Fique em casa: assista a shows de 15 artistas que tocariam no Lollapalooza no fim de semana

Festival aconteceria desta sexta (3) a domingo (5), mas foi adiado para dezembro

São Paulo

Um dos maiores eventos culturais marcados para o período afetado pelo novo coronavírus, o festival Lollapalooza aconteceria neste fim de semana, entre sexta (3) e domingo (5), no Autódromo de Interlagos.

A nova data já foi escolhida —de 4 a 6 de dezembro— mas, por enquanto, só três das quase 80 atrações continuam confirmadas: os headliners Guns N' Roses, The Strokes e Travis Scott.

Não se sabe muito sobre o novo lineup, mas o Guia reuniu 15 artistas da formação antiga para você montar o seu próprio Lollapalooza da sala de casa.

Neste roteiro, você encontra performances ao vivo que vão da boy band de hip-hop Brockhampton ao pop introspectivo de Lana del Rey, e até sets de DJs caso queira fazer uma festinha no isolamento. Bom festival!

BROCKHAMPTON
A boy band de hip-hop formada em um fórum online faria sua estreia em solo brasileiro no sábado (4), mas vai ficar para a próxima. Ainda não se sabe se o grupo está confirmado para a nova data do festival, mas a dica é assistir à enérgica performance feita em 2018, na Nova Zelândia.

Eles ainda não haviam lançado o elogiado disco que os brasileiros ouviriam de perto, “Ginger”, do ano passado, mas tocam músicas de “Iridescence”, de 2018.
Disponível no YouTube: bit.ly/2JCUn8p

Charli XCX
A cantora que cresceu e apareceu desde sua última apresentação no Brasil, na edição de 2017 do Cultura Inglesa Festival era uma das mais aguardadas do lineup e tocaria no domingo (5).

Com seu novo disco, “Charli”, do ano passado, na mala, prometia um show cheio de pop experimental e futurista, e quem sabe uma participação de Pabllo Vittar, companheira de lineup que divide os vocais com ela em “Shake It”. Por ora, dá para conferir sua performance do ano passado no festival do site Pitchfork.
Disponível no YouTube: bit.ly/2JmSsoe

City and Colour
Quem aguardava ansiosamente pelo show tranquilinho do começo da noite de sábado (4) do americano Dallas Green ficou de mãos abanando.

A boa notícia é que a rede de rádio canadense CBC Music disponibilizou uma apresentação intimista de 40 minutos do cantor, que também é membro do Alexisonfire.

Acompanhado apenas de seu violão, ele estreia canções do disco mais recente, “A Pill for Loneliness”, do ano passado. Bem apropriado para a solidão da quarentena.
Disponível no YouTube: bit.ly/3bCbHpJ

Emicida
O paulistano, nome de destaque no rap nacional, apresentaria no sábado (4) “AmarElo”, do ano passado, álbum que lhe rendeu os prêmios de melhor show do ano pelos júris técnico e popular do Guia Folha.

Enquanto não é possível ouvi-lo ao vivo, vale assistir ao DVD da turnê de 2017, "10 anos de Triunfo", que comemorou uma década de estrada.
Disponível no YouTube: bit.ly/2QXdH4h. À venda em: bit.ly/2UrT7uW

Guns N’ Roses
O incansável grupo dono de alguns dos maiores sucessos do rock, como “Sweet Child O’Mine” e “November Rain”, encabeçava a sexta-feira (3), mas conseguiu se manter no lineup de dezembro do festival.

Quem ainda não tem as letras na ponta da língua pode assistir à apresentação de quase três horas feita em 2016, na O2 Arena, em Londres.
Disponível no Tidal: bit.ly/3awqSAG. Teste de 30 dias: grátis. Depois: R$ 16,90 por mês

Gwen Stefani
Headliner do domingo (5) ao lado dos Strokes, a vocalista da clássica banda de ska No Doubt certamente puxaria coros com os sucessos da banda e de sua carreira solo, como “The Sweet Escape”, “Hollaback Girl” e “Rich Girl”, todas a cara dos anos 2000.

Agora só resta cantar de casa com o show de 2016 em Boston, nos Estados Unidos, quando rodava o mundo com a turnê do disco “This Is What the Truth Feels Like”, lançado naquele ano.
Disponível no YouTube: bit.ly/2QWFJg8

James Blake
O músico do Reino Unido faria a estreia de seu “Assume From”, de 2019, no fim da primeira noite do Lollapalooza e mostraria ao vivo feats com nomes bombados como Travis Scott (também no lineup) e Rosalía.

Enquanto a hora não chega, a plataforma de streaming Tidal tem 40 minutos do show no festival Made in America, também do ano passado.
Disponível no Tidal: bit.ly/2QV7IN2. Teste de 30 dias: grátis. Depois: R$ 16,90 por mês.

Lana del Rey
A cantora americana sentiu rápido a falta do Brasil e voltaria só só dois anos depois de sua bem falada última visita, no Lollapalooza de 2018.

O retorno era por uma boa causa: ela apresentaria o show do disco “Norman Fucking Rockwell!”, elogiado pela crítica e indicado a melhor álbum de 2019 no Grammy.

Para matar um pouco a saudade, dá para conferir seu show do ano passado na edição chilena do festival.
Disponível no YouTube: bit.ly/2QU2Ibt

Madeon
O DJ francês, uma das atrações principais da parte eletrônica do lineup do Lolla, tocaria no sábado (4) um set que, no ano passado, ganhou novas canções com o lançamento de “Good Faith”.

Agora só resta esperar e afastar os móveis da sala para dançar ao som de sua apresentação de 2016 no Made in America, que o Tidal disponibiliza em seu streaming.
Disponível no Tidal: bit.ly/2JsWWcZ. Teste de 30 dias: grátis. Após: R$ 16,90 por mês.

Martin Garrix
Outro representante da eletrônica escalado para o festival foi o DJ holandês, que, aos 23 anos, é responsável por hits da EDM como “In the Name of Love” e “Scared to Be Lonely”, com vocais de Dua Lipa.

O próprio canal do YouTube do produtor dá uma dica do que fazer enquanto ele não vem: assistir ao show de luzes, projeções e fogo do seu set do ano passado no Ultra Music Festival de Miami.
Disponível no YouTube: bit.ly/2QY8itv

Rita Ora
A cantora britânica de origem albanesa que finalmente desembarcaria no Brasil com a turnê de seu disco mais recente, “Phoenix”, de 2018, foi obrigada a cancelar seus shows no Lollapalooza, na sexta (3). Para os fãs que terão de esperar mais um pouco, resta assistir à sua performance para a BBC Radio, no ano passado.
Disponível no YouTube: bit.ly/2wOitdo

Travis Scott
O rapper e produtor americano, possivelmente a atração mais aguardada desta edição do Lollapalooza, segue confirmado para a nova data, mas já dá para começar o esquenta com seu show de quase uma hora no Made in America, no ano passado, transmitido exclusivamente no Tidal.
Disponível no Tidal: bit.ly/3dQm7nQ

The Lumineers
Não é desta vez que será possível ouvir o hit de 2012, “Ho Hey”, pessoalmente, mas graças à internet dá para conferir como é o setlist da banda de folk ao vivo. No palquinho do Columbia City Theater, nos Estados Unidos, o grupo gravou uma de suas performances de 2016 para a estação de rádio americana KEXP.
Disponível no YouTube: bit.ly/2UuX6qE

The Strokes
Alguns já puderam conferir a apresentação do grupo de rock no Lollapalooza Brasil de 2017 e não vão perder muita coisa nova com o cancelamento do show —a banda não lançou quase nada desde então. Para os que não estiveram lá, a dica é assistir à gravação da performance do mesmo ano na versão chilena do evento.
Disponível no YouTube: bit.ly/2URw3Ve

Vampire Weekend
O show da banda americana de indie rock no último dia do Lolla Brasil seria com repertório fresquinho, que incluiria “Father of the Bride”, lançado no ano passado. Não vai ser dessa vez, mas dá para treinar as músicas mais clássicas da banda com seu show de 2014 no britânico Reading Festival. É curtinho, mas vai de “A-Punk” a “Hannah Hunt”.
Disponível no YouTube: bit.ly/2WVid79

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais

Mais lidas