Bar no Itaim tem drinques assinados por Jean Ponce

Com dois ambientes, Mahau é boa opção para happy hour

Leonardo Sanchez
São Paulo

Inaugurado no começo de abril no Itaim Bibi, o bar Mahau é nova opção para a happy hour de quem trabalha na região.

São dois ambientes descontraídos: um externo, mais silencioso, e um salão na parte de dentro, com mesas, sofás e uma pista de dança. À noite, há discotecagem e música ao vivo, que acontecem esporadicamente.

A carta de drinques é assinada pelo barman Jean Ponce, do Guarita. Nela aparecem opções autorais, inspiradas na cultura maori, como o Te Rauparaha Haka (rum, calda de pipoca, maracujá e angostura; 
R$ 37) e o Haka (gim, mel, angostura e espuma de gengibre; R$ 35). Ambos levam o nome da haka, dança de guerra tradicional desse povo.

Para acompanhar, garçons simpáticos levam à mesa porções como a de croquete de três carnes, recheados com uma combinação de pernil, acém e patinho desfiados (R$ 39), e a de pastéis em quatro sabores: carne de siri, ragu de carne, queijo da serra da Canastra e pizza (R$ 39).

R. Prof. Atílio Innocenti, 160, Itaim Bibi, região sul, tel. 3078-3066. Seg.: 11h30 às 15h. Ter. a sex.: 11h30 às 15h e a partir das 18h. Valet a partir de R$ 15. 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais