Descrição de chapéu Cinema
Cinema

Novo 'Exterminador do Futuro' e três filmes da 43ª Mostra estão entre as estreias da semana

Confira trailers, críticas e sessões dos longas que entram em cartaz nesta quinta (31)

São Paulo

Amor em Jogo
Kicking out Shoshana. Israel, 2014. Direção: Shay Kanot. Com: Oshri Cohen, Gal Gadot e Yossi Marshek. 100 min. 14 anos.
Um jogador de futebol israelense é forçado por um líder da máfia local a fingir que é gay como punição por ter flertado com a namorada de um criminoso. Banido do esporte por atletas e torcedores, ele se torna um líder da comunidade LGBT.
Salas e horários

A Cidade dos Piratas
Brasil, 2018. Direção: Otto Guerra. Com: Laerte, Otto Guerra e Matheus Nachtergaele. 83 min. 16 anos.
Inspirado no quadrinho Piratas do Tietê, da cartunista Laerte, a animação acompanha um cineasta que passa a negar as personagens de seu filme após receber um diagnóstico de câncer. O filme mescla ficção e realidade, fazendo referências às carreiras de seus criadores e ao cenário político do país.
Salas e horários
Leia a crítica

 

O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio
Terminator: Dark Fate. China/EUA. 2019. Direção: Tim Miller. Com: Arnold Schwarzenegger, Mackenzie Davis e Linda Hamilton. 128 min. 14 anos.
Décadas após ter mudado o destino da humanidade, Sarah Connor ajuda uma jovem mexicana e uma guerreira biônica do futuro a evitar a aniquilação da vida na Terra. Atacadas por um novo modelo de Exterminador, elas recorrem a um velho conhecido de Sarah: o ciborgue T-800.
Salas e horários
Leia a crítica

A Família Addams
The Addams Family. China/Reino Unido/EUA. Direção: Greg Tiernan e Conrad Vernon. 96 min. Livre.
Uma excêntrica e sombria família passa a ser perseguida pelos moradores de sua cidade, que prezam por ortodoxia e bons costumes. A tensão aumenta quando sua filha vai estudar em um colégio tradicional e começa a interagir com outros jovens.
Salas e horários
Leia a crítica

Intruso
Brasil, 2009. Direção: Paulo Fontenele. Com: Eriberto Leão, Danton Mello e Juliana Knust. 80 minutos. 12 anos.

Neste suspense, uma família é obrigada a receber um visitante desconhecido. Todos precisam se ajustar a suas regras sob pena de punição e ninguém pode deixar a casa durante sua estada.
Salas e horários

Maria do Caritó
Brasil, 2018. Direção: João Paulo Jabur. Com: Lilia Cabral, Leopoldo Pacheco e Juliana Carneiro da Cunha. 94 min. 12 anos.
Uma mulher de 50 anos que foi prometida pelo pai para ser entregue virgem a um santo desconhecido sonha encontrar o verdadeiro amor. Adaptação da peça homônima escrita pelo pernambucano Newton Moreno.
Salas e horários
Leia a crítica

A Odisseia dos Tontos
La Odisea de los Giles. Argentina/Espanha, 2019. Direção: Sebastián Borensztein. Com: Ricardo Darín, Luis Brandoni e Chino Darín. 116 min. 14 anos.
Arruinados pelo congelamento bancário no auge da crise financeira argentina de 2001, um grupo resolve pegar de volta o dinheiro confiscado --onde quer que ele esteja. Pré-indicado da Argentina ao Oscar de melhor filme internacional. Exibido na 43ª Mostra de Cinema.
Salas e horários
Leia a crítica

Papicha
Idem. Argélia/Bélgica/França/Qatar, 2019. Direção: Mounia Meddour. Com: Lyna Khoudri, Shirine Boutella, Amira Hilda Douaouda. 106 min. 16 anos.
Uma estudante universitária resiste ao conservadorismo de uma Argélia sob guerra civil ao planejar um desfile de moda. Pré-selecionado argelino ao Oscar de melhor filme internacional. Exibido na 43ª Mostra de Cinema.
Salas e horários
Leia a crítica

 

Rogéria, Senhor Astolfo Barroso Pinto
Brasil, 2018. Direção: Pedro Gui. 82 min. 14 anos.
O documentário relembra a vida e a trajetória artística da artista que se autodenominava travesti da família brasileira e que morreu em 2017. Entre entrevistas e registros de época, aborda casos como o acidente que desfigurou seu rosto em 1981.
Salas e horários
Leia a crítica

Segredos Oficiais
Official Secrets. Reino Unido/EUA, 2019. Direção: Gavin Hood. Com: Keira Knightley, Matt Smith e Ralph Fiennes. 112 min. 12 anos.
Baseado em fatos reais, narra a história da tradutora que vazou as informações que comprovaram que o governo dos Estados Unidos estava espionando diplomatas da ONU. O material seria potencialmente usado como chantagem em troca do apoio à invasão do Iraque, em 2003. Exibido na 43ª Mostra de Cinema.
Salas e horários
Leia a crítica

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais