Descrição de chapéu Cinema
Cinema

'O Oficial e o Espião', de Polanski, e filme com Vin Diesel estão entre as estreias da semana

Confira trailers, críticas e sessões dos longas que entram em cartaz nesta quinta (12)

-
São Paulo

Alva
Idem. Portugal/Argentina/França, 2019. Direção: Ico Costa. Com: Henrique Bonacho, Pedro Figueiredo e Luis Anteiro. 98 min. 12 anos.
Um homem se esconde nos arredores do rio Alva, nos planaltos portugueses, após ter cometido um crime. Vivendo apenas do que coleta na floresta, ele se vê só com a natureza e com sua consciência em sua tentativa de fugir da sociedade.
Salas e horários
Leia a crítica

Aprendiz de Espiã
My Spy. EUA, 2020. Direção: Peter Segal. Com: Dave Bautista, Chloe Coleman e Parisa Fitz-Henley. 101 min. 12 anos.
Após sucessivos erros, um espião é rebaixado de categoria e enviado para uma missão de menos prestígio, na qual precisa investigar uma família. Ele, porém, é descoberto por uma menina de 9 anos. Para evitar que ela o exponha e arruine sua carreira, ele aceita ensiná-la sobre como ser um agente secreto.
Salas e horários

Bloodshot
Idem. EUA/China, 2020. Direção: Dave Wilson. Com: Vin Diesel, Sam Heughan e Eiza González. 110 min. 14 anos.
Um soldado que morreu e foi trazido de volta à vida tem sua memória apagada e suas habilidades aperfeiçoadas, transformando-se em um assassino perfeito. Porém, quando descobre sobre seu passado, ele passa a perseguir aqueles que o utilizaram como cobaia em um experimento.
Salas e horários
Leia a crítica

Disforia
Brasil, 2019. Direção: Lucas Cassales. Com: Isabela Lima, Rafael Sieg e Vinícius Ferreira. 97 min. 14 anos.
Um psicólogo retorna ao trabalho após ter se afastado em decorrência da morte de sua esposa. Em seu primeiro caso, ele atende uma misteriosa criança que é educada em casa pelo pai e pela avó.
Salas e horários
Leia a crítica

Doce Entardecer na Toscana
Dolce Fine Giornata. Polônia, 2019. Direção: Jacek Borcuch. Com: Krystyna Janda, Kasia Smutniak e Antonio Catania. 96 min. 16 anos.
Uma escritora polonesa que mora na Toscana (Itália) se relaciona em segredo com um jovem egípcio. Pouco após um ataque terrorista na região matar dezenas de pessoas e despertar sentimentos xenófobos, ela faz um discurso público que desagrada muitas pessoas. Exibido no Festival do Rio.
Salas e horários
Leia a crítica

A Maldição do Espelho
Pikovaya Dama. Zazerkale. Rússia, 2019. Direção: Aleksandr Domogarov. Com: Angelina Strechina, Daniil Izotov e Yan Alabushev. 83 min. 16 anos.
O fantasma da Rainha de Espadas, uma mulher que quando viva assassinou 19 crianças, vive dentro de um espelho. Quando sua antiga casa se torna um internato, os alunos do local invocam sua presença pedindo que realize desejos, mas o preço cobroado por ela é alto. Continuação de “A Dama do Espelho: O Ritual das Trevas” (2015).
Salas e horários
Leia a crítica

Mulher
Woman. França, 2019. Direção: Yann Arthus-Bertrand e Anastasia Mikova. 108 min. 12 anos.
O documentário retrata duas mil mulheres de 50 países para compor um retrato plural da condição feminina. Maternidade, sexualidade e independência financeira são alguns dos temas discutidos que evidenciam a força da mulher apesar das desigualdades de gênero.
Salas e horários

Nóis por Nóis
Brasil, 2017. Direção: Aly Muritiba e Jandir Santin. Com: Ma Ry, Maicon Douglas e Otávio Linhares. 103 min. 16 anos.
Quatro amigos que moram em um bairro periférico vão a um baile de rap com diferentes intenções. Porém, a noite toma um rumo imprevisível, levando a acontecimentos que unem definitivamente os destinos de suas vidas.
Salas e horários
Leia a crítica

O Oficial e o Espião
J’Accuse. França/Itália, 2019. Direção: Roman Polanski. Com: Jean Dujardin, Louis Garrel e Emmanuelle Seigner. 132 min. 14 anos.
O longa é inspirado em fatos reais e conta a história de Alfred Dreyfus, judeu e capitão do exército francês. Em 1884, ele foi sentenciado ao exílio, acusado de traição por supostamente ter divulgar segredos militares à Alemanha, com a qual seu país estava em guerra. Vencedor do grande prêmio do júri no Festival de Veneza e do Cesar de melhor diretor (Polanski), figurino e adaptação. Do mesmo diretor de
“O Pianista” (2003), o filme é baseado em livro homônimo do escritor Robert Harris.
Salas e horários
Leia a crítica

As Primeiras Férias Não se Esquece Jamais
Premières Vacances. França, 2018. Direção: Patrick Cassir. Com: Jonathan Cohen, Camille Chamoux e Camille Cottin. 102 min. 14 anos.
Um casal que acaba de se conhecer por meio de um aplicativo de relacionamentos decide sair de férias junto. Apesar de muito diferentes, eles se unem e aceitam a experiência como algo que pode mudar definitivamente quem são.
Salas e horários
Leia a crítica

Solteira Quase Surtando
Brasil, 2018. Direção: Caco Souza. Com: Mina Nercessian, Leandro Lima e Letícia Birkheuer. 86 min. 14 anos.
Uma mulher viciada em trabalho descobre que está entrando precocemente na menopausa, o que lhe deixa apenas mais seis meses para arrumar um pai para o filho que deseja conceber.
Salas e horários

Technoboss
Idem. Portugal/França, 2019. Direção: João Nicolau. Com: Miguel Lobo Antunes, Luísa Cruz e Américo Silva. 102 min. 12 anos.
Um musical sobre um vendedor itinerante sexagenário às vésperas da aposentadoria, as pessoas que passam por seu carro e a possibilidade de um novo amor. Exibido na 43ª Mostra Internacional de Cinema.
Salas e horários
Leia a crítica

​Terremoto
Skjelvet. Noruega, 2018. Direção: John Andreas Andersen. Com: Kristoffer Joner, Ane Dahl Torp e Edith Haagenrud-Sande. 108 min. 14 anos.
Um geólogo é tido como herói por por ter evitado diversas mortes quando uma cidade do interior da Noruega foi atingida por um terremoto. Ainda assim, poucos lhe dão ouvidos quando ele descobre que um novo desastre natural está prestes a ocorrer em Oslo, a capital do país, causando morte e destruição.
Salas e horários
Leia a crítica

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais