Descrição de chapéu cinema
Cinema

Disputa por guarda testa público em filme 'Custódia'

No longa francês, mãe acusa o pai de ser violento com ela e os filhos

Úrsula Passos
São Paulo

O tempo todo julgamos pessoas e, no cinema, personagens. O longa francês “Custódia”, de Xavier Legrand, nos coloca logo de cara em uma audiência em que uma juíza deve decidir se dá ou não a um pai a guarda compartilhada de um menino de 11 anos (vivido pelo estreante Thomas Gioria de forma comovente).


Ficamos em dúvida. Acreditamos na mãe, que acusa o pai de ser violento com ela e os filhos —há ainda uma jovem que vai completar 18 anos—, ou no pai, alegando que a mulher deseja afastá-lo dos dois? Como pergunta a juíza: quem é o mentiroso? Com o avançar da narrativa, a tela vai revelando a verdade que existe na história do ex-casal formado por Miriam (Léa Drucker) e Antoine (Denis Ménochet), e nós, espectadores, engolimos pesadamente. 

Veja salas e horários
Leia a crítica do filme

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais