Descrição de chapéu música arte saúde
Shows

Fique em casa: saiba o que Criolo, Anavitória e Gaby Amarantos estão ouvindo na quarentena

Cantores de origens, idades e estilos diferentes mostram as playlists que embalam os dias em casa

São Paulo

Quem sempre embalou momentos ordinários ou grandiosos com música, agora descobre uma nova relação com ela. Durante o isolamento, há quem se dedique a descobrir canções e quem se apegue às antigas para relembrar tempos melhores.

Mas enquanto alguns estão em crise musical e não conseguem escutar nada, outros têm trilha garantida para cada momento do dia. Como é, porém, o isolamento de quem tem a música como profissão?

A seguir, você descobre qual é a trilha das quarentenas de Ana Frango Elétrico, do duo Anavitória, de Ava Rocha, de Criolo e de Gaby Amarantos, além de conhecer suas carreiras com faixas escolhidas pelo Guia.

Para acompanhar a leitura, acesse bit.ly/quarentenadoguia e dê play em todas as listas.

Ana Frango Elétrico

Cantora, 22 anos

Rare Silk - Storm (1985)
Storm é uma música que amo, que me acalma e me atiça. Rare Silk é um grupo de jazz vocal americano que gosto muito.”

Fera Mastigada - Negro Leo (2016)
"Negro Leo é uma referência muito grande para mim. Eu acho essa música de uma beleza tremenda, ‘meu amor não trocaria árvore por edifício’ e ‘meu amor não trocaria sábado pelo domingo’. É uma música que me vem muito nesse momento. Para mim, Leo é fundamental para entender a expansão da canção atual.”

Ela É a Minha Cara - Mart'nália (2008)
“Mart’nália é rei, rainha, tudo. Venho redescobrindo os álbuns ‘Madrugada’ (2008), ‘Minha Cara’ (1997) e ‘Menino do Rio’ (2006). O timbre dela é um absurdo, essa música me pega no ‘ela é o jazz e há quem diga que parece um rapaz’. Mulher moleque na música e que não performa a falsa feminilidade que nos descem pela garganta o tempo todo.”

Inspiration Information - Shuggie Otis (1974)
“Esse álbum todo é incrível. Meu amigo Guilherme Lirio me apresentou há alguns anos e é um espetáculo. Tem me vindo nesses tempos também.” ​

Breve - JOCA e Ciana (2019)
Joca lançou seu primeiro álbum ano passado e, para mim, é revelação. Há alguns anos trocamos muito sobre canção e processo criativo, além de participarmos de uma mesma banda. ‘A salvação É pelo risco’ é um álbum incrível para se ouvir do começo ao fim.”

Ana Frango Elétrico em cinco canções
Saudade (2019)
Se no Cinema (2019)
Farelos (2018)
Promessas e Previsões (2019)
Tem Certeza? (2019)

O duo Anavitória
O duo Anavitória - Divulgação

Anavitória

Cantoras, 25 anos

A Ordem Natural das Coisas - Emicida com Mc Tha (2019)
(Ana) “Sempre fui muito resistente ao rap por ser muito apegada em lindas melodias e achar, equivocadamente, que não encontraria isso nesse universo de muitas e muitas palavras. Nessa quarentena, caí na real sobre esse equívoco e corri pra um amigo apaixonado por hip-hop pedindo pelo amor de Deus para me guiar nesse mundo misterioso. E aí, esse amigo me deu como primeira lição de casa o álbum ‘AmarElo’ (2019), do Emicida, e descobri um banco riquíssimo de vocabulário e caminhos melódicos bizarros e surpreendentes. Essa música é uma jóia e eu tô completamente rendida. Brigada, amigo e brigada, Emicida.”

Mudar o Mundo - Júlia Mestre (2019)
(Ana) “Sabe quando a gente escuta ou lê ou assiste algo bom e pensa ‘caramba, eu queria muito ter feito isso’? É quase inveja. Só que inveja boa, eu juro, porque vem num combo com admiração e gratidão ao outro por ter sido veículo para uma coisa tão bonita. Senti isso quando ouvi ‘Mudar o Mundo’, de Júlia Mestre, e fazia um bom tempo que eu não era tão remexida por uma canção. Júlia tem uma voz potente e mansa (a minha favorita dos últimos tempos) e essa música me enche de força.

(Vitória) " Toda vez que estou no sol, ou no banho ou indo dormir ou cozinhando... ou qualquer outra coisa, e essa toca, minha alma estremece. Essa canção me dá fé! Sem contar que Júlia tem a voz mais linda do brasil, quiçá do mundo! "

Nana Triste - Natália Lacunza (2019)
(Ana) “Nesses dias de tempo sobrando, tenho me aventurado a aprender espanhol e tem sido muito engraçado passar o dia arriscando tagarelar numa língua que a gente pensa que sabe muito e não sabe coisa nenhuma. Por conta disso, estou sempre procurando músicas para interiorizar o som desse idioma dentro da minha cabeça e, numa dessas, descobri essa música que é um drama só e ideal para performances de chuveiro.”

Runnin’ Away - Maro (2018)
(Vitória) “Ouço essa música todo dia, religiosamente! Sinto uma nostalgia imensa e fico derramada num lugar de saudade que nem consigo explicar. Me põe de frente com sensações lindas e outras nem tanto, mas, quando a música se resolve, sempre fica tudo bem.”

Deixa a Luz Entrar - Paulo Novaes e Rubel (2020)
(Vitória) “Essa chegou agorinha no mundo, mas já faz companhia aos meus ouvidos há uns meses, quando Paulinho me mandou. Quando ouvi pela primeira vez, lembro de ficar maravilhada e muito feliz por essa música existir! E, desde então, toda vez que a escuto, uma alegria me invade e eu canto alto, grito, danço, pulo. É forte!”

Anavitória em cinco canções
Me Conta da Sua Janela (2020)
Ai, Amor (2018)
Trevo (Tu) (2016)
Calendário (2018)
Relicário (2019)

A cantora Ava Rocha
A cantora Ava Rocha - Carolina Amorim/Divulgação

Ava Rocha

Cantora, 41 anos

Revirá - Bruno Schiavo (2020)
"'A Vida Só Começou’ é, do começo ao fim, uma sequência de hits, com uma poética surrealista, urbana, psicodélica, doce e picante e sonoridade pop, rock, experimental, delirante. Produzido pelo Eduardo Manso, o mesmo de ‘Trança’, meu disco. Delicioso e malicioso, rockzinho com veneno, anti-morangos e delírios! Imperdível!”

Cancioneiro Fitness Espiritual - Vovô Bebê (2020)
“Não consigo parar de escutar o disco dele, ‘Briga de Família’, é demais! O compositor, arranjador, produtor e multi-instrumentista carioca é incrivelmente musical e torto ao mesmo tempo! E ainda tem participação constante de Ana Frango Elétrico, outra que nao sai da minha vitrolinha. Ele lançou no começo do ano, então ainda está rolando bem aqui em casa."

Essa Tal Criatura - Juper/ Juliana Perdigão (2020)
“[Juliana Perdigão] “Lançou um disco chamado ‘Dúvidas’ (2020) muito apropriado pro momento, mas nada premeditado e um lance diferente, que une poesia, canto falado e improvisação. E também lançou, sob a alcunha de Juper, ‘Essa tal Criatura’, versão da incrível música de Leci Brandão. Totalmente maravilhoso!”

Tô Duvidando - Saskia com Edgar (2019)
“O disco dessa gaúcha é fenomenal. Chama-se ‘PQ’ e não me pergunte por que que é fenomenal pois eu não consigo descrever. Só sei que nessa quarentena está bem massa para ferver as ideias e os corpos. Acordar sacudindo. Em tempos de quebra de linguagem faz mais sentido ainda.”

Estreite - Giovani Cidreira e Josyara (2020)
“O encontro desses dois baianos que adoro, nesse disco ‘Estreite’, não poderia ter outro sentido nesse momento que lavar a alma. Pop baiano, africano, brasileiro. Únicos e brilhantes, cantores, compositores e instrumentistas que me estreitaram no calor das águas, na imensidão do sol. Dois jovens artistas grandes. Discaço!”

Ava Rocha em cinco canções
Caminando sobre Huesos (2020)
Transeunte Coração (2015)
Joana Dark (2018)
Lloraré Llorarás (2020)
Lilith (2018)

O rapper Criolo
O rapper Criolo - Divulgação

Criolo

Cantor, 44 anos

“São cinco nomes de uma lista infinita de inspirações. Originais, criativos e inspiradores!”

Pseudosocial - Froid (2016)

Síntese - MMXX (2020)

Hat-Trick - Djonga (2019)

Todos os Olhos em Nóiz - Emicida e Karol Conká (2018)

Rouxinol - Rael (2016)

Criolo em cinco canções
Cais, com Milton Nascimento (2020)
Nas Águas (2017)
Não Existe Amor em SP (2011)
Convoque seu Buda (2014)
Subirusdoistiozin (2010)

A cantora paraense Gaby Amarantos
A cantora paraense Gaby Amarantos - JR Franch/Divulgação

Gaby Amarantos

Cantora, 41 anos

Alucinação - Belchior (1976)
“Estou ouvindo muito Belchior nessa quarentena. Poderia listar cinco músicas só dele. Mas ‘Alucinação’ é a que mais tem a ver com esse tempo, porque parece que a gente está vivendo uma alucinação. E não estou interessada em nada além de amar, e mudar as coisas me interessa mais.”

After the Storm - Kali Uchis, Tyler the Creator e Bootsy Collins (2018)
“Adoro a Kali Uchis, adoro o Tyler! E ‘After the Storm’ é uma música que estou escutando muito para lavar a louça, tenho uma playlist para isso. E tem uma mensagenzinha de autoajuda ali, né? Todo mundo está passando por isso, mas a gente tem que se salvar. É muito isso também, sabe? E não esperar que o governo vá fazer alguma coisa. A gente realmente tem que assumir a situação. E a gente realmente tem que se salvar.”

Vai (Menina Amanhã de Manhã) - Tom Zé (1976)
“‘Vai’ do Tom Zé, que música! Eu estou ouvindo muita música para me colocar pra cima. Então essa é uma das primeiras quando eu acordo, ela me dá felicidade.”

Bubuia - Céu (2009)
“Eu amo ‘Bubuia’, da Céu. Eu estou me sentindo muito assim... olho aberto, papo reto e o peito como bússola.”

My Sweet Lord - George Harrison (1970)
“‘My Sweet Lord’ é tipo um canto universal, cósmico, que me conecta com o que eu acredito, que é Deus. É um hino para mim, e, na minha igreja, esse é o meu louvor.”

Gaby Amarantos em cinco canções
Xanalá (2019)
Ex Mai Love (2012)
Q.S.A, com Jaloo (2019)
Xirley (2012)
(Ela Tá) Beba Doida (2012)

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais