Descrição de chapéu Cinema Cinema
Cinema

Domingo da 43ª Mostra tem 'Babenco' de graça no Municipal e maratona de Assayas; confira

Neste domingo (20), evento também exibe 'Turma da Mônica: Laços'

A principal dica deste domingo (20) da 43ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo é a exibição gratuita de "Turma da Mônica: Laços" e do documentário "Babenco - Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou" no Theatro Municipal.

A adaptação com os personagens criados por Maurício de Sousa fez tanto sucesso na telona neste ano que a Mostra a exibirá novamente. Na trama, o cachorro de Cebolinha desaparece. Com um plano infalível e a companhia dos amigos, embarca em uma aventura para recuperar o cãozinho.

No documentário dirigido por Bárbara Paz, ela recupera momentos marcantes e reflexões dos últimos momentos de seu marido, o cineasta Hector Babenco (1946-2016). A produção foi premiada no Festival de Veneza.

Os ingressos podem ser retirados na bilheteria do Theatro Municipal com uma hora de antecedência.

Entre outros destaques do dia, o festival promove vários filmes na sequência de Olivier Assayas, principal homenageado do ano, no CCSP. Também é a última chance para ver "O Turista Suicida", filme dinamarquês protagonizado por Nikolaj Coster-Waldau, o Jaime Lannister de "Game of Thrones". 

Turma da Mônica: Laços
(Brasil, 2019. Direção: Daniel Rezende. Com: Giulia Benite, Kevin Vechiatto e Rodrigo Santoro. 97 min. Livre)
Dia 20, às 16h (Theatro Municipal).

Babenco - Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou
(Brasil, 2019. Direção: Bárbara Paz. 75 min. 12 anos)
Dia 20, às 20h30 (Theatro Municipal)

Veja mais salas e horários

Maratona Assayas

Irma Vep
(Idem. França, 1996. Direção: Olivier Assayas. Com: Maggie Cheung, Jean-Pierre Léaud e Nathalie Richard. 99 min. 14 anos)
Nesta homenagem à história do cinema francês, uma atriz de Hong Kong é convidada a protagonizar um remake do clássico mudo “Les Vampires”.
Dia 20, às 15h (CCSP - Paulo Emílio)

Veja mais salas e horários

Horas de Verão
(L’Heure D’Été. França, 2008. Direção: Olivier Assayas. Com: Juliette Binoche, Charles Berling e Jérémie Renier. 103 min. 10 anos.)
Com a morte da mãe, três irmãos com vidas distantes têm de decidir o destino da coleção de arte que ela deixou.
Dia 20, às 17h (CCSP - Paulo Emílio)

Veja mais salas e horários

Espionagem na Rede
(Demonlover. França, 2002. Direção: Olivier Assayas. Com: Connie Nielsen, Gina Gershon e Chloë Sevigny. 129 min. 18 anos)
Dia 20, às 19h (CCSP - Paulo Emílio)

Veja mais salas e horários

 

Outros destaques

Até Logo, Meu Filho
Di Jiu Tian Chang. China, 2019. Direção: Wang Xiaoshuai. Com: Wang Jingchun, Yong Mei e Qi Xi. 185 min. 16 anos.
A trama acompanha duas famílias chinesas ao longo de 30 anos e as mudanças que passaram —tanto em seu país quanto em suas vidas pessoais.
Perspectiva Internacional. Dia 20, às 14h (Cinesesc)

Um Dia Muito Claro
Hvítur, Hvítur Dagur. Islândia/Dinamarca/Suécia, 2019. Direção: Hlynur Pálmason. Com: Ingvar Sigurdsson, Ída Mekkín Hlynsdóttir e Hilmir Snaer Guonason. 109 min. 16 anos.
Em luto pela morte da mulher, um ex-policial canaliza sua dor em uma perseguição ao suposto amante dela.
Competição de Novos Diretores. Dia 20, às 17h40 (Espaço Itaú de Cinema - Frei Caneca 2)

O Fantasma de Peter Sellers
The Ghost of Peter Sellers. Chipre, 2018. Direção: Peter Medak. 93 min. 14 anos.
Tudo deu errado em um filme de piratas com Peter Sellers gravado no Chipre, nos anos 1970. Após 45 anos, o mesmo diretor do longa (nunca lançado) ressignifica a experiência, desta vez, como documentarista.
Perspectiva Internacional. Dias 20, às 14h (Espaço Itaú de Cinema - Frei Caneca 2)

O Jovem Ahmed
Le Jeune Ahmed. Bélgica/França, 2019. Direção: Jean-Pierre e Luc Dardenne. Com: Idir Ben Addi, Olivier Bonnaud e Myriem Akheddiou. 84 min. 14 anos.
Vencedor do prêmio de melhor direção em Cannes, acompanha um garoto muçulmano de 13 anos que, convencido de que sua professora é uma pecadora, decide matá-la. Vencedor do prêmio de melhor direção em Cannes. Dos mesmos diretores de “A Garota Desconhecida” (40ª Mostra).
Perspectiva Internacional. Dias 20, às 20h10 (Reserva Cultural 1)

O Projecionista
The Projectionist. EUA/Grécia, 2019. Direção: Abel Ferrara. 81 min. 18 anos.
Um imigrante dono de um cinema de filmes de arte em Nova York que luta para manter seu negócio em uma era de multiplexes e blockbusters é o foco deste documentário.
Perspectiva Internacional. Dia 20, às 17h40 (Espaço Itaú de Cinema - Frei Caneca 1)

System Crasher
Systemsprenger. Alemanha, 2019. Direção: Nora Fingscheidt. Com: Helena Zengel, Albrecht Schuch e Gabriela Maria Schmeide. 118 min. 18 anos.
Premiado no Festival de Berlim, acompanha uma menina sob a tutela do Estado que quebra todas as regras para retornar à guarda de sua mãe biológica.
Competição de Novos Diretores. Dia 20, às 17h30 (Espaço Itaú de Cinema - Frei Caneca 3)

O Turista Suicida
Selvmordsturisten. Dinamarca/Noruega, 2019. Direção: Jonas Alexander Arnby. Com: Kate Ashfield e Tuva Novotny. 90 min. 14 anos. 
Uma investigação leva um detetive aposentado para um misterioso hotel —fachada para um negócio clandestino especializado em suicídios assistidos.
Competição de Novos Diretores. Dia 20, às 20h (Espaço Itaú de Cinema - Frei Caneca 4)

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais