Descrição de chapéu carnaval
Shows

Preta Gil e Bell Marques são atrações do pós-Carnaval; confira os últimos blocos de SP

Estreia do bloco da Preta pelas ruas da capital é um dos destaques da maratona de trios

Laura Lewer Isabella Menon
São Paulo

Após dez anos agitando as ruas do Rio, o Bloco da Preta estreia em São Paulo como um dos principais eventos do pós-Carnaval. 

Comandado por Preta Gil, o bloco tem concentração marcada para a frente do Obelisco, no parque Ibirapuera, a partir das 13h deste domingo (10). 

O trio deve passar por várias vias da Vila Mariana, com expectativa de levar mais de 300 mil foliões às ruas. Além de seus sucessos, Preta conta com a bateria Black Power para tocar hits variados do sertanejo ao samba.

Além de Preta, o fim de semana ainda tem a estreia de Bell Marques e a volta de Claudia Leitte em diferentes trios, além da tradicional Pipoca da Rainha, com Daniela Mercury, comprovando a força do Carnaval de rua de São Paulo.

 
O chorinho do Carnaval ainda tem o retorno da vencedora Mancha Verde e outras quatro escolas de samba no desfile das campeãs e do show em formato de bloco da cantora Anitta.

Avenida Pedro Álvares Cabral, em frente à praça do Obelisco  - Pça. Gen. Estilac Leal, s/ nº, Paraíso, região sul, s/ tel. Dom. (10): 13h. Ingr. : GRÁTIS.

Confira abaixo uma lista com datas e horários dos eventos indicados pelo Guia que acontecem este sexta (8) e domingo (10).

 

SEXTA (8)

21h

Desfile das Campeãs 
Após conquistar título inédito, a Mancha Verde retorna ao Sambódromo do Anhembi com o samba-enredo que relembrou a história da princesa africana Aqualtune, avó de Zumbi dos Palmares, e, por meio dela, discutiu escravidão, intolerância religiosa e direitos humanos. Além dela, desfilam também na sexta (8) a Dragões da Real, Rosas de Ouro, Unidos de Vila Maria e Império de Casa Verde. 
Avenida Olavo Fontoura, 1.209. R$ 190 a R$ 1.210. Sex. (8) a partir das 21h.

SÁBADO (9)

11h

Desliga e Vem
Os clássicos do pagode dos anos 1990 agitam o bloco que sai no bairro de Pinheiros. O nome do cordão é uma referência ao hit da banda Quebradeira, que surgiu após o fim do Exaltasamba.
R. Pe. Carvalho, s/ nº, Pinheiros, região oeste, s/ tel. Grátis.

13h

Bell na Rua
O ex-Chiclete com Banana Bell Marques es pela primeira vez nas ruas de São Paulo com músicas como “Cabelo Raspadinho”. A concentração é no Obelisco, em frente ao parque Ibirapuera. 
Av. Pedro Alvares Cabral, s/ nº, região sul, s/ tel. Grátis.

Meu Santo é Pop
O bloco completa cinco anos com sua fusão entre hits pops nacionais e internacionais, com músicas que passam por Pabllo Vittar, Iza, Ivete Sangalo a Madonna e Rihanna.
Lgo. do Arouche, s/ nº, República, região central, s/ tel. Grátis.

14h

Kaya na Gandaia
O bloco de samba-reggae leva às ruas clássicos dos blocos afro Muzenza e Olodum, além de composições autorais como o hino “Abrindo os Caminhos pro Meu Carnaval”.
R. dos Pinheiros com rua Mourato Coelho, Pinheiros, região oeste, s/ tel. Livre. Grátis. 

Te amo, Mas Só como Amigo
Criado em 2017, por um grupo de mulheres que tocavam nos principais blocos de São Paulo, o trio valoriza a mistura musical com faixas que vão de Claudinho e Buchecha a Caetano Veloso.
R. dos Pinheiros com a rua Mourato Coelho, Pinheiros, região oeste, s/ tel. Grátis.

Navio Pirata
Em seu segundo ano, o bloco é comandado pela banda BaianaSystem, que toca samba-reggae e outros ritmos regionais, além de passar por canções como “Lucro (Descomprimindo)”.
Av. Tiradentes, s/ nº, Luz, região central, s/ tel. Grátis. 

Nu Vuco Vuco
A fim de levar a diversidade dos antigos Carnavais de rua, o bloco tem um repertório diverso com gêneros como samba-reggae, afro-samba e afoxé.
Praça Cornelia - R. Clélia, s/ nº, Água Branca, região oeste, s/ tel. Grátis.

Mamba Negra
Escolhida como a melhor noite de 2017 e 2018 pelo júri do Guia, a festa itinerante encabeçada por mulheres desfila seu primeiro bloco no pós-Carnaval de São Paulo recheado de música eletrônica.
Pateo do Collegio, s/ nº, Sé, região central, s/ tel. 14h30. Grátis. 

Largadinho
Com um dos blocos mais tradicionais de Salvador, Claudia Leitte volta a São Paulo pelo segundo ano com o trio que leva o nome de um de seus hits, “Largadinho”. O trio conta com os sucessos da carreira da cantora como “Extravasa” e “Beijar na Boca”. 
Av. Mq. de São Vicente, 3.001, Água Branca, região oeste, s/ tel. Livre. Grátis.  

15h

Bloco da Diversidade
Criado pela ONG responsável pela Parada LGBT, o bloco leva às ruas do largo do Arouche os DJs Tico Malagueta, Tiago Cardoso e banda As Dianas.
Lgo. do Arouche, s/ nº, República, região central, s/ tel. Grátis.

Vou de Táxi
No sexto ano, o bloco leva às ruas os clássicos dos anos 1990. O trio elétrico relembra sucessos da dupla Sandy & Júnior a boyband Backstreet Boys.
Av. Eng. Luiz Carlos Berrini, s/ nº, Cidade Monções, região sul, s/ tel. Livre. Grátis.

16h

Bloco da Catuaba
Extensão da festa Catuaba, hits do pop nacional e internacional animam a festa de rua.
Av. Tiradentes, s/ nº, esq. c/ av. do Estado, Luz, s/ tel. Grátis.

17h

Carnavelhas
​Depois de se apresentar no pré-Carnaval, as Velhas Virgens, banda de rock dos anos 1980, traz o bloco para o pós-Carnaval. Criado há 18 anos, o Carnavelhas se dedica às marchinhas e músicas carnavalescas com arranjos de rock. A novidade deste ano é o lançamento da música “A Tromba do Elefante”, uma versão da marchinha originalmente lançada por Mazzaropi na trilha sonora do filme “Sai da Frente” (1952). 
Pça. Ouvidor Pacheco e Silva, s/ nº, Sé, região central, s/ tel. Grátis. 

DOMINGO (10)

11h

Chega Mais
Sucessos dos anos 1980 arranjados em ritmo de Carnaval compõem o setlist do bloco, que tem uma bateria de mais de 40 ritmistas. O repertório conta com músicas de nomes como Rita Lee, Ultraje a Rigor, RPM, Paralamas, Blitz, Lobão, A-ha e Plebe Rude.
R. Inácio Pereira da Rocha com a rua Simão Álvares, s/ nº, Pinheiros, região oeste, s/ tel. Grátis.

13h

Chorume
A festa de rua cai na folia do Carnaval e reúne os maiores hinos do funk, pop dos anos 2000, pagode, axé e feminejo.
Lgo. do Arouche, s/ nº, República, região central, s/ tel. Grátis. 

Não Era Amor, Era Cilada
Organizado pelo bloco Vou de Táxi, o trio conta com o grupo de pagode Molejo. Entre o repertório, estão sucessos como “Cilada”, “Brincadeira de Criança”, “Dança da Vassoura”, “Paparico” e “Samba Diferente”.
Av. Brigadeiro Faria Lima, Itaim Bibi, região sul, s/ tel. Grátis.

14h

Calor da Rua: Desfile Oficial
Com cerca de cem músicos, o bloco é comandado pela banda Francisco, El Hombre, formada por mexicanos e brasileiros, que acompanhamembros da bateria Flor do Asfalto. Além das canções do grupo, o trio elétrico faz releituras de MPB e músicas latinas.
R. Rui Barbosa, 401, Bela Vista, região central, s/ tel. Grátis.

É o Tchan no Bloco do Zoinho
Produzido pelo promoter Luiz Zóinho, o bloco sai pelas ruas com o grupo É o Tchan, dono de hits dos como “Dança da Cordinha”, “Na Boquinha da Garrafa” e “Pau que Nasce Torto”.
R. Laguna, 450, Jardim Caravelas, região sul, s/ tel. Grátis. 

Filhos de Gil
Criado em 2017, o bloco celebra a música do cantor e compositor Gilberto Gil. Pelas ruas de São Paulo, o bloco passa por ritmos como reggae, samba, baião e ijexá.
Av. José Maria Whitaker, 1.700, Planalto Paulista, região sul, s/ tel. Grátis. 

Lexa Sapequinha
Durante cinco horas de trio elétrico, a cantora de funk Lexa vai pela primeira vez às ruas de São Paulo com convidados ainda não relevados. Seu trio elétrico leva o nome de um dos seus maiores hits, “Sapequinha”.
Av. Tiradentes, 551, Luz, região central, s/ tel. Grátis. 

Pipoca da Rainha
A cantora Daniela Mercury se apresenta pela no pós-Carnaval de São Paulo. A rainha do axé conta com a presença do grupo de teatro e dança Dzi Croquettes, que ficou conhecido nos anos 1970. 
Rua da Consolação, Consolação, região central, s/ tel. Grátis. 

15h

Bloco do Síndico
Nascido em 2015, o bloco fecha o Carnaval paulistano com sucessos do cantor Tim Maia, como “Gostava Tanto de Você” e “Do Leme ao Pontal”.
Pça. Edgard Hermelino Leite, s/ nº, Vila Olímpia, s/ tel. Livre. Grátis.

Orquestra Voadora
O bloco carioca toca samba, rock’n roll e pop. Em São Paulo, conta com um trio de cerca de 150 músicos que se misturam entre metais e percussionistas, além de artistas de rua, malabaristas e palhaços.
Praça da República, República, tel. 3170-0800. Grátis.

Tatuapé
A concentração, a partir das 12h, no Quintal do Espeto, conta com a bateria da escola de samba Acadêmicos do Tatuapé. Às 15h, o cantor Sall puxa o trio elétrico e o grupo Arrocha Mamãe, às 17h30, toma conta da festa de rua.
R. Serra de Botucatu, 1.933, Vila Gomes Cardim, região leste, s/ tel. Grátis. 

18h

Ressaca do Bloco das Poderosas
Liderado pela cantora Anitta, a festa vai muito além dos hits da funkeira como “Paradinha” e “Vai Malandra”. A carioca incluiu no repertório hits como “Explosão Tchakabum” do Tchakabum e “Arerê”, da banda Eva.
Espaço das Américas - R. Tagipuru, 795, Barra Funda, região central, tel. 3868-5860. Ingr.: R$ 40 a R$ 70.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais