui espetinho de picanha (R$ 15) e picanha com shimeji (R$ 30). 

Pobre Juan
Carnívoros também podem provar os pratos servidos pelo restaurante, como o bife de chorizo com farofa (R$ 25) e as empanadas de carne (R$ 12).

Saj
Quitutes árabes são a especialidade da casa, que serve esfihas (de R$ 7 a R$ 8) e porção de homus ou coalhada (R$ 10).

Tereza Paim
A chef prepara clássicos da culinária baiana, como bobó de camarão (R$ 25) e farofa (R$ 35).

​The Ribs
A costela é a estrela da casa, que a serve no prato com barbecue (de R$ 30 a R$ 35), com batata frita e queijo (R$ 25) e como sanduíche (R$ 20).

A Tropicana
Especializada no método tailandês de preparar sorvetes, a casa serve a guloseima feita na chapa e tem opções veganas (de R$ 18 a R$ 20).

Ubá
No food truck são preparados hambúrgueres vegetarianos, feitos com falafel (R$ 22) ou shiitake (R$ 22), estrogonofe de grão-de-bico (R$ 25) e sanduíche de porco (R$ 22).

Vulcano Shake
Para ajudar o público a se refrescar, o food truck serve raspadinhas (de R$ 12 a R$ 16) e milk-shakes, feitos com até três sabores e que podem levar bebidas alcoólicas (de R$ 18 a R$ 22).

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais