Descrição de chapéu Cinema
Cinema

'Spencer', sobre Lady Di, e 'O Beco do Pesadelo', de Guillermo del Toro, estreiam nos cinemas

Semana ainda tem novidades como filme de Mamoru Hosoda e o documentário 'Summer of Soul'

São Paulo

Depois de ter seu lançamento adiado, "Spencer", filme sobre a história da princesa Diana e o conto de fadas que virou a célebre tragédia, estreia nesta quinta, dia 26, nos cinemas, trazendo Kristen Stewart no papel principal.

Depois de sondar os Estados Unidos dos anos 1960 a partir da víuva de John F. Kennedy em "Jackie", de 2016, o chileno Pablo Larraín segue seu percurso hollywoodiano retratando os dias que antecedem a morte da princesa de Gales, por dentro da realeza britânica, em 1997.

É uma semana especial também pelo retorno de Guillermo del Toro à direção de filmes depois de "A Forma da Água", vencedor do Oscar em 2018. "O Beco do Pesadelo", que retrabalha o romance de William Lindsay Gresham que já virou filme noir em 1947, traz Bradley Cooper vivendo o funcionário de um parque de diversões que decide se fingir de médium para enganar ricaços, até ser confrontado pela fatal psicanalista vivida por Cate Blanchett.

Outro autor de destaque é o japonês Mamoru Hosoda, de "Mirai" e "Crianças Lobo", com a animação "Belle", aplaudida por 14 minutos durante o festival de Cannes em 2021. A trama traz uma jovem depressiva que, dentro de uma realidade virtual, torna-se uma popstar gigante. Mas essa influência atrai uma criatura perigosa, com a qual tecerá uma relação de compaixão que a ajuda a superar traumas de sua infância.

O documentário "Summer of Soul (...Ou, Quando a Revolução Não Pôde Ser Televisionada)" estreia semanas após chegar no streaming, contando sobre um festival de música negra ofuscado por Woodstock no verão de 1969 —um esquecimento injustificável frente à grandiosidade do evento.

Também estarão nas salas os nacionais "Em Busca do U-513", "Fortaleza Hotel", "A Felicidade das Pequenas Coisas" e "Passagem Secreta" —uma aventura que promete o clima de um "Stranger Things" à brasileira, com o cantor Arrigo Barnabé no papel do vilão.

Se for ao cinema, não deixe de seguir as orientações de prevenção contra o coronavírus. Mantenha as mãos higienizadas, use uma máscara adequada e não tire a proteção do rosto durante a exibição.

O Beco do Pesadelo
Adaptação do livro de William Lindsay Gresham que virou filme em 1947, o novo longa do mexicano Guillermo del Toro traz o mal-estar do pós-guerra em um noir niilista, que acompanha um trabalhador de um parque de diversões que vai da malandragem à mediunidade.
EUA, 2021. Direção: Guillermo del Toro. Com: Bradley Cooper, Cate Blanchett e Toni Collette. 16 anos
Leia a crítica.


Belle
Na nova animação de Mamoru Hosoda —indicado ao Oscar por "Mirai", em 2019—, a jovem Suzu se transforma na popstar Belle numa realidade virtual denominada "U". Lá, vai encontrar um ser monstruoso e incompreendido, e a trama se desenrola tal qual o conto clássico de "A Bela e a Fera", só que no mundo digital dos metaversos.
Japão, 2021. Direção: Mamoru Hosoda. Com: Shôta Sometani e Koji Yakusho, Ryô Narita. 12 anos


Em Busca do U-513
O documentário dirigido e estrelado pela família Schurmann, brasileiros reconhecidos por velejar ao redor do mundo, se debruça sobre a história do submarino alemão abatido na costa brasileira durante a Segunda Guerra Mundial.
Brasil, 2020. Direção: David Schurmann. Vilfredo Schurmann, Heloisa Schurmann e Wilhelm Schurmann. 10 anos


A Felicidade das Pequenas Coisas
O longa, que representa o Butão na corrida pelo Oscar, traz um aspirante a cantor que deve cumprir seu último ano de serviço obrigatório como professor em uma pequena aldeia nas montanhas. Apesar de ir a contragosto, ele acaba desenvolvendo uma relação especial com as crianças daquela comunidade.
Butão, 2019. Direção: Pawo Choyning Dorji. Com: Sherab Dorji, Ugyen Norbu Lhendup, Kelden Lhamo Gurung. 12 anos
Leia a crítica.


Fortaleza Hotel
Do diretor de "Greta", com Marco Nanini, este filme fala sobre a aproximação entre uma camareira do hotel que dá nome à obra e uma hóspede sul-coreana de meia-idade. A funcionária quer viajar para o estrangeiro e mudar de vida, enquanto a turista veio ao Brasil para resgatar o corpo de seu marido e levá-lo de volta a Seul.
Brasil, 2021. Direção: Armando Praça. Com: Lee Yeong-ran, Clebia Sousa e Larissa Goes. 14 anos
Leia a crítica.


Passagem Secreta
A protagonista Alice se muda para uma nova cidade e se vê obrigada a se juntar a novos amigos. A turminha, nessa trama com ares nostálgicos à "Stranger Things", vai tropeçar em detalhes do passado da menina em um parque de diversões, comandado pelo maléfico Caligari, vivido pelo cantor Arrigo Barnabé com seu vozeirão característico.
Brasil, 2020. Direção: Rodrigo Grota. Com: Fernando Alves Pinto, Luiza Quinteiro e Arrigo Barnabé. 10 anos


Spencer
Depois de "Jackie", em 2016, que falou sobre a viúva de John F. Kennedy, Pablo Larraín traz um retrato da princesa Diana, vivida aqui por Kristen Stewart, lembrada ainda por "Crepúsculo". Submersa nas oficialidades da realeza britânica, ela tenta manter o jogo de aparências apesar do casamento destroçado com o príncipe Charles —e o final da história todo mundo já conhece.
Alemanha/EUA/Reino Unido/Chile, 2021. Direção: Pablo Larraín. Com: Kristen Stewart, Timothy Spall e Jack Nielen. 12 anos
Leia a crítica.


Summer of Soul (...Ou, Quando a Revolução Não Pôde Ser Televisionada)
Woodstock teve sua importância para a contracultura, mas é difícil entender por que um evento de música ainda maior como o Harlem Cultural Festival, no mesmo verão de 1969, amargou o ostracismo por mais de 50 anos antes de seus registros arrebatadores serem resumidos neste documentário. O festival de música negra trouxe nomes como Nina Simone e Stevie Wonder.
EUA, 2021. Direção: Questlove. 14 anos
Leia a crítica.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais