Com a chegada das férias, roteiro destaca 9 passeios bate e volta, pertinho da capital

Cidades próximas a São Paulo oferecem de balonismo a Roteiro do Vinho para curtir no mês de dezembro

Vila inglesa Paranapiacaba

Vila inglesa Paranapiacaba Zanone Fraissat/Folhapress

Ana Luísa Moraes Isabella Menon
São Paulo

Para ver o Big Ben não é preciso ir a Londres e para conhecer neve não é necessário carimbar o passaporte. A chegada de dezembro traz o clima de recesso e vontade de viajar.

Para a sorte dos paulistanos, São Paulo conta com a mais variada cartela de passeios que ficam logo alí pertinho. Assim, é possível respirar novos ares e, em um pulo, voltar à vida normal. As opções vão desde uma tarde na praia de Santos a um dia de neve (artificial) em São Roque, que forma uma pista de esqui de 500 metros de extensão. 

Há também a possibilidade de voar nos balões de Boituva ou conhecer o recém-inaugurado Parque Ecológico de São Bernardo do Campo, que promove uma experiência sensorial ao misturar tecnologia e natureza. 

Para aqueles que procuram paz de espírito, o maior templo budista da América do Sul, localizado em Cotia, é uma opção de passeio. Ou, então, conhecer o Big Ben de Paranapiacaba, uma réplica do cartão postal londrino importado em 1890 às terras brasileiras.  

Para ajudar a orientar os interessados nos bate e volta, o Guia separou nove cidades próximas da capital, com mapa sinalizando a distância para o centro da cidade e serviço indicando como chegar aos locais. 

 

Cotia

 
 

Uma das áreas de expansão residencial da grande São Paulo e a cerca de 30 km do centro, Cotia conta com algumas opções de passeio como o templo budista Zu  Lai, o maior da América do Sul. Com 10 mil m² de área construída, a arquitetura oriental dali é inspirada na dinastia chinesa Tang, entre os séculos 7º e 10º.

 

Por ali, visitantes podem acompanhar cerimônias, fazer cursos de meditação, feng chui, tai chi chuan ou simplesmente curtir o espaço.

Além disso, o município também abriga opções de lazer para crianças, como a Vila dos Coelhos. Nos mais de 49 mil m² do local, os pequenos podem ter contato com mais de dez espécies de comedores de cenoura. O lugar tem também um minhocário, uma minicachoeira e até cama elástica.

Como chegar: De carro, dura cerca de uma hora. De ônibus, saindo do Terminal Barra Funda ou metrô Butantã, dura de duas a três horas e as passagens custam entre R$ 6 e R$ 11,80. Para mais informações, acesse: emtu.sp.gov.br.
Templo Zu Lai Estr. Fernando Nobre, 1.461, Cotia, tel. (11) 3500-3600. Ter. a sex.: 12h às 17h. Sáb. e dom.: 9h30 às 17h. Estac. (grátis). Grátis. 
Vila dos Coelhos Estr. das Figueiras, 890, Cotia. Sáb., dom. e feriados das 10h às 17h. Para mais informações, acesse o site: viladoscoelhos.com.br


São Roque

Que tal esquiar nos trópicos? Uma opção é o Ski Mountain Park. No parque ecológico, o destaque é uma pista artificial de esqui com 500 metros de extensão. Lá também tem arvorismo, paintball e tirolesa.

 

Aos amantes de uva, São Roque também oferece o Roteiro do Vinho: são distribuídos mais de 30 estabelecimentos por 10 km. Por ali, há adegas, vinícolas e restaurantes.

Como chegar: De carro, a viagem dura de 60 a 90 minutos. De ônibus, saindo da rodoviária Barra Funda, o trajeto dura uma hora e meia e as passagens custam, em média, R$ 20. Mais informações no site rodoviariadabarrafunda.com.
Ski Mountain Park  Estr. da Serrinha, 1.500, São Roque, tel. (11) 4712-3351. Sáb. e dom.: 10h às 18h. Livre. Ingr.: R$ 10 a R$ 350. Passaporte: R$ 69,30 a R$ 99,80. Atrações: R$ 8 a R$ 40. Estac. R$ 30. Ingr. p/ ingressocomdesconto.com.br.  d i
Roteiro do Vinho  Tel. (11) 4712-2955. Site informações em roteirodovinho.com.br


São Bernardo do Campo

Às margens da rodovia dos Imigrantes, um parque ecológico recém-inaugurado preza pela sustentabilidade e acessibilidade. Em meio à mata atlântica, o local promove um passeio acompanhado pelo barulho de cachoeiras e contemplação de diferentes tipos de borboletas. 

