Sesc Avenida Paulista reabre no domingo; veja programação e passeios para curtir ao redor

Conheça o novo centro cultural e explore 33 lugares em volta dele

Victoria Azevedo
São Paulo

O Sesc Avenida Paulista, que funcionou como unidade provisória de 2005 a 2010 e está fechado desde então, reabre neste domingo (29), após reforma que custou R$ 120 milhões. Entre o Itaú Cultural e a Casa das Rosas, a unidade, com 17 andares e um mirante, chega para se somar ao já agitado circuito cultural da avenida.

A unidade possui três eixos norteadores —arte, corpo e tecnologia— que se refletem nos ambientes e atividades do prédio. 

A programação de inauguração, estendida até terça, reúne cerca de 50 atividades gratuitas, como a abertura de uma exposição do pioneiro da videoarte Bill Viola, um show de Fafá de Belém, no térreo, e o concerto da Orquestra Heliópolis com a cantora Vanessa da Mata no palco montado na lateral do prédio.

“A ideia é que a avenida sirva de extensão da unidade”, diz o diretor do Sesc-SP, Danilo Miranda, referindo-se às atividades que eventualmente ocuparão a via.

O Sesc fechou uma parceria com o Itaú Cultural para a construção de um boulevard permanente em um trecho da rua Leôncio de Carvalho, entre as instituições. O espaço será fechado para carros e deverá receber eventos culturais.

A proximidade de duas estações de metrô (Paraíso e Brigadeiro) e a ciclofaixa da Paulista (além do bicicletário da unidade) são vantagens apontadas por Miranda. “Não viemos para cá porque a Paulista fica fechada aos domingos. Mas isso aumenta a atração do nosso espaço.” A expectativa é que 18 mil pessoas circulem pelo local a cada semana.

Para explorar o corredor cultural ainda mais incrementado da avenida Paulista, o Guia reúne a programação do novo espaço e um roteiro com 33 atrações que merecem a visita e que ficam a, no máximo, um quilômetro de distância do Sesc.

Colaboraram Amanda Ribeiro e Úrsula Passos

PROGRAMAÇÃO DE ABERTURA

Veja programação completa em sescsp.org.br

A Breve História de Quase Tudo
Em um ato cênico, a atriz Luciana Paes, da companhia Hiato, interpreta, de forma bem-humorada, trechos do livro “A Breve História de Quase Tudo”, de Bill Bryson, que aborda diversas áreas da ciência.
Sesc Avenida Paulista - térreo - Av. Paulista, 119, Bela Vista, região central, s/ tel. Seg. e dom.: 16h. Até 30/4. GRÁTIS 

Corpo Resistente
Os judocas Rafaela Silva e Antonio Tenório participam de bate-papo com o público, além de demonstrar práticas esportivas da modalidade.
Sesc Avenida Paulista - 13º andar - seg. e dom.: 12h às 16h. Até 30/4. Livre. GRÁTIS  

Fafá de Belém
Acompanhada dos guitarristas Manoel e Felipe Cordeiro, a cantora celebra 40 anos de carreira em show que transita por sons paraenses.
Sesc Avenida Paulista - térreo - dom. (29): 16h. Livre. GRÁTIS  

Grace Passô em Ato Cênico
A atriz, diretora e dramaturga mineira apresenta trechos de textos autorais em performance.
Sesc Avenida Paulista - térreo - ter.: 12h. Até 1/5. GRÁTIS  

Palco Rua Leôncio de Carvalho
Na rua ao lado do Sesc, o palco recebe atrações como a Orquestra Heliópolis com a cantora Vanessa da Mata e o show de rap com nomes como Emicida, Rael e Sombra.
R. Leôncio de Carvalho, s/ nº. Dom. (29): 12h. Livre. GRÁTIS

Três É Bom
Os músicos e compositores Mauricio Pereira, Wandi Doratiotto e Paulo Freire mostram temas autorais em show marcado por improvisos. 
Sesc Avenida Paulista - térreo - seg. (30): 16h. Livre. GRÁTIS  

Visões do Tempo - Bill Viola
A exposição apresenta obras das duas últimas décadas da carreira do artista americano, pioneiro em videoarte e em experimentações com a imagem em movimento.  
Sesc Avenida Paulista - 5º andar - seg., ter. e dom.: 12h às 19h. Qua. a sáb.: 9h às 22h. Até 9/9. Livre. Abertura 29/4. GRÁTIS  

 

EXPLORE O SESC

Térreo: Praça
O espaço multiuso pode servir como arena para apresentações —possui arquibancadas móveis e um espaço cênico moldável

5º, 6º, 13º e 14º andares: Espaços Arte 1 e 2
Os ambientes vão receber exposições, instalações artísticas e espetáculos de linguagens variadas

10º ao 12º andares: Espaços Corpo 1, 2 e 3
Espaços para práticas esportivas, de ginástica e pilates

17º andar: Café Terraço e Mirante
Com vista panorâmica para a cidade, será um dos pontos mais cobiçados pelo público. A comedoria fica no 16º andar

 

SENTIDO VILA MARIANA

Academia do Pão
A casa oferece pães com fermento natural (levain), que os torna mais macios. Entre os cerca de 25 itens do cardápio, destaque para o pão de cacau com cranberry e o bolo de banana com castanha-do-pará. De segunda (30) a quinta (3), a casa estará fechada. A partir de 4/5, passa a funcionar no número 662 da mesma rua. 
R. Afonso de Freitas, 652. Qua. e qui.: 15h30 às 19h. Sex.: 15h30 às 19h30. Sáb.: 9h30 às 19h. Em feriados, fechado.  

Achapa
Aberta em 1967, no bairro da Aclimação, a tradicional lanchonete também tem uma unidade nas proximidades do Sesc. As receitas clássicas (e mais pedidas) são o cheese-salada (R$ 26) e o beirute (R$ 37 a R$ 45). Para beber, a dica é o milk-shake de sorvete de creme, leite e biscoito Oreo (R$ 22).
Al. Santos, 24, Cerqueira César, região oeste, tel. 2548-3545. 98 lugares. Seg. a qui. e dom.: 8h à 1h. Sex. e sáb.: 8h às 3h.  

Casa das Rosas
Projetado em 1928, o casarão vizinho ao novo Sesc se tornou espaço cultural na década de 1990. Promove eventos como saraus, lançamentos de livros, oficinas e exposições. No domingo (29), às 15h, haverá uma sessão de contação de histórias inspirada na obra infantil de Carlos Drummond de Andrade (1902-1987).
Av. Paulista, 37, Bela Vista, tel. 3285-6986. Ter. a sáb.: 10h às 22h. Dom.: 10h às 18h. Livre. GRÁTIS  

Catedral Metropolitana Ortodoxa
Inspirada na arquitetura da Basílica de Santa Sofia, em Istambul (Turquia), a catedral começou a ser construída em 1942 e foi inaugurada em janeiro de 1954. Com interior revestido de mármore, o espaço está aberto a visitação (excursões e grupos de estudo devem agendar antecipadamente, por telefone).
R. Vergueiro, 1.515, Vila Mariana, tel. 5907-8610. Seg. a sex.: 9h às 13h e 15h30 às 18h. Sáb.: 10h às 13h. 

Centro Cultural São Paulo
Em uma área de 46 mil m², o espaço recebe peças, shows, mostras de filmes e exposições. O jardim suspenso, localizado na cobertura, é um bom lugar para encontrar os amigos, ler um livro e descansar. O CCSP sedia, a partir desta sexta (27), o espetáculo “Hilda”, da francesa Marie NDiaye. 
CCSP - R. Vergueiro, 1.000, Liberdade, região central, tel. 3397-4002. Ter. a sex.: 10h às 20h. Sáb. e dom.: 10h às 18h. Não aceita cartões. 

Dinho’s 
Filho de libaneses, Fuad Zegaib fundou a churrascaria em 1960. O cardápio lista cortes como t-bone (R$ 130; 700 g) e king beef (R$ 248; 700 g), um contrafilé de novilho com arroz biro-biro e batata suflê.
Al. Santos, 45, Cerqueira César, tel. 3016-5333. Seg. a qui.: 11h30 às 15h30 e 19h às 24h. Sex.: 11h30 às 16h e 19h às 24h. Sáb.: 11h30 às 24h. Dom.: 11h30 às 18h. Valet R$ 22. 

Halim
Com ambiente simples, a clássica casa libanesa serve comida boa e farta, seja no balcão, seja no salão com mesas. O menu degustação oferece homus, quibe cru, saladinha árabe, charuto de repolho e arroz marroquino (R$ 33,90). Não saia de lá sem experimentar os doces árabes (R$ 8).
R. Dr. Rafael de Barros, 56, Paraíso, região sul, tel. 3884-8502. Seg. a sáb.: 9h às 23h. Dom.: 9h às 16h30. 

Il Pastaio 
Funcionando como rotisseria desde 1971, o local também serve pratos à la carte no almoço de segunda a sexta. Entre as opções, que variam diariamente, pode haver saint pierre grelhado com legumes sautés e ravióli de três queijos ao molho de tomate e rúcula.
Al. Santos, 44, Cerqueira César, tel. 3289-8897. Seg. a sáb.: 9h às 19h. Dom.: 9h às 14h. Estac. (grátis p/ 30 min.).

Japan House
Uma das atrações mais recentes nos arredores do novo Sesc, o centro cultural também atraiu movimento à região com exposições e oficinas que difundem a cultura japonesa. O espaço sedia, até 3/6, uma mostra do paulistano Oscar Oiwa, filho de japoneses, com três pinturas e uma instalação imersiva criada especialmente para o evento. 
Av. Paulista, 52, Bela Vista, tel. 3090-8900. Ter. a sáb.: 10h às 22h. Dom.: 10h às 18h. Livre. Estac. R$ 20. GRÁTIS  

JoJo Ramen 
A casa é especializada em lámen, a massa oriental imersa em caldo que caiu no gosto dos paulistanos nos últimos anos. Inaugurado em maio de 2016, é comandado pelo chef japonês Takeshi Koitani. De sua cozinha, saem grandes tigelas repletas de fios de massa mergulhados em caldo vigoroso à base de frango, porco ou vegetais (a partir de R$ 30).
R. Dr. Rafael de Barros, 262, tel. 3262-1654. Seg. a sex.: 11h30 às 14h30 e 18h às 22h. Sáb.: 12h às 15h e 18h às 22h.

Olaria Bar Grill
A matriz, na Liberdade, está onde na década de 1930 funcionou uma olaria. Parte dos tijolos da decoração rústica foi produzida em antigos fornos que ficavam no subsolo. No almoço, o cardápio reúne opções como bufê de carnes e saladas e pratos executivos.
R. 13 de Maio, 1.802, Bela Vista, região central, tel. 3251-2018. 250 lugares. Seg. a sáb.: 11h à 1h. Couvert artístico: R$ 6. 

Rubaiyat 
Referência quando o assunto é carne, a casa mais antiga do grupo Rubaiyat, aberta em 1974, fica nos fundos do Sesc. Serve carnes de criadouro próprio, que fica em Mato Grosso do Sul —um ou outro corte vem da Argentina, do Uruguai e da Austrália. As opções são servidas à la carte, com acompanhamentos diversos. Esta é a única unidade que oferece serviço de bufê durante o almoço e o jantar (R$ 95 a R$ 196). 
Al. Santos, 86, Cerqueira César,  tel. 3170-5100. Seg. a sex.: 12h às 16h e 19h às 24h. Sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 18h. 

Tandoor 
Pães feitos no forno indiano tandoor são a especialidade da casa. Entre eles, há o pyaaz kulcha, recheado com cebola e especiarias (R$ 8,50). No cardápio, ainda chamam atenção pratos como o murg curry (R$ 53,90), feito com cubos de frango em molho de cebola e tomate, com curry e especiarias.
R. Dr. Rafael de Barros, 408, tel. 3885-9470. Seg.: 12h às 15h e 19h às 22h. Ter. a qui.: 12h às 15h e 19h às 23h. Sex.: 12h às 15h e 19h às 24h. Sáb.: 12h às 16h e 19h às 24h. Dom.: 12h às 16h e 19h às 22h.  

SENTIDO CONSOLAÇÃO

Adoun Delícias Árabes
Com foco na cozinha árabe, a casa, ótimo exemplo de bom e barato, oferece serviço de bufê (R$ 44, 90 o quilo) e opções à la carte, como as esfihas de carne fechada (R$ 1,50). Da rua, é possível ver os espetos de carne usados no preparo dos shawarmas (R$ 12,99).
Av. Brig. Luís Antônio, 2.130, Bela Vista, região central{central}, s/ tel. 112 lugares. Seg. a sáb.: 8h às 22h. Dom.: 10h às 18h. 

Aizomê 
Em um discreto sobrado, dispõe de salas com tatames e ambientes reservados. O menu-degustação (R$ 210), assinado pela chef Telma Shiraishi, inclui entradas, opções frias, como sushis e sashimis feitos com pescados de primeira linha, e pratos quentes, caso do entrecôte de wagyu servido malpassado na pedra quente com cogumelos.
Al. Fernão Cardim, 39, Jardim Paulista, tel. 3251-5157. Seg. a sex.: 12h às 14h30 e 18h30 às 23h. Sáb.: 18h30 às 23h.

Asterix
A dez minutos de caminhada do Sesc fica um dos  bares com maior oferta de cervejas importadas da cidade. Somadas às nacionais, há cerca de 400 opções. Junto com os vizinhos, Pier Paulista e Prainha Paulista, atrai grande público, especialmente na happy hour.
Al. Joaquim Eugênio de Lima, 573, Jardim Paulista, tel. 3368-5610. Seg. e qui.: 17h às 2h. Ter.: 17h à 1h. Qua.: 17h às 2h. Sex.: 15h às 2h. Sáb.: 12h às 2h. Dom.: 12h às 24h.  

Bueno Izakaya
Receitas coreanas e japonesas que passam longe do sushi e do sashimi aparecem no cardápio. Uma sugestão é o bibimbap (R$ 46), que mistura, numa tigela, arroz, vegetais, carne, pimenta e ovo.
Al. Santos, 835, tel. 2386-8035. 66 lugares. Seg. a sex.: 11h30 às 14h30 e 18h às 22h30. Sáb.: 12h às 15h e 18h às 22h30. 

Caffe DaVinci
Mistura da Itália com a Coreia, o café serve comidas coreanas, como o bulgogi bap, um arroz com carne bovina, vegetais e ovo, e o kimbap, espécie de sushi coreano, junto com paninis —um deles de bulgogi. Cafés e chás estão presentes em versões quentes e frias, como no cremoso chá verde latte.
Al. Santos, 551, Cerqueira César, tel. 3586-3556. 50 lugares. Seg. a sex.: 7h às 22h. Sáb.: 9h às 22h. Dom.: 9h às 20h.   

Ciao! Vino & Birra
O sotaque italiano marca as opções do cardápio, com receitas como o espaguete com almôndegas de cordeiro, mozarela de búfala, farofa de pistache e pesto de hortelã (R$ 55). Também há opções de 
pratos executivos (R$ 30 a R$ 34) e boa variedade de vinhos —há cerca de 200 rótulos.
R. Tutóia, 451, tel. 2306-3561. Ter. a qui.: 12h às 15h e 18h às 23h. Sex.: 12h às 15h e 18h às 24h. Sáb.: 12h às 24h. Dom.: 12h às 16h. 

Dengosa
A movimentada padaria da Bela Vista segue o menu tradicional do gênero: doces, como sonhos e carolinas, croissants salgados recheados, sucos e sanduíches. O local serve refeições no almoço.
R. Artur Prado, 514, Bela Vista, região central, tel. 3288-3866. 70 lugares. Seg. a dom.: 6h às 22h.

Ekeko Salteñas y Empanadas
Aberta há três meses, a casa oferece empanadas salteñas bolivianas (R$ 7,50), com massa levemente adocicada e recheio picante, e as argentinas (R$ 6,50), de massa seca e fina e sem picância. Entre os sabores, destacam-se a de queijo com cebola, a de carne e a de brie com damasco.  
R. Tutóia, 318, Vila Mariana, região sul, tel. 4305-7007. 15 lugares. Seg. a sáb.: 12h às 15h e 18h às 20h30. 

Itaú Cultural
Fundado em 1986, o espaço vizinho ao Sesc abriga uma programação cultural variada para crianças e adultos. Nos dois andares superiores, uma mostra permanente reúne obras que narram a história do Brasil. Os outros andares abrigam exposições temporárias como a do escultor sergipano Véio e a “Ocupação Angel Vianna”, que homenageia a dançarina e coreógrafa (vai até este domingo).
Av. Paulista, 149, Bela Vista, região central, tel. 2168-1777. Ter. a sex.: 9h às 20h. Sáb. e dom.: 11h às 20h. Livre. GRÁTIS 

Pizzaria e Choperia Urca
Instalada num casarão que ocupa toda a lateral de uma quadra próxima à Paulista, a pizzaria oferece um salão mais tranquilo —onde famílias e casais saboreiam as redondas de massa fina— e um quintal movimentado, ideal para o fim de tarde.
Av. Brig. Luís Antônio, 2.401, Bela Vista, , tel. 3289-0456. Seg. a qui. e dom.: 18h à 0h35. Sex. e sáb.: 18h à 1h30. 

Ráscal
Com uma caminhada de 850m desde o Sesc, chega-se a uma unidade da rede de comida mediterrânea e italiana que atrai público cativo. O carro-chefe, ali, é o farto bufê, que inclui mesa de saladas e antepastos, e estação de massas (R$ 79, segunda a sexta, e R$ 89, sábados, domingos e feriados).
Al. Santos, 870, Cerqueira César, tel. 3141-0692. Seg. a qui.: 12h às 15h15 e 19h às 22h15. Sex.: 12h às 15h15 e 19h às 23h15. Sáb.: 12h às 17h15 e 19h às 23h15. Dom.: 12h às 17h15 e 19h às 22h15. 

Reserva Cultural
O cinema tem, além de quatro salas com programação alternativa, uma livraria, uma unidade da padaria Pain de France e o Bistrô Reserva, com clássicos da cozinha francesa no cardápio, como steak tartare e boeuf bourguignon. Há ainda um espaço para exposições —em cartaz até 10/5 uma mostra do fotógrafo Sergio Poroger— e o CineClub que, uma vez por mês, exibe um filme e oferece café da manhã, por R$ 8. Neste domingo (29), às 10h30, será exibido “Corniche Kennedy”.
Av. Paulista, 900, tel. 3287-3529. Seg. a sex.: 12h30 às 21h40. Sáb. e dom.: 12h às 24h. Ingr. p/ reservacultural.com.br.  

Rong He 
Além dos pratos, a cozinha também é atração na casa —o cozinheiro manuseia a massa que vira macarrão na frente dos clientes. A massa pode vir ensopada, com carne de porco e missô, e também com molho apimentado e frutos do mar. Outro destaque é o arroz chop suey frito com frutos do mar (R$ 39).
R. Tutóia, 312, tel. 3559-9996. Seg. a sex.: 11h30 às 15h e 18h às 22h30. Sáb. e dom.: 11h30 às 22h30. Não aceita cartões. 

Shanghai
Pertencente a uma família de Xangai, o restaurante é um típico chinês, decorado com laços vermelhos para trazer sorte. Tem grandes mesas e, no segundo andar, salas que permitem privacidade a grupos. No menu,destaca-se uma especialidade da região, a sopa de wonton, um bolinho recheado de carne de porco, popular nas ruas da megacidade chinesa. O cardápio é vasto, dividido por tipo de proteína, arrozes e sopas.
R. São Carlos do Pinhal, 92,  tel. 3288-8628. Seg.: 11h às 15h. Ter. a dom.: 11h às 15h e 18h às 22h.

Sushi Kiyo
Comandado pelo sushiman japonês Kiyomi Watanabe e sua família, o restaurante apresenta receitas tradicionais japonesas, como o sashimi teishoku (R$ 68) tem 15 fatias de peixe fresco acompanhadas de gohan, missoshiru, sunomono e nimono. Com decoração temática, a casa também oferece menu-executivo de segunda a sexta (R$ 65, com temaki; R$ 58, sem temaki).
R. Tutóia, 223, Vila Mariana, s/ tel. 60 lugares. Seg. a sex.: 11h30 às 14h e 18h às 23h. Sáb.: 12h às 15h e 18h às 23h. 

Teatro Gazeta
O teatro de 700 lugares recebe shows e peças para adultos e crianças. Na segunda (30), acontece um show-tributo a Belchior comandado pelas cantoras Laya e Verónica Vallentino.
Av. Paulista, 900, Bela Vista, tel. 3253-4102. Ter. a dom.: 14h às 20h. Estac. a partir de R$ 10 (r. São Carlos Pinhal, 313). 

The View
Ver do alto a região da Paulista é o maior atrativo do bar, localizado no 30º andar do Flat Transamérica. O cardápio traz sanduíches, pratos e petiscos, como o embrulhadinho de queijo brie com mel (R$ 32). Para beber, aposte no kir royal (R$ 30), feito com espumante e creme de cassis. A trilha sonora é executada ao vivo: às terças, por um duo de voz e piano, e, nos outros dias, por voz e violão.
Al. Santos, 981, Cerqueira César, tel. 3266-3692. Seg.: 18h às 24h. Ter. a sex.: 18h às 2h. Sáb.: 19h às 2h. Couvert artístico (a partir das 21h): R$ 22. 

MAIS ALÉM NA PAULISTA

Centro Cultural Fiesp
O prédio da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) é sede do centro cultural, que recebe principalmente mostras de fotografia. Estarão expostas por lá, até 8/7, um conjunto de imagens do fotógrafo britânico Mac Adams, conhecido por contar a história de personagens anônimos. Aos domingos, o palco externo da Fiesp recebe atividades gratuitas. Nesta semana, às 16h, o cantor Frejat se apresenta. 
Av. Paulista, 1.313, térreo, Bela Vista, região central, tel. 3146-7439. Ter. a sáb.: 10h às 22h. Dom.: 10h às 20h. GRÁTIS  

IMS Paulista
Uma das adições mais recentes ao circuito cultural da Paulista, o IMS proporciona, de seu quinto andar, uma vista privilegiada da avenida. O local abriga uma biblioteca, um cineteatro e salas de aula. Com fotografia no seu DNA, tem boas exposições de imagens, além de exibição de longas cult e de um concorrido restaurante, o Balaio, comandado pelo chef Rodrigo Oliveira, do Mocotó.
Av. Paulista, 2.424, Bela Vista, região central, tel. 2842-9120. 145 lugares. Ter., qua. e sex. a dom.: 10h às 20h. Qui.: 10h às 22h. Livre. ims.com.br. GRÁTIS  

Masp
Projetado por Lina Bo Bardi, o principal cartão-postal da cidade atrai desde o lado de fora: o vão livre abriga feira de antiguidades aos domingos, shows esporádicos (leia na pág. 40) e dá vista para o Mirante 9 de Julho (no passado, era possível ver até o vale do Anhangabaú). Dentro do museu, o acervo tem obras de Goya e Van Gogh. 
Av. Paulista, 1.578, Bela Vista, tel. 3149-5959. Ter., qua. e sex. a dom.: 10h às 17h30. Qui.: 10h às 19h30. Livre. Ingresso: R$ 35. Ter.: grátis. Estac. a partir de R$ 20 (nº 1.636).  

 

Imperdíveis
O que ver nos centros culturais da Paulista 

Masp
As mostras da pintora Maria Auxiliadora e do escultor Aleijadinho. Saiba mais.

IMS
O restaurante Balaio, do chef Rodrigo Oliveira, e as fotos do malinês Seydou Keïta. Saiba mais. 

Centro Cultural Fiesp
Magritte e James Ensor na mostra “Cem Anos de Arte Belga” e a peça “Moliére”, com Matheus Nachtergaele. Saiba mais.

Itaú Cultural
A mostra de esculturas do artista sergipano Véio. Saiba mais.

Casa das Rosas
Encontros quinzenais com poetas e o café do jardim. Saiba mais. 

Japan House
A exposição “Prototyping in Tokyo” e os doces japoneses do Imi Café. Saiba mais.


 

Comentários

Ver todos os comentários Comentar esta reportagem

Últimas

Ver mais