Conheça os vencedores do Festival Sesc Melhores Filmes e saiba como assistir online

'Pacarrete' leva principais prêmios do evento, que exibe produções no streaming

São Paulo

A bailarina e artista incompreendida do interior cearense levou os principais prêmios do 47º Festival Sesc Melhores Filmes. O tradicional evento, que anualmente convoca críticos e o público para votar nas melhores produções do ano, destacou "Pacarrete", filme de Allan Deberton.

O Sesc divulgou os vencedores na noite desta quarta-feira (14), em cerimônia online por causa da pandemia. A premiação dá início ao festival, que exibe 31 filmes também de forma digital e gratuita até o dia 5 de maio.

"Pacarrete", inspirado em uma história verídica da artista de mesmo nome que vivia na cidade de Russas, no Ceará, foi eleito pela crítica e pelo público nas categorias de melhor filme nacional, melhor atriz nacional e roteiro nacional. O longa também recebeu a estatueta do público por melhor fotografia.

Já o prêmio de melhor documentário, também segundo o público e a crítica, foi para “Babenco - Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou”.

A seleção internacional traz outros títulos indicados a prêmios em festivais internacionais, como o representante da Macedônia do Norte no Oscar, “Honeyland”, que concorreu também a melhor documentário na premiação do ano passado.

Ainda nesta quarta, às 22h, será exibido na plataforma de cinema do Sesc o filme "Valentina", de Cássio Pereira Dos Santos. O longa narra a história da adolescente transexual Valentina, de 17 anos, que se muda para uma pequena cidade mineira com a sua mãe e enfrenta uma série de dificuldades ao tentar se matricular com seu nome social numa escola.

Em tempos não pandêmicos, o evento costumava ocorrer no Cinesesc, que está fechado desde março do ano passado. Mesmo sem sede física, a edição do festival acontece gratuitamente na plataforma Sesc Digital.

Alguns títulos ficam disponíveis durante todo o festival, mas outros, caso de “Valentina”, tem exibição única. Confira abaixo a programação completa.

Abraço
O longa relembra a luta dos professores sergipanos, em 2008, para evitar a perda de direitos. Em meio a essa briga judicial, a professora Ana Rosa precisa se dividir para desempenhar o papel de mãe, mulher e dirigente sindical. Seu marido e sua própria mãe tornam sua jornada ainda mais difícil.
Brasil, 2020. Direção: DF Fiuza. Com: Giuliana Maria, Rose Ribeiro, Flavio Bauraqui. Livre. A partir desta quinta-feira (15), às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Alice Júnior
Mudar de cidade, de escola e dar o primeiro beijo são desafios para qualquer adolescente. Ainda mais para Alice, que vai do Recife a uma pequena cidade do Paraná e é matriculada numa escola que nunca recebeu alguém como ela: uma garota trans.
Brasil, 2019. Direção: Gil Baroni. Com: Anne Celestino, Gustavo Piaskoski e Matheus Moura. 14 anos. A partir do dia 22, às 20h, até 28/4. No Sesc Digital (sesc.digital)


Apocalypse Now - Final Cut
A nova versão do longa de Francis Ford Coppola conta com cenas extras e som remasterizado. No filme, um jovem capitão americano tem a missão de procurar na Guerra do Vietnã um coronel que matou centenas de inocentes.
EUA, 1979. Direção: Francis Ford Coppola. Com: Martin Sheen, Robert Duvall e Marlon Brando. 16 anos. A partir do dia 29/4, às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Babenco - Alguém Tem que Ouvir o Coração e Dizer: Parou
O documentário narra a vida e a morte de Hector Babenco, diretor de filmes como "O Beijo da Mulher Aranha" e "Pixote - A Lei do Mais Fraco". Dirigido por sua viúva, o filme era um desejo do cineasta.
Brasil, 2019. Direção: Bárbara Paz. Com: Hector Babenco, Regina Braga e Selton Mello. 14 anos. No dia 24/4, às 20h, disponível por 24 horas. No Sesc Digital (sesc.digital). O longa venceu como melhor documentário, segundo o público e crítica


Boni Bonita
Uma adolescente de 16 anos, em luto pela morte da mãe, começa um namoro com um músico que tem o dobro de sua idade.
Brasil, 2020. Direção: Daniel Barosa. Com: Ailín Salas, Caco Ciocler e Ghilherme Lobo. 16 anos. A partir desta quinta-feira (15), às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Com Amor, Van Gogh - O Sonho Impossível
O documentário mostra a criação de "Com Amor, Van Gogh" (2017), animação de Dorota Kobiela e Hugh Welchman sobre o pintor impressionista holandês Vincent Van Gogh. O filme, que levou dez anos para ser concluído, é considerado o primeiro feito inteiramente com pinturas.
Polônia, 2019. Direção: Miki Wecel. Com: Saoirse Ronan, Eleanor Tomlinson e Douglas Booth. 10 anos. A partir do dia 22, às 20h, até 28/4. No Sesc Digital (sesc.digital)


A Febre
Uma jovem de origem indígena precisa decidir se abandona a família e a cidade de Manaus para fazer faculdade de medicina em Brasília. Sua indecisão é intensificada por uma súbita febre de seu pai e estranhos ataques noticiados na televisão.
Brasil, França, Alemanha, 2020. Direção: Maya Da-Rin. Com: Regis Myrupu, Rosa Peixoto e Johnatan Sodré. 10 anos. A partir de 29/4, às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Fim de Festa
Quatro amigos passam o Carnaval juntos, no Recife, no apartamento de um investigador da polícia, que é pai de um deles e está fora de casa, de férias. Porém, ele retorna mais cedo do descanso, pois é designado para investigar a morte de uma turista francesa.
Brasil, 2019. Direção: Hilton Lacerda. Com: Irandhir Santos, Hermila Guedes e Arthur Canavarro. 16 anos. No dia 24/4, às 20h, disponível por 24 horas. No Sesc Digital (sesc.digital). A crítica premiou Irandhir Santos como melhor ator nacional.


Honeyland
Ao acompanhar o ofício da última apicultora nômade da Macedônia, este documentário explora a tensão entre industrialização e sustentabilidade, além de mostrar o papel das abelhas no equilíbrio do ecossistema. Vencedor do prêmio do júri de melhor documentário mundial no festival Sundance e indicado da Macedônia do Norte ao Oscar de melhor filme internacional e melhor documentário em 2020.
Macedônia, 2019. Direção: Ljubomir Stefanov e Tamara Kotevska. 12 anos. A partir desta quinta-feira (15), às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


A Hora da Estrela
Macabéa é uma imigrante nordestina que vive uma vida de pobreza e miséria em São Paulo. Um dos seus poucos desejos é namorar, e esse sonho pode virar realidade quando ela conhece um operário metalúrgico. Porém, uma de suas colegas tem outros planos para esse relacionamento. Inspirado no livro homônimo de Clarice Lispector.
Brasil, 1985. Direção: Suzana Amaral. Com: Marcelia Cartaxo, José Dumont e Fernanda Montenegro. 12 anos. A partir desta quinta-feira (15), às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


A História da Eternidade
O filme conta a história de diversas pessoas do sertão que compartilham o mesmo sobrenome. Cada um vive uma jornada de diferentes objetivos, anseios e sonhos.
Brasil, 2015. Direção: Camilo Cavalcante. Com: Irandhir Santos, Marcelia Cartaxo e Zezita Matos. 16 anos. A partir desta quinta-feira (15), às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


O Jovem Ahmed
A trama acompanha um garoto muçulmano de 13 anos que, convencido de que sua professora é uma pecadora, decide matá-la. Vencedor do prêmio de melhor direção em Cannes.
Bélgica, França, 2019. Direção: Jean-Pierre e Luc Dardenne. Com: Idir Ben Addi, Olivier Bonnaud e Myriem Akheddiou. 14 anos. A partir do dia 30/4, às 20h, disponível por 24 horas. No Sesc Digital (sesc.digital)


M8 – Quando a Morte Socorre a Vida
Um estudante de medicina tenta decifrar a identidade do cadáver M8, usado em sua primeira aula de anatomia. Com o passar dos meses, ele tem revelações sobre si mesmo.
Brasil, 2019. Direção: Jeferson De. Com: Juan Paiva, Raphael Logam e Henri Pagnoncelli. 12 anos. A partir do dia 22, às 20h, até 28/4. No Sesc Digital (sesc.digital). O longa venceu prêmios, de acordo com público, de melhor direção nacional para Jeferson De e melhor ator nacional para Juan Paiva.


Maria Luiza
O documentário apresenta a luta de Maria Luiza da Silva, a primeira militar brasileira reconhecida como transexual no Brasil, para garantir o mesmo direito à aposentadoria que os seus colegas da Aeronáutica.
Brasil, 2019. Direção: Marcelo Díaz. 10 anos. A partir desta quinta-feira (15), às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Martin Eden
Um marinheiro que sonha em se tornar escritor se apaixona por uma menina burguesa. Quando se aproxima das ideias socialistas, ele se vê em conflito entre suas crenças sociais e a vida que leva ao lado da amada. Vencedor do prêmio de melhor ator no Festival de Veneza para Luca Marinelli.
Itália/França, 2019. Direção: Pietro Marcello. Com: Luca Marinelli, Jessica Cressy e Vincenzo Nemolato. 14 anos. A partir desta quinta-feira (15), às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Martírio
O documentário mostra a pacífica e obstinada insurgência dos índios guarani-kaiowá para a recuperação de suas terras sagradas em Mato Grosso do Sul.
Brasil, 2017. Direção: Vincent Carelli, Tatiana Almeida e Ernesto de Carvalho. Com: Celso Aoki, Myriam Medina Aoki, Oriel Benites. 14 anos. Em cartaz até o dia 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Meio Irmão
A mãe de uma adolescente está sumida há dias. Desorientada e sem dinheiro, ela pede ajuda a seu meio irmão distante. Ele, porém, também enfrenta problemas, pois foi testemunha do espancamento de um jovem homossexual, o que o levou a receber ameaças.
Brasil, 2019. Direção: Eliane Coster. Com: Natália Molina, Diego Avelino e Francisco Gomes. 16 anos. No dia 30/4, às 20h, disponível por 24 horas. No Sesc Digital (sesc.digital)


Meu Tio da América
No filme, acompanhamos a jornada de três diferentes personagens pondo em prática a teoria sobre a interferência do ambiente na formação da personalidade criada pelo cientista Henri Laborit.
França, 1980. Direção: Alain Resnais. Com: Gérard Depardieu, Nicole Garcia e Roger Pierre. 14 anos. A partir de 22/4, às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Mulher Oceano
Após se mudar para o Japão, uma escritora brasileira começa a escrever sobre a própria vida e sobre uma nadadora que viu apenas uma vez. Com isso, as vidas das duas mulheres acabam conectadas. Exibido na 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo.
Brasil, 2020. Direção: Djin Sganzerla. Com: Djin Sganzerla, Kentaro Suyama e Stenio Garcia. 14 anos. A partir desta quinta-feira (15), às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Pacarrete
O filme é inspirado na história real de uma bailarina aposentada que, ao voltar à sua cidade natal, no interior do Ceará, encontra resistência aos seus modos de ver a vida.
Brasil, 2019. Direção: Allan Deberton. Com: Marcélia Cartaxo, Zezita Matos e João Miguel. 12 anos. No dia 23/4, às 20h, disponível por 24 horas. No Sesc Digital (sesc.digital). O filme foi premiado tanto pelo público como pela crítica nas categorias melhor filme nacional, melhor atriz nacional para Marcélia Cartaxo e melhor roteiro para Allan Deberton, André Araújo, Natália Maia e Samuel Brasileiro o longa ainda levou o prêmio de melhor fotografia para Beto Martins.


Retrato de uma Jovem em Chamas
Uma pintora precisa retratar uma jovem para seu casamento, mas acaba se apaixonando por sua modelo. O filme, dirigido por Céline Sciamma, foi premiado pelo roteiro no Festival de Cannes e ganhou o César de melhor fotografia.
França, 2019. Direção: Céline Sciamma. Com: Noémie Merlant, Adèle Haenel e Luàna Bajrami. 14 anos.
No dia 1º/5, às 20h, disponível por 24 horas. No Sesc Digital (sesc.digital). O longa foi premiado pela crítica e pelo público como melhor filme estrangeiro, melhor direção estrangeira, para Céline Sciamma. A crítica também elegeu Adèle Haenel, como melhor atriz estrangeira.


Aos Olhos de Ernesto
Um fotógrafo octogenário está perdendo a visão. A limitação também faz com que ele aprenda a aproveitar as delícias trazidas pelo tempo e descubra que nunca é tarde para encontrar amizades e um grande amor.
Brasil, 2019. Direção: Ana Luiza Azevedo. Com: Jorge Bolani, Júlio Andrade e Jorge d'Elia. 12 anos. Neste sábado (17), às 20h, disponível por 24 horas. No Sesc Digital (sesc.digital)


O Oficial e o Espião
Em 1884, um judeu capitão do Exército francês é enviado ao exílio, acusado de traição por divulgar segredos militares à Alemanha. Aos poucos, um outro militar, que foi seu professor, descobre uma fragilidade no caso e tenta reverter a sentença, mesmo que isso prejudique sua carreira. Do mesmo diretor de “O Pianista” (2003), o filme é inspirado em fatos reais.
França/Itália, 2019. Direção: Roman Polanski. Com: Jean Dujardin, Louis Garrel e Emmanuelle Seigner. 14 anos. A partir desta quinta-feira (15), às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Segredos e Mentiras
Hortense Cumberbatch é adotada após ser abandonada por sua família. Depois de sua mãe adotiva morrer, ela decide partir em busca do paradeiro da mãe biológica. O filme discute temas como família, segredos e preconceito racial.
Reino Unido, França, 1996. Direção: Mike Leigh. Com: Brenda Blethyn, Marianne Jean-Baptiste e Timothy Spall. 16 anos. A partir de 22/4, às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Serras da Desordem
O documentário conta parte da história de vida do indígena Carapirú, que se vê vagando solitariamente pelo interior do Brasil por anos até ser acolhido por brancos como uma espécie de bicho de estimação.
Brasil, 2006. Direção: Andrea Tonacci. Com: Carapirú, Tiramukõn. 10 anos. Em cartaz até o dia 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Sertânia
Com imagens em preto e branco, o filme de Geraldo Sarno acompanha os delírios de Antão, homem que foi capturado, ferido e deixado para morrer depois que um grupo de cangaceiros invade a cidade de Sertânia.
Brasil, 2020. Direção: Geraldo Sarno. Com: Vertin Moura, Julio Adrião e Kecia Prado. 14 anos. A partir desta quinta-feira (15), às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital). O longa venceu nas categorias da crítica de melhor direção nacional para Geraldo Sarno e melhor fotografia para Miguel Vassy.


Todos os Mortos
Onze anos após a abolição da escravidão no Brasil, fantasmas assombram uma família que não abre mão de seus privilégios. As mulheres fazem de tudo para seguir suas vidas, apesar do passado sombrio.
Brasil, França, 2020. Direção: Caetano Gotardo e Marco Dutra. Com: Mawusi Tulani, Clarissa Kiste e Carolina Bianchi. 14 anos. A partir do dia 21/4, à 0h, disponível durante 24 horas. No Sesc Digital (sesc.digital)


Três Verões
Ao pedir um empréstimo ao patrão para realizar seu sonho, uma caseira de um condomínio de luxo não imagina que será envolvida em um grande esquema de corrupção.
Brasil, França, 2020. Direção: Sandra Kogut. Com: Regina Casé, Otavio Müller e Gisele Fróes. 12 anos. Nesta sexta-feira (16), às 20h, disponível por 24 horas. No Sesc Digital (sesc.digital)


Valentina
Valentina tem 17 anos e se muda para uma pequena cidade em Minas Gerais com a sua mãe. O filme é um reflexo das dificuldades enfrentadas por uma jovem transgênero, que tenta se matricular com o novo nome na escola. Para isso, ela precisa da assinatura do pai.
Brasil, 2020. Direção: Cássio Pereira dos Santos. Com: Thiessa Woinbackk, Guta Stresser e Rômulo Braga. Nesta quarta-feira (14), às 22h. No Sesc Digital (sesc.digital)

Cena de 'Valentina', em cartaz na 44ª Mostra de Cinema
Cena de 'Valentina', em cartaz na 44ª Mostra de Cinema - Divulgação

A Vida dos Outros
A trama tem como centro um casal, um dramaturgo e uma atriz. Ela atrai a cobiça de um ministro, que lança contra o dramaturgo o arsenal de arapongas do Estado com o objetivo de detectar alguma atividade suspeita e eliminar o concorrente.
Alemanha, França, 2006. Direção: Florian Henckel von Donnersmarck. Com: Martina Gedeck e Ulrich Mühe. 12 anos. A partir de 22/4, às 20h, até 5/5. No Sesc Digital (sesc.digital)


Você Não Estava Aqui
Em meio a problemas financeiros, um casal britânico se vê aprisionado em modelos de trabalho precários: enquanto ela é uma enfermeira que recebe apenas pelos serviços prestados, ele passa a ser motorista em uma empresa de entregas, com a qual não possui vínculo formal. Os dois ainda precisam lidar com filhos adolescentes que não encaram bem a situação familiar.
Reino Unido, Bélgica, França, 2020. Direção: Ken Loach. Com: Kris Hitchen, Debbie Honeywood e Rhys Stone. 14 anos. Neste sábado (17), às 20h, disponível por 24 horas. No Sesc Digital (sesc.digital)

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais

Mais lidas