 
O novo parque Ecológico Imigrantes, que possui uma área de passeio por passarelas, trilhas e um bondinho que da acesso a parte alta do parque
O novo parque Ecológico Imigrantes, que possui uma área de passeio por passarelas, trilhas e um bondinho que da acesso a parte alta do parque - Bruno Santos/ Folhapress

O local, que conta com cinco trilhas, mistura tecnologia com a natureza. Por ali, há também um jardim sensorial, com ervas aromáticas, plantas e flores. O acesso se dá por uma espécie de bondinho envidraçado. Para visitas, é preciso agendar previamente.

Como chegar: De carro, demora de 20 a 40 minutos, menos do que a distância de muitos bairros. De ônibus, o trajeto demora 50 minutos e custa R$ 4,30 saindo do terminal Metropolitano Jabaquara (emtu.sp.gov.br).
Parque Ecológico Imigrantes  Rod. dos Imigrantes, km 34,5., tel. (11) 4348-0786; site parqueecologico imigrantes.org.br


Atibaia

Para os amantes de verde, uma das atrações de Atibaia é subir a trilha da Pedra Grande. Para isso, é preciso ir pelo Condomínio Arco-Íris, cuja entrada para a trilha é gratuita. Lembre-se de levar água, já que com mais de 1.400 metros, o percurso dura, aproximadamente, três horas.

Aos menos radicais, uma opção de passeio é a fazenda Paraíso, antiga produtora de café que tem alambique artesanal com direito a degustação de bebidas com base de cachaça —é preciso fazer reserva com antecedência.

Mulher pratica montanhismo na região conhecida como Pedra Grande, em Atibaia, SP
Mulher pratica montanhismo na região conhecida como Pedra Grande, em Atibaia, SP - Luis Moura/Folhapress

Como chegar: De carro, a viagem dura cerca de uma hora e meia. De ônibus, uma hora e 15 minutos pela Viação Atibaia. Mais informações em viacaoatibaiasp.com.br.
Trilha da Pedra Grande Rod. D. Pedro 1º, km 65, tel. (11) 4402-3533. Seg. a dom. das 8h às 17h. 
Fazenda Paraíso Rod. Fernão Dias, saída 52. Sáb. das 11h às 18h e dom. das 7h às 18h, tel. (11) 4415-1575. Para mais informações, acesse o site fazendaparaisoatibaia.com.br


Boituva

A cidade, famosa pelo balonismo, oferece diversas opções de passeio pelo céu —dos mais baratos aos mais caros (podendo chegar a R$ 1.590), que tem café da manhã.

Os voos costumam ser realizados bem cedo, antes do nascer do sol, horário em que os ventos são amenos e a paisagem é mais bonita. 

 

Para não perder a viagem, fique de olho no tempo. Uma condição climática desfavorável, como céu nublado, chuva e ventanias, inviabilizam a expedição.

Boituva também é uma boa pedida para os mais radicais dispostos a pular de paraquedas.

Como chegar: De carro, a viagem dura de uma a duas horas. De ônibus, uma hora e 40 minutos pelo Vale do Tietê, a partir de R$ 37,90. Mais informações em vendas.valedotiete.com.br.
Céu Azul Balonismo  R. Domingos Waldemar Belucci, s/ nº, Boituva, tel. (19) 99679-7877. Sáb. e dom.: 5h30 às 8h30. 4 anos. Ingr.: R$ 339,90. Reservar em ceuazulbalonismo.com.br

 

Santos

As praias de Santos, como a do Gonzaga e a Ponta da Praia, são as principais atrações. 

Porém, a cidade tem muito mais a oferecer, como o Museu do Café. O local ocupa o edifício que sediou a

Bolsa do Café e foi reaberto em 1998 como centro cultural. Por ali, é contada a história da bebida.

Uma cafeteria com diferentes grãos completa o passeio. Outro programa histórico é a excursão guiada de bonde pelo centro, saindo da Estação do Valongo.

Fachada do Museu do Café, em Santos (SP)
Fachada do Museu do Café, em Santos (SP) - Divulgação

Como chegar: De carro, a viagem dura de uma a duas horas. De ônibus, saindo do terminal Jabaquara, leva mais ou menos o mesmo tempo e custa R$ 26,90. Informações em rodoviariadojabaquara.com.br.
Museu do Café  R. Quinze de Novembro, 95, Centro, Santos, tel. (13) 3213-1750. 200 pessoas. Ter. a sáb.: 9h às 17h. Dom.: 10h às 17h. Ingr.: R$ 10. Sáb.: grátis. d w
Passeio de bonde  turismosantos.com.br


Embu das Artes

Passear sem destino pelo centro da cidade é uma boa pedida para quem vai passar o dia em Embu. O local, que pode ser conhecido a pé, é repleto de lojinhas de artesanato e itens de decoração.

Quem visita o município nos fins de semana ainda pode conferir a tradicional feira, que reúne estandes de antiguidades, artes plásticas, gastronomia, moda, jardinagem, e itens infantis, entre outros. 

Na sexta (7), o centro histórico recebe a inauguração do Natal Iluminado, espetáculo de luzes que atrai muitos turistas da região. 

Embu das Artes, a 38 km da capital paulista, na Grande São Paulo, atrai milhares de turistas todo final de semana, em especial aos domingos, quando a Feira de Artesanato
Embu das Artes, a 38 km da capital paulista, na Grande São Paulo, atrai milhares de turistas todo final de semana, em especial aos domingos, quando a Feira de Artesanato - Chico Cardillo/Divulgação

Como chegar: De carro, a viagem dura, em média, 50 minutos. Também dá para pegar o ônibus 033 no terminal Butantã (R$ 5,05), que para direto no centro histórico e demora 40 minutos (emtu.sp.gov.br).
Feira de Embu das Artes  Lgo. Vinte e Um de Abril, s/ nº, Centro, Embu das Artes, tel. 4704-6565. Sáb. e dom.: 9h às 18h30. 


Vinhedo

A maior atração é o Hopi Hari, parque temático com programas para toda a família. 

Entre as opções estão brinquedos radicais, como a montanha-russa Montezum. Para os pequenos, há área inspirada nos personagens do desenho “Looney Tunes”.

Até o dia 13/1, o parque tem programação especial de Natal, que inclui decoração e o espetáculo “Fábrica de Sonhos”. A 3,4 km do Hopi Hari encontra-se o parque aquático Wet’n Wild, em Itupeva, uma boa pedida para o verão que se aproxima. 

Como chegar: O percurso pode ser feito em aproximadamente uma hora e 30 minutos, de carro, ou de ônibus, que sai do Terminal Rodoviário Tietê, dura uma hora e 20 minutos e custa R$ 21,20. Mais informações em rodoviariadotiete.com. 
Hopi Hari  Rod. dos Bandeirantes, s/ nº, km 72, Vinhedo, tel. 4210-4000. Sex. a dom.: 11h às 20h30. Passaporte (unitário): R$ 119,90. Programação e ingressos p/ hopihari.com.br. 


Paranapiacaba

Os fãs de natureza, trilhas e esportes radicais encontram em Paranapiacaba um refúgio a poucos quilômetros de São Paulo. 

 
 

Para além dos passeios ecológicos, o centro histórico da Vila Inglesa é sede de eventos culturais. No sábado (8) e domingo (9), o distrito recebe um festival com atrações como exposições, apresentações de orquestras e sarau de poesias caipiras. 

Como chegar: De carro, o trajeto leva uma hora e 15 minutos; de transporte público, é possível pegar o ônibus 040 na estação Guapituba, que fica na linha 10 da CPTM, por R$ 6,75 (paranapiacabaemtu.sp.gov.br). Há também a opção de fazer a viagem de trem expresso, que sai aos domingos, às 8h30, da Estação da Luz, custa R$ 50 (cptm.sp.gov.br) e leva uma hora e meia.
Pq. Municipal Nascentes de Paranapiacaba  R. Direita, 371, Santo André, Paranapicaba, tel. 4439-0321. Ter. a sex.: 8h às 11h30 e 12h30 às 15h30. Sáb. e dom.: 8h às 12h e 13h às 16h45. 
Festival facebook.com/fopp.paranapiacaba

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais