Orquestra Saga leva samba de gafieira ao palco do Sesc Pompeia

Banda apresenta canções autorais e clássicos de Cartola e Orlandivo

São Paulo

A Orquestra Saga vai transformar o Sesc Pompeia em uma gafieira nesta quarta (29), em show do projeto Segue o Baile, voltado ao público da terceira idade e a quem mais se interessar. Criada em 2009 para resgatar as raízes do estilo, a banda toca para fazer dançar.

 
O grupo levará ao palco uma coleção de clássicos, presentes no disco "Sociedade Amigos da Gafieira", lançado em 2011 pelo Sesc. Nele, há canções como "Minha", de Cartola (1908-1980), "Rio de Janeiro (Isto é o Meu Brasil)", de Ary Barroso (1903-1964), e "Onde Anda o Meu Amor", do repertório de Orlandivo (1937-2017), famoso nome do sambalanço.
Liderados por Gabriel Moura (em pé, de óculos escuros, calça preta e terno vermelho, e segurando microfone no centro do palco), músicos da banda Orquestra Saga se apresentam ao vivo. Os instrumentistas estão sentados, vestidos de branco e seguram seus instrumentos de sopro atrás de partituras de música
Liderada por Gabriel Moura (em pé), Orquestra Saga se apresenta na Comedoria do Sesc Pompeia - Photografobia/Divulgação

Liderado pelo cantor e compositor Gabriel Moura, a Orquestra Saga mostra arranjos calcados no som de instrumentos de sopro e também canções autorais, como "Ao Velho Pedro".

Parceria de Moura com o tio, o saxofonista Paulo Moura (1932-2010), o samba tem uma letra divertida e traz o conselho de que "para dançar gafieira com perfeição/não vá chegar afobado pelo salão". Fica a dica para os dançarinos.

Orquestra Saga

  • Quando Nesta quarta (29), às 16h30
  • Onde No Sesc Pompeia (r. Clélia, 93, Água Branca)
  • Preço Grátis (ingressos devem ser retirados uma hora antes)
  • Classificação Livre
  • Capacidade 800 lugares
  • Tel. (11) 3871-7700

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais