Cantores Roberto Seresteiro e Ana Bernardo interpretam clássicos de Paulo Vanzolini

Show no Sesc Santo André em tributo ao autor de 'Volta por Cima' também tem Moisés da Rocha

São Paulo

Responsável pelo programa de rádio O Samba Pede Passagem, o locutor Moisés da Rocha é o mestre de cerimônias de uma homenagem a Paulo Vanzolini (1924-2013), nesta sexta (31) no Sesc Santo André.

Um dos grandes nomes da história do estilo, o sambista e zoólogo criou canções que mostram histórias de amor, desilusões e cenas cotidianas em São Paulo. "Ronda" (dos versos "E neste dia, então/Vai dar na primeira edição/Cena de sangue num bar/Da avenida São João") e "Praça Clóvis" são algumas.

Elas podem ser ouvidas em "Onze Sambas e Uma Capoeira". O disco lançado em 1967 traz artistas como Luiz Carlos Paraná (1932-1970), Adauto Santos (1940-1999) e os irmãos Cristina e Chico Buarque dando voz a composições de Vanzolini.

De chapéu marrom, paletó preto e camisa xadrez nas cores preta e azul, cantor Roberto Seresteiro posa para foto. Ao fundo, uma extensa prateleira de livros, na Livraria da Vila, do Shopping Pátio Higienópolis
Cantor Roberto Seresteiro participa de tributo a Paulo Vanzolini - Marcus Leoni-01.jun.2017/Folhapress

Neste tributo, a missão fica por conta da cantora Ana Bernardo, viúva do homenageado, e de Roberto Seresteiro, cantor e pesquisador da história da música brasileira.

No repertório, não faltará "Volta por Cima". Gravada por Noite Ilustrada (1928-2003), a música fez tanto sucesso que virou expressão na língua portuguesa, utilizada para dizer que alguém, enfim, se deu bem na vida.

Tributo a Paulo Vanzolini

  • Quando Nesta sexta (31), às 21h
  • Onde No Sesc Santo André (r. Tamarutaca, 302, Santo André)
  • Preço R$ 20
  • Classificação 12 anos
  • Capacidade 302 lugares
  • Tel. (11) 4469-1200

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais