No centenário de Federico Fellini, mostra exibe todos os filmes do diretor

CCBB e Cinesesc projetam clássicos como 'Oito e Meio' e 'A Doce Vida'

São Paulo

Responsável por algumas das obras mais influentes da história do audiovisual, o diretor italiano Federico Fellini completaria cem anos no último dia 20 de janeiro. Em sua homenagem, o CCBB e o Cinesesc realizam a mostra Fellini, Il Maestro, na qual exibe todos as produções do cineasta entre esta quarta-feira (26) e 23/3.

A programação começa com “Mulheres e Luzes” (1950), seu longa de estreia, codirigido com Alberto Lattuada, e vai até “A Voz da Lua” (1990), seu derradeiro filme. Momentos chave de sua carreira, como as parcerias com o compositor Nino Rota e os atores Marcello Mastroianni e Giulietta Masina (sua mulher) também ganham destaque.

Ao todo, serão 25 títulos, incluindo “Fellini: A Director’s Notebook” (1969), documentário no qual o diretor visita alguns pontos de Roma e comenta seu processo criativo.

Destaque também para a sessão inclusiva (e gratuita) de “Amarcord” (1973), às 16h, em 11/3, que conta com audiodescrição, legenda descritiva e tradução em libras.

Outras atividades gratuitas compõem a agenda, incluindo um curso de três dias (16, 18 e 19/3, sempre às 14h) ministrado pelo crítico Felipe Furtado. Ele também participa de um debate com a crítica Neusa Barbosa, em 12/3, às 19h.

Para quem deseja levar uma recordação da mostra, o evento ainda disponibiliza um livro-catálogo. Para adquiri-lo, basta juntar os ingressos de cinco sessões.

No Cinesesc, Fellini, Il Maestro começa apenas em 12/3.

CCBB - R. Álvares Penteado, 112, Centro, região central, tel. 3113-3651. 70 lugares. Qua. (26) a 23/3. R$ 10.

Cinesesc - R. Augusta, 2.075, Cerqueira César, região oeste, tel. 3087-0500​. 273 lugares. De 12/3 a 18/3.

Inscrições para o curso através do email cursofellinisp@gmail.com.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais