Antigo cofre de banco se transforma em bar de drinques do SubAstor no Farol Santander

No centro de São Paulo, Bar do Cofre preserva características originais

Leonardo Sanchez
São Paulo

Inaugurado em 1947, o edifício Altino Arantes é um marco arquitetônico da cidade. Hoje conhecido como Farol Santander, com mirante, espaço expositivo e pista de skate, o prédio ganha novo atrativo a partir desta sexta (1º).

O subterrâneo do antigo Banco do Estado de São Paulo, onde até pouco tempo funcionava um gigantesco cofre, foi transformado no Bar do Cofre, com gestão do SubAstor.

Tombado, o espaço manteve as características originais, incluindo as paredes e chão de mármore. Duas portas redondas de aço, pesando 16 toneladas cada uma, dividem a casa em três ambientes. Um deles é adornado por 2.000 pequenas caixas nas quais clientes guardavam joias, documentos e barras de ouro. O processo de restauração do ambiente durou cerca de cinco meses.

A carta de drinques reúne clássicos e queridinhos do Astor e do SubAstor, assinados por Fabio la Pietra. Mas há uma novidade: o The Hidden (R$ 37), coquetel exclusivo que leva uísque, chá de rooibos, vermute tinto e bitter.

Entre os comes, há opções como os croquetes de palmito com queijo da serra da Canastra (R$ 31) e o conhecido picadinho Astor (R$ 33), com filé-mignon, pastel de queijo, ovo frito, banana à milanesa e farofa.

Farol Santander - R. João Brícola, 24, região central, tel. 3553-5627. 90 pessoas. Qui. a sáb.: 17h à 1h. Não aceita tíquetes.

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais