Sextas em SP têm happy hour e mais programas com entrada grátis

Happy Hour Music Non Stop Mirante 9 de Julho
O Mirante 9 Julho recebe o Happy Hour Music Non Stop às sextas-feiras - Divulgação


Quem curte rock ou música eletrônica —ou simplesmente está à procura de algum lugar para tomar umas depois do expediente—  tem como opção para a noite de sexta os happy hours do Alberta #3 ou do Mirante 9 de Julho. A entrada, em ambos, é gratuita.

Descubra, abaixo, o que fazer sem pagar em entrada em São Paulo às sextas.


CINEMA

Cine Matilha

Fechado por uma temporada após ser danificado por uma tempestade em 2016, o cinema da galeria Matilha Cultural foi reaberto em fevereiro com ajuda de uma "vaquinha" virtual. Funciona de terça a domingo e é sempre gratuito. A entrada de cães é permitida em todas as sessões. Programação em  matilhacultural.com.br.

R. Rego Freitas, 542, República, região central, tel. 3256-2636


Cinusp Paulo Emílio

Gratuito, o cinema que leva o nome do professor, crítico e escritor Paulo Emílio Salles Gomes funciona na USP desde 1993. As mostras costumam abarcar filmes que não encontram espaço no circuito comercial. A programação está disponível em cinusp.dobralab.com.br.

R. do Anfiteatro, 181, Colmeia, favo 4, Butantã, região oeste, tel. 3091-3540.


Circuito Spcine

O circuito é uma rede de 20 salas de cinema administradas pela prefeitura, espalhadas pela cidade em especial na periferia. Entre as salas, em bairros como Guianases e Cidade Tiradentes, 16 oferecem programação gratuita e quatro cobram R$ 4 (inteira) pelo ingresso. Veja a programação e o endereço de todas em circuitospcine.com.br.

Spcine Butantã - Av. Eng. Heitor Antônio Eiras Garcia, 1.700/1.870, Jd. Esmeralda, região oeste, tel. 3732-4552. E outras 19 salas.

Sessão no circuito Spcine *** ****
Sessão de cinema no Circuito Spcine - Leon Rodrigues/Divulgação


TEATRO

Teatro do Sesi

O teatro conta com peças gratuitas ao longo de todo o ano. Programação está em  sesisp.org.br.

Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso - Av. Paulista, 1.313, tel. 3146-7439. É necessário fazer reserva p/ sesisp.org.br.


EXPOSIÇÕES

Centro Cultural Banco do Brasil

O espaço, localizado em um prédio histórico no coração da cidade, abre de quarta a domingo e oferece gratuidade em todas as exposições.

R. Álvares Penteado, 112, Centro, região central, tel. 3113-3651. Qua. a seg.: 9h às 21h. Livre.


Centro Cultural Fiesp Ruth Cardoso

Com exposições gratuitas ao longo do ano, o centro cultural funciona todos os dias. Além disso, o lugar sempre recebe shows aos domingos, na calçada em frente ao prédio.

Av. Paulista, 1.313, térreo, Bela Vista, região central, tel. 3146-7439. Seg. a dom.: 10h às 20h.


Instituto Tomie Ohtake

O espaço foi fundado com o objetivo de realizar mostras nacionais e internacionais de artes plásticas, arquitetura e design. Aberto de terça a domingo, não cobra ingresso para a maioria das exposições.

R. dos Coropés, 88, Pinheiros, região oeste, tel. 2245-1900. Ter. a dom.: 11h às 20h. Livre. Estac. a partir de R$ 18.


Itaú Cultural

Sempre gratuito, o espaço conta com exposições regulares.

Av. Paulista, 149, Bela Vista, região central, tel. 2168-1777. Ter. a sex.: 9h às 20h. Sáb. e dom.: 11h às 20h. Livre.


Memorial da América Latina

Projetado por Oscar Niemeyer e aberto em 1989, o Memorial teve como objetivo promover a integração cultural e política dos povos de língua portuguesa e hispano-americana. Conta não só com exposições, sempre gratuitas, mas também com peças de teatro, shows e espetáculos de dança.

Av. Auro Soares de Moura Andrade, 664, Barra Funda, região central, tel. 3823-4600. Ter. a dom.: 9h às 18h. Livre. Estac. a partir de R$ 10 (portões 4, 8 e 15).


Memorial da Resistência

O espaço usado como sede do Dops (Departamento de Ordem Política e Social) até os anos 1980 foi transformado em museu em 2009. São abertas a visita as celas onde presos políticos ficavam detidos, além de objetos históricos. Gratuito em todos os dias de funcionamento, recebe mostras temporárias.

Lgo. Gen. Osório, 66, Luz, região central, tel. 3335-4990. Qua. a seg.: 10h às 17h30.

Carceragem do Dops no Memorial da Resistência
Carceragem do Dops no Memorial da Resistência - Filipe Redondo/Folhapress

Museu de Arte Contemporânea

O MAC foi fundado em 1963, quando recebeu o acervo do antigo Museu de Arte Moderna. Sua segunda sede foi aberta em 2013, em frente ao Parque do Ibirapuera, no antigo prédio do Detran. Conta com obras de Picasso, Tarsila do Amaral e Kandinsky. Gratuito todos os dias.

Av. Pedro Álvares Cabral, 1.301, Parque Ibirapuera, região sul, tel. 2648-0254. Ter.: 10h às 21h. Qua a dom.: 10h às 18h. Livre. Estac. (grátis).


PASSEIOS

Casa das Rosas

Projetado por Ramos de Azevedo em 1928, o casarão abriga hoje um centro cultural que promove eventos como saraus, recitais, lançamentos de livros, peças de teatro e exposições. Sempre gratuito. Programação em casadasrosas.org.br.

Casa das Rosas - Av. Paulista, 37, Bela Vista, tel. 3285-6986. Ter. a sáb.: 10h às 22h. Dom.: 10h às 20h. Estac. a partir de R$ 15 (al. Santos, 74).

Casa das Rosas, na avenida Paulista
Casa das Rosas, na avenida Paulista, tem programação gratuita - Bruno Santos/Folhapress

Copan

Projetado na década de 1950 pelo arquiteto Oscar Niemeyer, o edifício está entre os cartões-postais da cidade. As visitas guiadas acontecem de segunda à sexta, às 10h20 e às 15h20, e oferecem uma bela vista. Não é preciso agendamento prévio.

Av. Ipiranga, 200, Centro, tel. 3259-5917. Visitas: seg. a sex.: 10h20 e 15h20.


Edifício Itália

Segundo maior prédio de São Paulo, inaugurado em 1965, o edifício oferece visitas guiadas de segunda a sexta, às 16h. A vista é de tirar o fôlego, mas é preciso chegar com pelo menos uma hora de antecedência para entrar na fila e garantir o acesso.

Av. Ipiranga, 344, República, tel. 2189-2929. Visitas: seg. a sex.: 16h.


Edifício Martinelli

Do primeiro arranha-céu da cidade, é possível ver o vale do Anhangabaú, o Mosteiro de São Bento e a Catedral da Sé. As visitas acontecem de segunda a sexta, das 9h30 às 11h30 e das 14h às 16h, com intervalos de 30 minutos.

Av. São João, 35, Centro, tel. 3104-2477. Visitação: seg. a sex., das 9h30 às 11h30 e das 14h às 16h (a cada 30 minutos). 


Oficinas Culturais

Com quatro unidades (em Itaquera, Barra Funda, Brasilândia e Bom Retiro), as oficinas culturais do governo do Estado promovem atividades gratuitas de artes plásticas, audiovisual, circo, fotografia, teatro, dança e música. Programação em  oficinasculturais.org.br.

Oficina Cultural Oswald de Andrade - R. Três Rios, 363, Bom Retiro, região central, tel. 3221-4704. Seg. a sex.: 9h. Sáb.: 10h. E outros três endereços.


Theatro Municipal

A visita guiada dura cerca de uma hora e acontece de terça a sábado, às 11h, 15h e 17h (neste horário, exceto aos sábados). É preciso chegar com uma hora de antecedência e levar um documento oficial, para conhecer um dos cartões-postais mais bonitos da cidade.

Pça. Ramos de Azevedo, s/nº, República, tel. 3053-2090. Visitas: ter. a sex. às 11h, 15h e 17h. Sáb às 11h e 15h. 60 min.


Cantos Gregorianos

As missas com cantos gregorianos acontecem no Mosteiro de São Bento de segunda a sexta às 7h e aos domingos às 10h.

Lgo. São Bento, s/ nº, Centro, região central, tel. 3328-8799. Missas: seg. a sex.: 7h. Dom.: 10h.


Borboletário de Osasco

O espaço abriga 17 espécies de borboletas e fica dentro de um parque ecológico em Osasco. Durante o passeio, educadores explicam a importância desses animais na natureza.

Parque Ana Luiza Moura Freitas - R. David Silva, 111, Jd. Piratininga, Osasco, tel. 3599-3516. Ter. a sáb.: 10h as 16h.


Parque do Pedroso

Em Santo André, guarda 842 hectares de mata atlântica, perto da represa Billings. Tem quadras, churrasqueiras e mesas para confraternizações.

Estr. do Pedroso, 3.000, Pq. Miami, Santo André, tel. 4433-9912. Seg. a dom.: 6h às 17h.

Parque do Pedroso, em Santo André, pode ser visitado gratuitamente
Parque do Pedroso, em Santo André, pode ser visitado gratuitamente - Divulgação

Pico do Urubu

Em Mogi, é boa dica para quem aprecia belas paisagens: tem 1.140 metros de altura. Para chegar ao cume é preciso percorrer uma estrada de terra.


NOITE

Alberta #3

Inaugurada em 2010, a casa entrou no circuito das festas de rock com um bar e uma pista no subsolo. Às sextas e aos sábados a entrada é grátis até as 22h, horário da festa. Vale a pena chegar cedo também por causa do happy hour, que começa às 18h e tem preços mais em conta de bebidas: cerveja a R$ 9 e caipirinha por R$ 14. Nos dias de semana, ele dura a noite toda, mas o estabelecimento costuma cobrar pela entrada a partir das 20h.

Av. São Luís, 272, República, região central, tel. 3214-5256. 180 pessoas. 18 anos. 


Happy Hour Music Non Stop

O tradicional Mirante 9 de Julho hospeda às sextas o projeto Happy Hour, das 18h às 22h, com DJs diferentes. Nesta sexta (17) não haverá o evento porque no sábado (18) o local receberá uma jam session gratuita, das 15h às 19h, com músicos como David Dafré (Vanguart) e Guilherme dAlmeida (O Terno). A programação pode ser vista em facebook.com/mirante9dejulho.

R. Carlos Comenale, s/nº, Bela Vista, região central, tel. 3111-6342. 350 pessoas. 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem