Descrição de chapéu Cinema
Cinema

Will Smith vive pai de irmãs tenistas em 'King Richard', que chega aos cinemas em SP

Astro interpreta parente dedicado de Serena e Venus Williams em longa dramático

São Paulo

Com a chegada do fim do ano, os longas que esperam ganhar espaço na temporada de premiações do cinema também começam a dar as caras nas salas. E um dos possíveis destaques nesse sentido é o filme "King Richard – Criando Campeãs", que estreia nesta quinta (2) em São Paulo. Nele, Will Smith vive Richard Williams, pai das famosas tenistas Venus e Serena Williams, que, com muita persistência e métodos pouco convencionais, quer transformar as filhas em lendas do esporte.

Também tem elenco estrelado o filme "Vigaristas de Hollywood", cuja trama poderia ter seu lado espirituoso, não fosse o péssimo timing com a tragédia em que Alec Baldwin matou a diretora de fotografia Halyna Hutchins no set, por acidente. Isso porque, aqui, Robert de Niro encarna um produtor de Hollywood que quer induzir a morte de um velho ator —vivido por Tommy Lee Jones— para receber milhões de seguro e quitar sua dívida com um mafioso —Morgan Freeman.

Outro astro que volta às telonas é Viggo Mortensen, em um longa que também marca sua estreia como diretor, "Falling". Ele vive o filho gay de um fazendeiro homofóbico que tem os primeiros sintomas de demência e é obrigado a conviver em família novamente.

O cãozinho Clifford —que, na verdade, é gigantesco— ganha sua própria produção com atores reais depois de fazer sucesso em livros e animações infantis. No extremo oposto, o sanguinolento terror "Resident Evil – Bem-Vindo a Raccoon City", é a nova aposta da franquia de games transformada em série de filmes.

Já os lançamentos europeus incluem "A Mão de Deus", novo longa de Paolo Sorrentino —que estreia no dia 15 de dezembro no catálogo da Netflix—, e a comédia francesa "Que Mal Eu Fiz a Deus? 2", continuação do sucesso de 2014.

Chegam ainda quatro documentários: um americano, "Mostra-me o Pai", filme cristão sobre paternidade, e três brasileiros, "Nheengatu – O Filme", sobre uma língua geral do período colonial, "Meu Querido Supermercado", sobre os funcionários de um estabelecimento, e "Wild – Rede Selvagem", que aborda o tráfico ilegal de animais silvestres. Por fim, há a ficção brasileira "Selvagem", com Lucélia Santos e o rapper Rincon Sapiência, sobre um grupo de jovens que propõe uma revolução dentro da escola.

Se for ao cinema, não deixe de seguir as orientações de prevenção contra o coronavírus. Mantenha as mãos higienizadas, use uma máscara adequada e não tire a proteção do rosto durante a exibição.

Clifford - O Gigante Cão Vermelho
O filme infantil traz a criação de Norman Bridwell para o mundo real, depois de fazer grande sucesso como animação desde o ano 2000. Na aventura, o cãozinho, que fica gigante graças ao amor inigualável de sua dona, protagoniza diversas trapalhadas por Nova York.
EUA, 2021. Direção: Walt Becker. Com: Darby Camp, Jack Whitehall e Kenan Thompson. Livre


Falling - Ainda Há Tempo
Viggo Mortensen, astro que viveu Aragorn nos filmes de "O Senhor dos Anéis", estreia na direção com este longa sobre um homem gay que traz seu pai homofóbico para morar consigo e o marido quando os primeiros sintomas de demência surgem nele.
Reino Unido/Canadá/Estados Unidos, 2020. Direção: Viggo Mortensen. Com: Viggo Mortensen, Lance Henriksen e Terry Chen. 10 anos


King Richard – Criando Campeãs
Will Smith encarna Richard Williams, pai das tenistas Venus e Serena Williams, que se dedica inteiramente a transformar suas meninas em lendas do esporte.
EUA, 2021. Direção: Reinaldo Marcus Green. Com: Will Smith, Saniyya Sidney e Demi Singleton. 12 anos
Leia a crítica.


A Mão de Deus
O novo filme do italiano Paolo Sorrentino, premiado no Festival de Veneza deste ano, acompanha episódios da vida e do amadurecimento de um jovem na Nápoles.
Itália, 2021. Direção: Paolo Sorrentino. Com: Filippo Scotti, Toni Servillo e Teresa Saponangelo. 14 anos
Leia a crítica.


Meu Querido Supermercado
Este documentário mistura a visão objetiva do cotidiano de funcionários de um supermercado com suas observações subjetivas e sonhos.
Brasil, 2020. Direção: Tali Yankelevich. Livre


Mostra-me o Pai
O documentário cristão gira em torno da paternidade, reunindo diferentes histórias que manifestam diferentes facetas dessa qualidade na sociedade contemporânea.
EUA, 2021. Direção: Rick Altizer. 10 anos


Nheengatu – O Filme
O novo documentário de José Barahona percorre o alto rio Negro na Amazônia em busca de uma língua que era falada entre indígenas, escravos e colonos de origem portuguesa até ser proibida pela coroa no século 18.
Brasil/Portugal, 2020. Direção: José Barahona. Livre


Que Mal Eu Fiz a Deus? 2
Na continuação da comédia francesa que teve mais de 120 mil espectadores nos cinemas brasileiros, a família do longa anterior enfrenta outra crise, agora de gerações.
França, 2018. Direção: Philippe de Chauveron. Com: Christian Clavier, Chantal Lauby e Ary Abittan. 10 anos


Resident Evil: Bem-Vindo a Raccoon City
Depois da série com seis filmes protagonizados por Milla Jovovich, a franquia de games de terror ganha essa nova produção, que promete ser mais fiel ao imaginário dos jogos.
Alemanha/EUA, 2021. Direção: Johannes Roberts. Com: Kaya Scodelario, Hannah John-Kamen e Robbie Amell. 14 anos


Selvagem
Nesse filme com Lucélia Santos e o rapper Rincon Sapiência, um grupo de estudantes promove uma transformação na escola, mas começam a sofrer com a resistência de seus superiores.
Brasil, 2020. Direção: Diego da Costa. Com: Lucélia Santos, Fran Santos e Kelson Succi. Livre


Vigaristas em Hollywood
Nesta comédia com elenco recheado de veteranos de Hollywood, Robert de Niro vive um produtor de cinema que tenta simular um acidente para matar um velho ator (Tommy Lee Jones) para conseguir o dinheiro do seguro e, assim, quitar sua dívida com um mafioso (Morgan Freeman).
EUA, 2020. Direção: George Gallo. Com: Morgan Freeman, Robert de Niro e Tommy Lee Jones. 12 anos


Wild - Rede Selvagem
O documentário relata, pelo viés do jornalismo investigativo, os bastidores do tráfico de animais silvestres do Brasil na ótica de um dos maiores criminosos dessa seara no país.
Brasil, 2021. Direção: Dener Giovanni e Júlio Mauro. 10 anos

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais