Fique em casa: sem o Festival de Cannes, confira 50 filmes premiados no streaming

Longas como 'Parasita', 'Azul É a Cor Mais Quente', 'The Square' e 'Bacurau' podem ser vistos online

São Paulo

Não fosse a pandemia que assolou o mundo, esta seria a semana mais glamourosa do cinema mundial, com o início do Festival de Cannes, antes programado para acontecer entre os dias 12 e 23 de maio.

Primeiramente, o evento francês foi adiado para o segundo semestre e, nesta semana, teve sua edição física descartada. Terá uma versão online, em parceria com outros festivais e mais perto do fim do ano.

Tapete vermelho e celebridades à parte, é em Cannes que também surgem alguns dos principais títulos do cinema mundial. Foi assim com o sul-coreano “Parasita”, de Bong Joon-ho, que levou a Palma de Ouro do ano passado antes de se tornar o primeiro longa estrangeiro a vencer o Oscar de melhor filme.

O streaming pode não substituir a locadora, mas traz uma farta e variada oferta de longas premiados no festival francês, incluindo “Parasita”. Só nesta semana, chegam ao Belas Artes à la Carte “A Aventura”, de Antonioni (prêmio do júri), e “A Balada de Narayama”, de Shohei Imamura, Palma de Ouro em 1983.

Confira abaixo uma lista com 50 títulos premiados no festival francês que você pode encontrar em diversos canais sob demanda.​​

Palma de Ouro

Assunto de Família
Manbiki Kazoku, Japão, 2018. Direção: Hirokazu Kore-eda. Com: Lily Franky, Sakura Andô e Kirin Kiki. 121 min.
Do mesmo diretor de "Pais e Filhos" (2013), o longa acompanha uma família que vive de pequenos delitos. Certo dia, o pai acolhe uma menina que encontra na rua, mas o evento coloca em risco a estabilidade e segurança daquele grupo de pessoas. Palma de Ouro no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 4,90, para locação, e R$ 9,90, para compra); Netflix; Now (R$ 14,90, para locação); Sky Play (grátis para assinantes); Vivo Play (R$ 11,90, para locação); Google Play e YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).​​

Azul É a Cor Mais Quente
La Vie d’Adèle. França/Bélgica/Espanha, 2013. Direção: Abdellatif Kechiche. Com: Léa Seydoux, Adèle Exarchopoulos e Salim Kechiouche. 180 min.
Adolescente descobrindo sua sexualidade, Adèle se apaixona por uma jovem mulher de cabelos azuis. As duas começam um intenso romance enquanto Adéle ainda busca seu lugar no mundo. Palma de Ouro no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 9,90, para locação); Telecine Play; Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); Now (R$ 6,90, para locação); YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

A Balada de Narayama
Narayama Bushikou, Japão, 1983. Direção: Shohei Imamura. Com: Sumiko Sakamoto, Ken Ogata e Takejo Aki. 131 min.
Vencedor da Palma de Ouro em Cannes, o longa acompanha a tradição de uma cidade japonesa em que os anciãos vão ao topo de uma montanha encontrar a morte. Prestes a fazer a viagem, Orin se preocupa em encontrar uma esposa para seu filho mais velho. Palma de Ouro no Festival de Cannes.
Disponível no Belas Artes à La Carte (assinatura mensal: R$ 9,90)​.

Eu, Daniel Blake
I, Daniel Blake, Reino Unido/França/Bélgica, 2016. Direção: Ken Loach. Com: Dave Johns, Hayley Squires e Dylan McKiernan. 110 min.
O carpinteiro Daniel Blake sofre um ataque cardíaco, e os médicos o aconselham a não voltar ao trabalho. Tendo que recorrer ao apoio financeiro do governo inglês, ele encontra dificuldades com a burocracia e a digitalização dos processos e acaba conhecendo Katie, uma mãe solteira que também não tem condições de se manter. O drama rendeu a segunda Palma de Ouro ao diretor Ken Loach em Cannes (2016).
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 9,90, para locação); Netflix; Now (R$ 6,90, para locação); Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); Vivo Play (R$ 6,90, para locação) YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

A Fita Branca
Das Weisse Band, Alemanha/Áustria/França/Itália, 2009. Direção: Michael Haneke. Com: Christian Friedel, Leonie Benesch e Ulrich Tukur. 145 min.
Pequenos acontecimentos perturbam a rotina de uma cidade alemã às vésperas da Primeira Guerra, como o sequestro de duas crianças e o incêndio de um celeiro. Um professor, então, resolve investigar o caso. Filmado em preto e branco, venceu a Palma de Ouro em Cannes.
Disponível no Belas Artes à la Carte (assinatura mensal: R$ 9,90).

Parasita
Gisaengchung, Coréia do Sul, 2019. Direção: Bong Joon-ho. Com: Song Kang-ho, Choi Woo-shik e Cho Yeo-jong. 131 min.A vida de uma família pobre muda drasticamente quando o filho arruma um emprego como o tutor de uma adolescente rica. Aos poucos, ele consegue inserir seus parentes no núcleo da família da jovem. Vencedor da Palma de Ouro no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 14,90, para locação, e R$ 34,90, para compra); Google Play e YouTube (R$ 10,90, para locação, e R$ 44,90, para compra); Now (R$ 14,90, para locação); Vivo Play (R$ 5,95, para locação); Looke (R$ 11,99, para locação e R$ 49,99, para compra); e Oi Play (R$ 12,90, para locação); Telecine Play (disponível a partir de 31/5); Sky Play (grátis para assinantes).

Pelle, o Conquistador
Pelle Erobreren. Dinamarca, 1987. Direção: Bille August. Com: Pelle Hvenegaard, Max von Sydow e Erik Paask. 157 min.
O filme acompanha pai e filho que que deixam a Suécia em busca de uma vida melhor na Dinamarca do século 19. Lá, encontram trabalho em uma fazenda, mas são constantemente explorados por não falarem o idioma local. Palma de Ouro no Festival de Cannes.
Disponível no Belas Artes à La Carte (assinatura mensal: R$ 9,90).

Pulp Fiction - Tempo de Violência
Pulp Fiction, EUA, 1994. Direção: Quentin Tarantino. Com: John Travolta, Samuel L. Jackson e Uma Thurman. 154 min.
Três tramas se cruzam incluindo personagens como um assassino que quer se aposentar após presenciar um milagre; seu parceiro, que tem que levar a mulher do mafioso para quem trabalha para jantar; e um boxeador com um plano ousado antes de encerrar a carreira. Palma de Ouro no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Netflix; Telecine Play; Prime Video; Looke (R$ 7,99, para locação, e R$ 39,99, para compra); Sky Play (R$ 5,90, para locação); Google Play (R$ 6,90, para locação, e R$ 29,90, para compra); YouTube (R$ 6,90, para locação, e R$ 44,90, para compra); Microsoft (R$ 4,90, para locação, e R$ 42,90, para compra).

Quando Papai Saiu em Viagem de Negócios
Otac na Sluzbenom Putu, Iugoslávia, 1985. Direção: Emir Kusturica. Com: Moreno d’E Bartolli, Predrag Manojlovic e Mirjana Karanovic. 136 min.
Na Iugoslávia, após fazer uma charge inoportuna contra o governo, homem é mandado para um campo de trabalhos forçados, apesar de sua família acreditar que ele viajou a trabalho. Palma de Ouro no Festival de Cannes.
Disponível no Belas Artes à la Carte (assinatura mensal: R$ 9,90).

Quando Voam as Cegonhas
Letyat Zhuravli, União Soviética, 1957. Direção: Mikhail Kalatozov. Com: Tatyana Samoylova, Aleksey Batalov e Vasiliy Merkurev. 95 min.
Em Moscou, durante a Segunda Guerra, um casal apaixonado é separado quando ele é enviado pelo Exército ao fronte de batalha. Sozinha, ela é estuprada pelo primo dele e acaba se casando. Ainda assim, ela continua aguardando notícias do antigo amor. Palma de Ouro no Festival de Cannes.
Disponível no Belas Artes à la Carte (assinatura mensal: R$ 9,90).

Se…
If…, Reino Unido, 1968. Direção: Lindsay Anderson. Com: Malcolm McDowell, David Wood e Richard Warwick. 111 min.
Em uma escola pública inglesa, os Crusaders, um grupo de alunos rebeldes, planejam uma vingança contra o sistema educacional, considerado por eles opressor. Palma de Ouro no Festival de Cannes.
Prime Video (incluído na assinatura).

Sono de Inverno
Kis Uykusu, Turquia/França/Alemanha, 2014. Direção: Nuri Bilge Ceylan. Com: Haluk Bilginer, Melisa Sözen e Demet Akbag. 196 min.
Ator aposentado comanda hotel ao lado da mulher, de quem se afastou, e da irmã, recém-divorciada. A chegada da melancolia do inverno faz com que ele queira deixar o lugar. No streaming do Belas Artes, aparece com o título em inglês (Winter Sleep). Palma de Ouro no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 4,90, para locação, e R$ 9,90, para compra); Belas Artes à la Carte (assinatura mensal: R$ 9,90); Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); Now (R$ 6,90, para locação); Looke (R$ 4,99, para locação, e R$ 19,99, para compra); YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

The Square - A Arte da Discórdia
The Square, Suécia/Alemana/Dinamarca/França, 2017. Direção: Ruben ÖstlundCom: Claes Bang e Elisabeth Moss. 142 min.
Um curador de arte tenta promover uma nova exposição no museu que dirige, em Estocolmo, enquanto precisa lidar com o roubo de sua carteira e de seu celular. Palma de Ouro do Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 9,90, para locação); Telecine Play; Now (R$ 6,90, para locação); Looke (R$ 4,99, para locação, e R$ 19,99, para compra); Sky Play (R$ 5,90, para locação); Google Play (R$ 6,90, para locação, e R$ 24,90, para compra); YouTube (R$ 6,90, para locação, e R$ 29,90, para compra).

Outros Prêmios

120 Batimentos por Minuto
120 Battements par Minute, França, 2017. Direção: Robin Campillo. Com: Nahuel Pérez Biscayart, Arnaud Valois e Adèle Haenel. 144 min.
O filme rememora a luta dos integrantes do Act Up, grupo francês de defesa dos direitos de pessoas com HIV, em sua militância nos anos 1990. Vencedor do Grande Prêmio do Júri e do prêmio da crítica em Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 4,90, para locação, e R$ 9,90, para compra); Globo Play; Now (R$ 6,90, para locação); Google Play (R$ 6,90, para locação, e R$ 24,90, para compra); YouTube (R$ 6,90, para locação, e R$ 29,90, para compra).

O Anjo Exterminador
El Ángel Exterminador, México, 1962. Direção: Luis Buñuel. Com: Silvia Pinal, Jacqueline Andere e José Baviera. 95 min.
Casal aristocrata convida amigos da alta sociedade para um jantar em sua mansão. No entanto, após o evento, eles se veem presos em um sala sem conseguir sair. Aos poucos, as convenções sociais dão lugar aos instintos primitivos de cada um. Prêmio da crítica no Festival de Cannes.
Disponível no Belas Artes à la Carte (assinatura mensal: R$ 9,90).

O Apartamento
Forushande, Irã/França, 2016. Direção: Asghar Farhadi. Com: Taraneh Alidoosti, Shahab Hosseini e Babak Karimi. 125 min.
Um casal de atores é forçado a deixar sua casa em meio aos ensaios de uma peça. Sem saber, eles alugam um apartamento cuja antiga moradora era uma prostituta. Quando um dos antigos clientes dela aparece, o casamento dos artistas entra em crise. Vencedor do Oscar de melhor filme estrangeiro e melhor roteiro e ator (Hosseini) em Cannes.
Apple TV (R$ 9,90, para locação); Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

O Artista
The Artist, França/Bélgica/EUA, 2011. Direção: Michel Hazanavicius. Com: Jean Dujardin, Bérénice Bojo e John Goodman. 100 min.
Em preto e branco e sem diálogos, mostra um astro do cinema mudo que cai em declínio com a chegada do som nos filmes. Antes de vencer o Oscar de melhor filme e ator, entre outros, o longa rendeu a Dujardin o prêmio de atuação em Cannes.
Apple TV (R$ 14,90, para locação, e R$ 37,90, para compra); Now (R$ 6,90, para locação), Prime Video; Google Play (R$ 2,90, para locação, e R$ 19,90, para compra); YouTube (R$ 2,90, para locação, e R$ 24,90, para compra).

A Assassina
Ci ke Nie Yin Niang, Taiwan/China/Hong Kong/França, 2015. Direção: Hou Hsiao-Hsien. Com: Shu Qi, Chen Chang e Yun Zhou. 105 min.
No século 8º, assassina profissional falha em uma missão, ao não conseguir matar um homem do governo que segurava um bebê. Como punição, é obrigada a assassinar o próprio primo, por quem é apaixonada. Melhor direção no Festival de Cannes.
Apple TV (R$ 4,90, para locação, e R$ 9,90, para compra); Now (R$ 6,90, para locação); Globo Play; Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

Atlantique
Idem, França/Senegal/Bélgica, 2019. Direção: Mati Diop. Com: Mama Sané, Abdou B. e Ibrahima Mbaye. 106 min.
Uma jovem de 17 anos apaixonada por um trabalhador está prometida para outro homem. Certa noite, os trabalhadores desaparecem no mar, e seus espíritos retornam atrás do corpo de suas namoradas. Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes.
Netflix.(incluído na assinatura).

A Aventura
L'Avventura, França/Itália, 1960. Direção: Michelangelo Antonioni. Com: Gabriele Ferzetti. Monica Vitti. Léa Massari. 135 min.
Um grupo de amigos parte em um cruzeiro da Sicília e para em uma desolada ilha no meio do Mediterrâneo. Tudo vai bem até que Anna some. Enquanto uma parte do grupo decide ir a uma outra ilha anunciar o desaparecimento, o namorado e uma amiga de Anna ficam para procurá-la, mas acabam se apaixonando. Prêmio do júri no Festival de Cannes.
Disponível no Belas Artes à La Carte (assinatura mensal: R$ 9,90); NetMovies (assinatura mensal: R$ 18,90); Looke (R$ 3,99, para locação, e R$ 14,99, para compra)​.

Bacurau
Brasil, 2019. Direção: Juliano Dornelles e Kleber Mendonça Filho. Com: Sônia Braga, Karine Teles, Udo Kier e Silvero Pereira. 132 min.
Em um futuro próximo, uma pequena cidade no sertão nordestino lamenta a morte de uma anciã. Dias depois, os moradores percebem que o local sumiu dos mapas e começam a ser aterrorizados por uma onda de assassinatos misteriosos. Dividiu o Prêmio do Júri no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 39,90, para compra); Google Play (R$ 24,90, para compra); YouTube (R$ 29,90, para compra); Telecine Play (para assinantes, grátis por 30 dias); Vivo Play (R$ 12,90, para locação).

Bastardos Inglórios
Inglourious Basterds, EUA/Alemanha, 2009. Direção: Quentin Tarantino. Com: Brad Pitt, Mélanie Laurent e Christoph Waltz. 153 min.
Histórias se cruzam durante a Segunda Guerra, entre elas, a de um grupo de soldados americanos judeus que espalha o terror matando nazistas na Europa; e a de uma mulher que teve a família assassinada pelo Exército alemão e tem a chance de se vingar numa sessão de cinema. Melhor ator (Waltz) no Festival de Cannes.
Apple TV (R$ 11,90, para locação, e R$ 29,90, para compra); Now (R$ 6,90, para locação), Telecine Play; Prime Video; Looke (R$ 6,99, para locação, e R$ 58,99, para compra); Sky Play (grátis para assinantes); Google Play e YouTube (R$ 9,90, para locação, e R$ 24,90, para compra).

O Beijo da Mulher Aranha
Kiss of the Spider Woman, Brasil/EUA, 1985. Direção: Hector Babenco. Com: William Hurt, Raul Julia e Sônia Braga. 120 min.
O drama mostra a amizade entre dois homens em uma prisão, um homossexual, detido por comportamento imoral, e um prisioneiro político. Melhor ator (Hurt) no Festival de Cannes.
Looke (grátis).

Carol
Idem, Reino Unido, EUA, 2015. Direção: Todd Haynes. Com: Cate Blanchett, Rooney Mara, Kyle Chandler. 118 min. Carol, uma mulher elegante que está se divorciando, se aproxima da jovem Therese, que é vendedora em uma loja de departamentos. Quando o marido de Carol a impede de passar o Natal com a filha, ela convida Therese para uma viagem pelos Estados Unidos. Vencedor do Queer Palm e Melhor Atriz para Rooney Mara (dividiu o prêmio) no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 9,90, para compra); Netflix; Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra); Now (R$ 6,90, para locação); Looke (R$ 4,99, para locação, e R$ 19,99, para compra).

Em Chamas
Buh-Ning, Coréia do Sul, 2018. Direção: Chang-dong Lee. Com: Ah-In Yoo, Steven Yeun e Jong-seo Jeon. 148 min. Jongsu é um entregador que reencontra Haemi, uma garota que viveu em sua vizinhança quando pequena. A moça pede a ele que cuide de seu gato enquanto ela viaja e, ao retornar, o apresenta para um rapaz enigmático, que tem um hobby peculiar. O longa venceu o prêmio Fipresci no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 4,90, para locação, e R$ 9,90, para compra); Belas Artes à La Carte (assinatura mensal: R$ 9,90); Looke (R$ 4,99, para locação, e R$ 19,99, para compra); Sky Play (R$ 5,90, para locação); Google Play e YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

Clímax
Climax, França, 2018. Direção: Gaspar Noé. Com: Sofia Boutella, Romain Guillermic e Souheila Yacoub. 96 min.
O longa acompanha um grupo de jovens dançarinos durante uma festa em um prédio vazio. Mas a celebração se transforma em uma noite de alucinações quando eles descobrem que a bebida foi batizada com LSD. Melhor Filme na Quinzena dos realizadores do Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 4,90, para locação, e R$ 9,90, para compra); Netflix; Google Play e YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

Divinas
Divines, França/Qatar, 2016. Direção: Houda Benyamina. Elenco: Oulaya Amamra, Kevin Mischel, Déborah Lukumena. 105 min.
O filme acompanha a jovem Douina, moradora de uma comunidade pobre dominada pelo tráfico de drogas. Ela pretende melhorar de vida ingressando no tráfico e se tornando poderosa e respeitada, mas acaba se envolvendo em situações perigosas. Câmara de Ouro no Festival de Cannes.
Netflix (incluído na assinatura).

É Apenas o Fim do Mundo
Juste la Fin du Monde, França, 2016. Direção: Xavier Dolan. Com: Gaspard Ulliel, Marion Cotillard, Léa Seydoux e outros. 99 min.
Após 12 anos de ausência,um escritor volta à cidade natal com planos de anunciar sua iminente morte para a família. Prêmio do júri no Festival de Cannes.
Apple TV (R$ 4,90, para locação, e R$ 9,90, para compra); Now (R$ 6,90, para locação); Telecine Play; Prime Video; Globo Play; Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

As Faces de Toni Erdmann
Idem, Alemanha, Áustria, 2016. Direção: Maren Ade. Com: Sandra Hüller, Peter Simonischek e Michael Wittenborn. 162 min.
Para tentar se aproximar de Inês, sua sisuda filha viciada em trabalho, o extrovertido Winfried cria um alter ego: Toni Erdmann. Disfarçado com peruca e dentes falsos, Winfried/Erdmann faz de tudo para se infiltrar na rotina da filha. Prêmio Fipresci no Festival de Cannes.
Apple TV (R$ 9,90, para locação, e R$ 29,90, para compra); Globo Play; Google Play (R$ 5,90, para locação, e R$ 19,90, para compra); YouTube (R$ 5,90, para locação, e R$ 24,90, para compra); Microsoft (R$ 7,90, para locação, e R$ 22,90, para compra).

Guerra Fria
Zimna Wonja, Polônia, Reino Unido/França, 2018. Direção: Pawel Pawlikowski. Com: Joanna Kulig, Tomasz Kot e Borys Szyc. 84 min.
Com origens distintas e personalidades conflitantes, umhomem e uma mulher se apaixonam enquanto participam de um grupo musical que busca redescobrir a cultura popular da Polônia, durante a Guerra Fria. Quando autoridades começam a interferir no projeto, eles planejam uma fuga para a França. Melhor direção no Festival de Cannes.
Netflix; Prime Video; Now (R$ 14,90, para locação); Looke (R$ 6,99, para locação, e R$ 58,99, para compra); YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

A História Oficial
La Historia Oficial, Argentina, 1985. Direção: Luis Puenzo. Com: Héctor Alterio, Norma Aleandro e Chunchuna Villafañe. 112 min.
Professora casada e alienada da situação política da argentina nos anos 1980 começa a se dar conta da realidade ao reencontrar uma amiga, que volta do exílio. Oscar de filme estrangeiro e prêmio de melhor atriz (Aleandro) em Cannes.
Netflix (incluído na assinatura).

Infiltrado na Klan
Blakkklansman. EUA, 2018. Direção: Spike Lee. Com: John David Washington, Adam Driver e Laura Harrier. 135 min.
Na trama, baseada em fatos reais, um policial negro nos Estados Unidos dos anos 1970 consegue se infiltrar na Ku Klux Klan. Com a ajuda de um colega judeu, tenta descobrir os planos da organização racista. Do mesmo diretor de "Faça a Coisa Certa" (1989). Prêmio do Júri no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 39,90, para compra); Telecine Play; Looke (R$ 58,99, para compra); Google Play (R$ 34,90, para compra); YouTube (R$ 39,90, para compra).

O Jovem Ahmed
Le Jeune Ahmed. Bélgica/França, 2019. Direção: Jean Pierre e Luc Dardenne. Com: Idir Ben Addi, Olivier Bonnaud e Myriem Akheddiou. 84 min.
A trama acompanha um garoto muçulmano de 13 anos que, convencido de que sua professora é uma pecadora, decide matá-la. Melhor direção em Cannes. Dos mesmos diretores de “A Criança” (2005).
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 14,90, para locação, e R$ 29,90, para compra); Google Play e YouTube (R$ 19,90, para compra), Now e Sky Play (R$ 14,90, para locação); e Vivo Play (R$ 11,90, para locação).

Jovem Mulher
Jeune Femme, França/Bélgica, 2016. Direção: Léonor Serraille. Com: Laetitia Dosch, Souleymane Seye Ndiaye e Léonie Simaga. 97 min.
Depois de dez anos de relacionamento, Paula é abandonada pelo namorado em Paris. Sem dinheiro e sozinha com um gato, ela terá que refazer a vida. Vencedor do prêmio Câmera de Ouro e selecionado para a mostra Um Certo Olhar em Cannes.
Now (R$ 6,90, para locação); Prime Video.

Lazzaro Felice
Idem, Itália/Suíça/França/Alemanha, 2018. Direção: Alice Rohrwacher. Com: Adriano Tardiolo, Agnese Graziani e Alba Rohrwacher. 128 min.
Jovem pobre e bondoso, mas pouco inteligente, é explorado por todos, inclusive seus familiares. No entanto, após uma tragédia, ele acorda no século 21 e tenta compreender o mundo atual. Melhor roteiro no Festival de Cannes.
Netflix (incluído na assinatura).

As Maravilhas
Le Meraviglie, Itália, 2014. Direção: Direção: Alice Rohrwacher. Com: Maria Alexandra Lungu. Sam Louwyck, Alba Rohrwacher.
A jovem Gelsomina é uma jovem que vive com seus pais e irmãs na região da Toscana. Seus dias tranquilos em meio à natureza são perturbados depois da participação da família em um reality show que altera as regras rígidas de sua família. Vencedor do Grande Prêmio no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 4,90, para locação, e R$ 9,90, para compra); Belas Artes à La Carte; Prime Video; Looke (R$ 4,99, para locação, e R$ 19,99, para compra); Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra); NetMovies.

Os Miseráveis
Les Miserábles, França, 2019. Direção: Ladj Ly. Com: Alexis Manenti, Damein Bonnard e Djebril Zonga. 144 min.
Neste drama, um policial se transfere para Paris e vai trabalhar em um esquadrão com outros dois homens não ortodoxos em uma comunidade na qual a tensão entre as gangues e as questões raciais estão em ebulição. Dividiu o Prêmio do Júri no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 14,90, para locação, e R$ 29,90, para compra); Now (R$ 14,90, para locação); e Google Play (R$ 2,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); YouTube (R$ 2,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

Meu Rei
Mon Roi, França, 2015. Direção: Maïwenn. Com: Vincent Cassel, Emmanuelle Bercot, Louis Garrel, Isild Le Besco e outros. 125 min.
Após ferir o joelho, Tony muda-se para o sudoeste francês para realizar um tratamento. Mas este não é seu único problema: ela leva um longo e infeliz relacionamento com Georgio, um homem manipulador e possessivo com quem ela tem um filho. Prêmio de Melhor Atriz no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 9,90, para compra); Now (R$ 6,90, para locação); Looke (Festival Varilux, grátis).

Pais e Filhos
Soshite Chichi Ni Naru, Japão, 2013. Direção: Hirokazu Kore-eda. Com: Masaharu Fukuyama, Machiko Ono e Yôko Maki. 121 min.
Homem de negócios obcecado pelo sucesso financeiro descobre que seu filho biológico de 6 anos foi trocado na maternidade, e que, portanto, ele está criando outra criança. Prêmio do júri no Festival de Cannes.
Now (R$ 6,90, para locação); Globo Play; Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

O Paraíso Deve Ser Aqui
It Must Be Heaven, Qatar/Alemanha/Canadá/Turquia/Palestina, 2019. Direção: Elia Suleiman. Com: Elia Suleiman, Gael García Bernal, Tarik Kopty.
O diretor interpreta a si mesmo, um palestino que foge de sua terra natal, mas encontra vestígios de seu país de origem aonde quer que vá. Recebeu menção especial do júri no Festival de Cannes no Prêmio Fipresci.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 14,90, para locação, e R$ 29,90, para compra); Sky Play (R$ 14,90, para locação); Google Play e YouTube (R$ 19,90, para compra).

A Parte dos Anjos
The Angels' Share, Reino Unido/França/Bélgica/Itália, 2012. Direção: Ken Loach. Elenco: Paul Brannigan, John Henshow, Gary Maitland. 101 min.
Robbie que, acaba de sair da prisão, quer garantir um futuro melhor para seu filho pequeno. Ao enfrentar dificuldades para encontrar emprego, ele descobre o talento para degustação de uísque. Vencedor do Prêmio do Júri no Festival de Cannes.
Apple TV (R$ 4,90, para locação, e R$ 9,90, para compra); Now (R$ 6,90, para locação); Globo Play; Looke (R$ 4,99, para locação, e R$ 19,99, para compra); Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra).

O Passado
Le Passé, França, 2013. Direção: Asghar Farhadi. Com: Bérenice Bejo.Tahar Rahim, Ali Mosaffa. 130 min.
Uma família formada por um homem iraniano e uma mulher francesa se desfaz quando ele decide retornar ao seu país de origem. Ao descobrir que a esposa pediu o divórcio para se relacionar com outro homem, o marido retorna para a Europa a fim de confrontar o novo pretendente. Melhor atriz (Bejo) no Festival de Cannes.
Telecine Play; Globo Play; Prime Video.

Em Pedaços
Aus dem Nichts, Alemanha, França, 2017. Direção: Fatih Akin. Com: Diane Kruger, Denis Moschitto e Numan Acar. 106 min.
Do mesmo diretor de" Contra a Parede" (2004), o filme narra o drama de uma mulher após a morte do marido e do filho em um ataque terrorista na Alemanha. Diane Kruger ganhou o prêmio de melhor atriz em Cannes pelo papel.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 9,90, para comprar); Now (R$ 6,90, para locação); Google Play (R$ 6,90, para locação, e R$ 24,90, para compra); YouTube (R$ 6,90, para locação, e R$ 29,90, para compra).

Personal Shopper
Idem, França, 2016. Direção: Olivier Assayas. Com: Kristen Stewart, Lars Eidinger e Sigrid Bouaziz. 110 min.
Maureen é uma jovem americana que vive em Paris e trabalha como personal shopper de uma celebridade. Ela tem o dom de se comunicar com espíritos, assim como seu irmão, que morreu recentemente e de quem ela espera um contato. O francês Olivier Assayas dividiu com o romeno Cristian Mungiu (Graduation) o prêmio de melhor diretor no festival de Cannes de 2016.
Leia a crítica.
Netflix; Looke (R$ 58,99, para compra); Oi Play (R$ 6,90, para locação); Google Play e YouTube (R$ 9,90, para locação, e R$ 24,90, para compra).

Possessão
Possession, França/Alemanha, 1981. Direção: Andrzej Zulawski. Com: Isabelle Adjani, Sam Neill e Heinz Bennent. 124 min.
Homem volta de longa viagem e reencontra a mulher em Berlim. No entanto, ela logo pede o divórcio e ele começa a perceber que situações macabras acontecem em torno dela. Melhor atriz (Adjani) no Festival de Cannes.
Disponível no Belas Artes à la Carte (assinatura mensal: R$ 9,90).

O Salário do Medo
La Salaire de la Peur, França/Itália, 1953. Direção: Henri-Georges Clouzot. Com: Yves Montand, Charles Vanel e Folco Lulli. 131 min.
Em um vilarejo isolado na América Central, um grupo de homens aceita um trabalho perigoso e precisam transportar nitroglicerina de caminhão por meio de estradas precárias. Vencedor do Grande Prêmio do Festival de Cannes.
Disponível no Belas Artes à la Carte (assinatura mensal: R$ 9,90)​.

Solaris
Idem, Rússia, 1972. Direção: Andrei Tarkovski. Com: Natalya Bondarchuk, Daonatas Banionis, Anatoli Solonitsyne. 165 min.
O psiquiatra Kris Kelvin tem a missão de decidir se a investigação sobre um planeta na estação espacial Solaris deve continuar. Ele é surpreendido ao descobrir que os tripulantes estão à beira da loucura e que um dos integrantes da missão cometeu suicídio. Com o tempo, ele passa a ter alucinações e questionar a própria sanidade. Vencedor do Grande Prêmio Especial do Júri e Fipresci no Festival de Cannes.
Disponível no Belas Artes à la Carte (assinatura mensal: R$ 9,90).

O Terceiro Homem
The Third Man, Reino Unido, 1949. Direção: Carol Reed. Com: Joseph Cotten, Alida Valli, Orson Welles.
O escritor americano Holly Martins (Joseph Cotten) vai para Viena após a 2º Guerra Mundial esperando que seu amigo de infância Harry Lime lhe ofereça um trabalho. Ao descobrir que Harry foi morto em um atropelamento, Holly decide investigar o acontecido para tentar descobrir a verdade. Vencedor do Grande Prêmio do Júri no Festival de Cannes.
Apple TV (R$ 11,90, para locação, e R$ 14,90, para compra); Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 24,90, para compra); YouTube (R$ 6,90, para locação, e R$ 29,90, para compra); Microsoft (R$ 4,90, para locação, e R$ 29,90, para compra).

O Valor de um Homem
La Loi du Marché, França, 2015. Direção: Stéphane Brizé. Com: Vincent Lindon, Karine de Mirbeck e Mathieu Schaller. 91 min.
Homem de 51 anos desempregado sofre para se recolocar no mercado de trabalho e sustentar a mulher e o filho, deficiente mental. Após muito esforço, ele consegue um cargo de segurança num supermercado, mas não fica satisfeito com o tipo de atitude que precisa ter. Melhor ator (Lindon) e prêmio ecumênico do júri em Cannes.
Apple TV (R$ 4,90, para locação, e R$ 9,90, para compra); Now (R$ 6,90, para locação); Google Play (R$ 3,90, para locação, e R$ 12,90, para compra); YouTube (R$ 3,90, para locação, e R$ 19,90, para compra).

Visages, Villages
Idem, França, 2016, Direção: Agnès Varda e JR. 89 min.
O documentário mostra a viagem da cineasta Agnès Varda, uma das precursoras da nouvelle vague, e do artista JR, conhecido por instalar retratos gigantescos de pessoas anônimas em paredes e muros, pelo interior da França. Vencedor Prêmio Especial no Festival de Cannes.
Leia a crítica.
Apple TV (R$ 4,90, para locação, e R$ 9,90, para compra); Now (R$ 6,90, para locação).

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais